Categorias
Empreendedorismo

Gestão para profissionais autônomos: dicas para crescer!

Trabalhar de forma independente está longe de ser o mesmo que trabalhar de maneira desestruturada ou, até  mesmo, amadora. Entretanto, na prática, sabemos que não são muitos os recursos que ajudam na gestão para profissionais autônomos disponíveis no mercado. Ferramentas com custo elevado,  inviabilidade de manter um escritório, acúmulo de responsabilidades, burocracia e acesso limitado a serviços corporativos estão entre as principais dificuldades para quem escolhe uma carreira independente.

Felizmente, em tempos nos quais a tecnologia avança rapidamente e a economia compartilhada ganha força, os profissionais autônomos começam a contar com novas facilidades para crescer. Confira algumas delas neste artigo!

Gestão para profissionais autônomos: soluções para crescer!

Quem trabalha de forma independente, seja qual for a área de atuação, sempre deve mirar no crescimento. O objetivo pode ser virar uma empresa maior, ter maiores receitas, alcançar reconhecimento em seu setor ou, até mesmo, garantir melhor qualidade de vida. Para todos esses caminhos, existem dicas de gestão para profissionais autônomos bastante valiosas!

Escritórios de contabilidade online

Para um profissional autônomo, arcar com o custo de um escritório de contabilidade tradicional pode impactar de forma significativa o orçamento e também se tornar uma despesa cara quando se pensa na demanda total gerada para este serviço, que costuma ser pequena.

Porém, se tornam cada vez mais populares os serviços de contabilidade online para autônomos e pequenas empresas, em que o atendimento é totalmente virtual e, consequentemente, mais barato.

Plano de endereço fiscal

Outra excelente solução para profissionais autônomos que não podem arcar com a despesa de manter um escritório ou ponto comercial é fazer um plano de endereço fiscal. Desta forma, pode-se usar o endereço do parceiro contratado para fins fiscais e também para divulgação, enquanto trabalha a partir do home office ou coworking. Quando houver necessidade de receber um cliente, basta locar uma sala de reunião por aquele período específico.

Assim, é possível fazer uma grande economia em infraestrutura – justamente um dos maiores custos para qualquer profissional autônomo ou pequena empresa.

Abrir empresa como MEI

Apesar da facilidade de cadastro na Prefeitura para atuação como autônomo, dependendo de sua atividade profissional é muito mais vantajoso abrir uma empresa enquadrando-se como Microempreendedor Individual, o famoso MEI.

Isso porque o Imposto de Renda Pessoa Física que pagar anualmente como profissional autônomo pode se tornar maior do que o imposto único pago mensalmente como MEI, atualmente em torno de R$ 50,00/mês. Nesta hora, vale a pena consultar um contador e entender qual a melhor opção para a sua atividade e o seu faturamento médio.

Experimente um banco digital

Além de cobrarem tarifas altas, os bancos tradicionais possuem limitações significativas para os profissionais autônomos ou pequenos empreendedores que desejam ter uma conta Pessoa Jurídica ou mesmo utilizar sua conta Pessoa Física para gerenciar todas as finanças. Limitação de crédito e custo por serviço estão entre os desafios a serem solucionados.

Neste caso, uma boa solução pode ser encontrar um banco digital da sua confiança para migrar suas operações. Na maioria das vezes, eles não cobram tarifas mensais, apenas tarifas por serviços, o que pode acabar se tornando bastante vantajoso quando conseguir colocar as contas na ponta do lápis.

Encontre parceiros de negócio

Outro grande desafio em gestão para profissionais autônomos é o gerenciamento de tempo, uma vez que, além da atividade principal, é preciso lidar com demandas de outras áreas, nas quais normalmente não se tem experiência prévia. Gestão financeira, contabilidade, divulgação, atendimento telefônico e gestão estratégia estão entre elas.

Por mais limitado que seja o orçamento, vale a pena pensar o quanto um fornecedor poderia ajudar a acelerar essas atividades, obtendo melhores resultados e disponibilizando mais tempo para que você atue na sua especialidade. Contratar um parceiro especializado pode se tornar mais rentável do que está imaginando!

Gestão e crescimento saudáveis para a carreira solo

Trabalhar como profissional autônomo envolve uma série de escolhas a serem tomadas diariamente e, na maioria das vezes, de forma totalmente independente, sem contar com a ajuda de alguém para auxiliar nas decisões. Justamente em um modelo de trabalho no qual as escolhas podem fazer tanta diferença para o crescimento no mercado!

Por isso, sempre que possível, tente encontrar dicas, ferramentas, soluções e aconselhamento para que consiga seguir com mais segurança e, principalmente, com menos desafios, lembrando que uma boa gestão é essencial para o crescimento saudável de sua marca como profissional autônomo!

Categorias
Empreendedorismo

Eventos corporativos como ferramenta de vendas

Gerar mais oportunidades de vendas e fidelizar clientes é desafio comum para qualquer negócio, especialmente os que atuam no segmento B2B. Diante disso, muitas empresas buscam novos caminhos para engajar seu público da maneira mais assertiva. Porém, uma estratégia relativamente antiga continua sendo bastante eficaz para cumprir este objetivo: os eventos corporativos.

