Além do investimento: outras opções para abrir participação no negócio

Escrevemos outro artigo aqui no blog com dicas para captar investimentos para a sua empresa. Mas, bem sabemos, que nem sempre esta é uma opção viável para os negócios que desejam crescer. Em alguns casos, ainda falta ganhar tração para encontrar os investidores certos. Em outros, o interesse do empreendedor é buscar outros formatos de apoio, não apenas o financeiro.

Por esta razão, neste artigo vamos apresentar algumas alternativas que você possui como empreendedor para ir além ou complementar uma rodada de investimentos. Confira!

Opções além do investimento

Investimento não é a única maneira de captar recursos ou de conectar-se a profissionais experientes no mercado para ter algum tipo de orientação ou aconselhamento quanto aos rumos do negócio. Veja abaixo alternativas com as quais você pode contar!

1. Conselho consultivo ou administrativo

Um conselho consultivo ou administrativo usualmente não investe na sua empresa com recursos financeiros, mas seus direcionamentos podem mudar o caminho dos negócios para uma direção de maior sucesso. É excelente poder contar com um conselho fixo, formado por profissionais com diferentes competências (RH, Finanças, Marketing, Estratégia, etc).

Procure convidar para esse grupo pessoas que possam ter real interesse na sua empresa ou no seu mercado de atuação, mesmo que ainda não as conheça pessoalmente. É fundamental também que elas possam trazer conhecimentos e experiência para somar à sua gestão, por isso normalmente os conselhos são formados por profissionais mais experientes.

Em troca desta disponibilidade, é comum oferecer participação na empresa ou em seus lucros, tudo com contrato assinado para garantir o maior comprometimento entre conselho e empresa aconselhada.

2. Mentoria

Se manter um conselho ainda é algo muito complexo para o seu negócio, é possível buscar processos de mentoria pontuais, para necessidades já identificadas dentro da sua empresa. Existem consultorias especializadas neste modelo de aconselhamento, bem como profissionais que se dedicam a este fim.

Da mesma forma como acontece com o conselho, a mentoria costuma ser remunerada. Mas, por ser um projeto com data para início e fim, o valor pago depende do acordado em contrato entre mentor e empresa.

3. Crowdfunding

Além da opção de investimento, se a sua empresa está relacionada à produção artística, a uma solução que promove impacto social ou com caráter humanitário, é comum contar com a opção de Crowdfunding (Financiamento Coletivo) pela internet. Neste modelo, você capta doações de pessoas interessadas em fazer seu negócio crescer, em valores que podem ser bastante baixos e acessíveis.

Como moeda de troca, você oferece uma recompensa, como a possibilidade de receber o produto com desconto, uma visita à empresa, uma mentoria, entre outros.

4. Pré-venda

Agora, se o seu negócio está em fase de lançamento de um produto ou serviço, existe ainda a opção de alavancar as receitas com a antecipação de vendas, algo bastante comum no universo das startups. Normalmente é oferecido um percentual atrativo de desconto para os clientes que comprarem antes do lançamento – uma forma de financiar a produção do que vem pela frente.

Onde mais sua empresa busca recursos financeiros ou intelectuais?

Estas foram apenas algumas maneiras de alcançar a sonhada tração no seu negócio, seja pelo auxílio de profissionais mais experientes, seja por alguma forma de financiamento. Cabe lembrar que existem, também, linhas de crédito cada vez mais atrativas para micro e pequenos empresários, com juros que muitas vezes compensam mais do que vender parte de sua empresa em troca de um investimento. Por isso, estude muito bem suas reais necessidades antes de ir atrás deste modelo de aporte.

E lembre-se sempre que, mesmo no auge do negócio, é interessante ter o olhar atento para a possibilidade de contar com esses recursos externos, que podem garantir maior competitividade para seu empreendimento!

Quer mais dicas para ajudar no crescimento do seu negócio? Acompanhe o blog da Smart Escritórios Inteligentes!