Categorias
Empreendedorismo

O que é BPO? Business Process Outsourcing e suas vantagens!

Se tem algo em comum entre os pequenos empreendedores é o sentimento de que o crescimento poderia vir mais rapidamente caso os custos de manter um negócio não fossem tão altos. É evidente que a carga tributária do nosso país possui um papel importante para que isso aconteça. Mas não só: as despesas operacionais representam uma importante fatia do orçamento. Não por acaso, muitos pequenos negócios começam a apostar em BPO como solução para aliviar este peso nas finanças.

Não sabe o que significa esta sigla ou quer conhecer melhor quais são as vantagens de contar com este tipo de serviço? Neste artigo vamos explicar o que é BPO e seus benefícios!

O que é BPO?

BPO é a sigla para Business Process Outsourcing, que pode ser traduzido como terceirização de processos de negócio. Simplificando, é contratar um fornecedor para executar atividades da sua empresa, normalmente aquelas associadas aos setores Financeiro, Contábil, Jurídico, Recursos Humanos e TI, que exigem conhecimento especializado, mas não se configuram como atividades core.

Este perfil de serviço é frequentemente oferecido por empresas de coworking ou escritório virtual, como a Smart, pois atendem o mesmo perfil de público – pequenos empreendedores para quem otimização de custos é essencial para o crescimento.

Quais são as vantagens em investir em Business Process Outsourcing?

A prática de BPO dentro da estratégia de gestão já é bastante consolidada em outras economias e se torna mais comum no Brasil na medida em que estamos aperfeiçoando a prestação de serviços, com mais soluções surgindo a cada dia para ajudar os empresários a consolidarem suas operações.

Depois de saber o que é BPO, conheça, então, os principais benefícios em contar com este serviço!

Redução de Custos

Sem dúvidas, esta é a principal razão para contratar BPO em um pequeno negócio. Bem sabemos que atividades do setor financeiro, contábil ou administrativo nem sempre representam demandas significativas para manter um colaborador exclusivo, dedicado apenas a elas.

Ao mesmo tempo, utilizar o tempo do empreendedor para executar estas atividades pode acabar saindo caro, pois seu tempo é melhor empregado e traz mais retorno quando dedicado à atividade principal do negócio ou ao planejamento e à gestão estratégicos.

Segurança em Operações

A segurança das operações é outro fator importante para quem escolhe contratar BPO. Ao contar com profissionais que são especialistas em suas atividades, principalmente em Finanças e Contabilidade, os riscos de erros são mitigados, prevenindo seu negócio de qualquer multa ou prejuízo no futuro.

Eficiência Operacional

Ao mesmo tempo, ganha-se em eficiência operacional quando se terceiriza um processo de negócio para uma equipe especializada, capaz de executar as atividades mais rapidamente e ciente de todos os pormenores técnicos que possam estar envolvidos. Isso é mais vantajoso do que ter alguém da equipe da própria empresa dividindo funções para cumprir as demandas operacionais, sem estar com foco total para isso.

Visão Estratégica

Por fim, há também o ganho estratégico em delegar o gerenciamento de processos jurídicos, financeiros e contábeis para um fornecedor que esteja constantemente atualizado nestes temas e acompanhando tendências de mercado. Este parceiro será capaz de identificar mais claramente oportunidades de otimização e melhoria, contribuindo para o desenvolvimento do seu negócio.

Tempo para focar no que importa!

Falamos em redução de custos, eficiência, segurança e estratégia. Porém, sem dúvidas, para as pequenas empresas o maior ganho em fazer BPO é ter o empreendedor mais tempo focado no que realmente importa, o crescimento da empresa e a identificação de melhorias e oportunidades na operação principal.

Por esta razão, por mais que possa significar à primeira vista um custo a mais, entender melhor o que é BPO e como pode trazer retorno a longo prazo pode ser uma importante prioridade para sua gestão!

Categorias
Empreendedorismo Escritórios Virtuais

Por que abrir empresa para atuar como médico?

A carreira em Medicina permanece uma das mais atrativas nos dias de hoje, mesmo com tantos avanços tecnológicos transformando a profissão. Um movimento, porém, tem sido importante para quem escolhe atuar como médico: cada vez mais, os profissionais da área são também empreendedores, seja como parte do corpo diretor de uma clínica, seja administrando o próprio consultório.

Pode até não parecer existir tanta diferença neste sentido, já que as clínicas e os consultórios particulares fazem parte há tempos da área da saúde. O que vem avançando, entretanto, são as possibilidades para aqueles que decidem seguir este caminho abrindo uma empresa e tendo o próprio CNPJ.

Caso esteja cogitando essa possibilidade, neste artigo separamos algumas dicas importantes a serem levadas em consideração!