Portanto, para ajudar a entender melhor como eles podem ser boas ferramentas de vendas, neste artigo listamos as vantagens e os principais modelos que podem ser utilizados pela sua empresa!

Por que fazer eventos corporativos?

Os eventos corporativos sempre foram uma fonte bastante utilizada para gerar negócios pelas empresas que vendem para outras empresas. O principal motivo está na possibilidade de colocar seu negócio frente a frente com potenciais ou atuais clientes, com oportunidade de mostrar conteúdo ou novidades.

Existem porém, outras importantes vantagens em apostar nos eventos corporativos dentro da estratégia de vendas:

  • Visibilidade de marca: especialmente para novas empresas, que precisam posicionar marca, produtos e serviços para seu mercado.
  • Relacionamento: promover networking com potenciais parceiros e clientes, assim como facilitar o contato entre eles para que também gerem negócios entre si.
  • Aumento da base de contatos: eventos de conteúdo podem ser uma boa forma de captar novos cadastros para sua base comercial.
  • Levantamento de informações: nos eventos corporativos, é possível extrair dados importantes para equipes de Marketing e Vendas – tanto por meio das inscrições, quanto por meio de pesquisas e atividades interativas.

Qual o formato certo para o seu evento corporativo?

Apenas conhecer as vantagens de se investir em eventos corporativos não é suficiente para colocar este projeto em ação. O mais importante, antes de tudo, é entender qual o melhor formato para que seu evento seja mesmo uma ferramenta de vendas!

Cursos e Workshops

Para as empresas que estão começando a se posicionar no mercado, promover cursos e workshops de curta duração é uma maneira excelente de apresentar o negócio por meio de conteúdo. Lembrando, é claro, que a abordagem comercial deve acontecer de maneira orgânica entre as informações apresentadas.

Por exemplo, se sua empresa desenvolve uma solução para segurança digital, pode promover um encontro sobre este tema, mencionando os principais riscos para as empresas e como solucioná-los. A apresentação comercial entra no final do evento, nos momentos de intervalo e no pós-evento.

Quanto à estrutura, não há grandes desafios: sua empresa pode alugar uma sala de eventos em espaços de coworking com serviços de recepção e alimentação, diminuindo a demanda operacional. 

Congressos e Seminários

Uma versão ampliada do tópico anterior, os congressos e seminários reúnem um público maior, também em um período maior. Este modelo é mais efetivo para empresas já conhecidas no mercado, que podem investir em divulgação, infraestrutura e até mesmo na contratação de palestrantes.

A vantagem deste modelo é poder incluir estandes de vendas, não apenas do seu negócio, mas também de parceiros e patrocinadores. Por meio de uma imersão de conteúdos, seu público pode entender melhor sua solução e seu mercado de atuação.

Feiras de Negócios

Este é o modelo mais comercial de todos. Normalmente organizadas por empresas de eventos ou entidades do setor, as Feiras de Negócios têm como objetivo apresentar soluções para o dia a dia das empresas. Apesar do custo de locação de espaço e montagem de estande, se o objetivo for captar potenciais clientes de forma mais direta, esta é uma boa opção.

Apenas tenha o cuidado de mapear muito bem o público participante, para entender se estão realmente dentro de seu perfil de clientes.

Cafés da Manhã e Almoços

Em um cenário de agendas cada vez mais apertadas, promover encontros no café da manhã ou no almoço pode ser uma boa saída, especialmente se deseja atrair executivos para seus eventos corporativos. Nestes momentos, que podem ser em restaurantes ou espaços para reuniões, é possível definir algum tópico de discussão e networking e, até mesmo, fazer alguma rápida apresentação.

Viagens

Alguns modelos de negócios alcançam bastante sucesso ao promover viagens para clientes e potenciais clientes – desde que não descumpram as políticas de compliance de suas empresas. Esses roteiros podem incluir tanto visitas a clientes que já estão em sua base ou mesmo à planta de produção, quanto podem ser simplesmente momentos de lazer.

Uma boa estratégia de relacionamento, inclusive, tem sido levar clientes para eventos fora de sua cidade ou até mesmo do seu país.

Webinars

Se o orçamento está apertado para realizar eventos corporativos, ainda há caminhos para começar com baixos custos. O principal deles é promover webinars (os seminários online) para seu público. Com ferramentas digitais que transmitem apresentações, como o próprio recurso do YouTube, você pode começar a captar cadastros e a apresentar o conteúdo produzido pelo seu negócio.

O conteúdo certo para o seu público

Neste artigo, você conheceu algumas vantagens e também os principais formatos de eventos corporativos. O mais importante, agora, é pensar em qual conteúdo irá apresentar para seu público. Se o tempo é escasso, aproveite a atenção de seus atuais e potenciais clientes para mostrar algo que realmente contribua para seu dia a dia profissional. Esta é a maneira mais eficaz de posicionar sua marca e fazer com que sua empresa continue sendo lembrada como uma parceira de crescimento!