Motivos para ter um CNPJ para atuar como médico

Para atuar como médico, além da possibilidade de contratação CLT, é possível trabalhar como autônomo ou, então, abrir uma empresa na área da saúde. Veja abaixo as vantagens e oportunidades ao se apostar nesta última opção:

1. Otimização no pagamento de impostos

O principal motivo para a abertura de uma empresa na área da saúde, mesmo que para atuar de forma independente, é a redução no pagamento de impostos. Isso porque, ao trabalhar como autônomo, um médico facilmente pode chegar no percentual de 27,5% da tabela progressiva do Imposto de Renda Pessoa Física, o que representa um custo significativo dentro do orçamento.

Ao optar pela abertura de empresa dentro de um dos modelos disponíveis (Lucro Presumido, Lucro Real ou Simples Presumido), os impostos pagos pela empresa costumam ficar bastante abaixo desta faixa de contribuição. Assim, mesmo com os custos envolvidos em mensalidade do contador, INSS sobre o pró-labore e aluguel do endereço virtual da empresa, é possível ter uma otimização no orçamento, de forma totalmente legal.

2. Diferentes possibilidades de enquadramento tributário

Como falamos no tópico anterior, existem diferentes possibilidades de enquadramento para abertura de uma empresa na área da saúde. Em geral, o Lucro Presumido costuma ser o mais vantajoso para atuar como médico, mas apenas um especialista em contabilidade poderá ajudar a definir a melhor opção, levando em consideração a sua especialidade, a atividade que irá desenvolver em sua empresa e o seu lucro mensal médio.

Vale lembrar que, se a atividade profissional estiver prevista na Resolução da Anvisa, a carga tributária é menor. Isso diz respeito às atribuições descritas abaixo:

 

  • Prestação de atendimento eletivo de promoção e assistência à saúde em regime ambulatorial e de hospital-dia – atenção à saúde incluindo atividades de promoção, prevenção, vigilância à saúde da comunidade e atendimento a pacientes externos de forma programada e continuada;
  • Prestação de atendimento imediato de assistência à saúde – atendimento a pacientes externos em situações de sofrimento, sem risco de vida (urgência) ou com risco de vida (emergência);
  • Prestação de atendimento de assistência à saúde em regime de internação- atendimento a pacientes que necessitam de assistência direta programada por período superior a 24 horas (pacientes internos);
  • Prestação de atendimento de apoio ao diagnóstico e terapia- atendimento a pacientes internos e externos em ações de apoio direto ao reconhecimento e recuperação do estado da saúde (contato direto).

 

3. Oportunidades profissionais

Não se pode negar, atualmente a maior parte das oportunidades para atuar em clínicas médias são tornando-se sócio de uma ou, então, prestando serviços por meio de um CNPJ. Portanto, se o seu objetivo é ampliar a sua carreira, para poder atuar como médico em hospitais, clínicas e consultórios, abrir uma empresa pode ser um primeiro passo importante.

Este fator é especialmente importante para os médicos que estão começando na profissão, não só por abrir oportunidades, mas também por permitir conhecer o dia a dia em diferentes práticas para escolher o foco para o futuro.

4. Construção de nome profissional

Da mesma forma, mesmo para os profissionais mais experientes, existe a necessidade de construção e manutenção de uma reputação profissional, que, sem dúvidas, é impulsionada ao se fazer atendimentos em consultório particular ou em uma clínica especializada.

Por isso, abrir uma empresa pode ser um bom caminho para construir aos poucos a sua base de pacientes e de indicações para atuar como médico.

5. Novos serviços para empresas de pequeno porte

Se antigamente manter uma empresa em qualquer área era sinônimo de altos custos, felizmente, nos dias de hoje, diversos serviços vêm se consolidando para facilitar a vida do empreendedor. O que também acontece na área da saúde!

Não é mais preciso, por exemplo, manter a estrutura de um consultório para ser utilizado apenas alguns dias por semana. Planos de endereço comercial que possibilitem o aluguel de salas com horário pré-agendado são uma excelente opção, contanto inclusive com recepção e atendimento telefônico.

A contabilidade também foi reinventada, com escritórios de contabilidade prestando serviços online e de mais baixo custo, significando uma redução no orçamento.

Não se esqueça de contar com os especialistas!

Não há dúvidas de que abrir empresa para atuar como médico tem se mostrado cada vez mais uma excelente opção para construir reputação, otimizar o orçamento e diversificar a carreira. Cabe lembrar, entretanto, que a área da saúde possui muitas normas, registros e regulamentações a serem considerados na hora de abrir um CNPJ. Por este motivo, não deixe de consultar os especialistas na hora de dar esse passo importante. Escritórios de contabilidade especializados na área médica e empresas de serviços de endereço fiscal com experiência no setor podem ser seus parceiros para o crescimento estruturado!