Categorias
Endereço Fiscal

Revelamos a importância de ter um endereço fiscal

Você sabe a importância de possuir um endereço fiscal? É algo fundamental para qualquer empresa, seja ela grande ou pequena.

No texto de hoje, vamos explicar o que é o endereço fiscal e toda a importância que ele possui, além disso vamos explicar a diferença que existe entre o fiscal e o comercial. 

O texto será excelente para pequenos empreendedores ou para futuros empreendedores, porque trará a explicação de algo que será necessário para dar vida a esses empreendimentos. Caso não saiba, você irá descobrir, que sem um endereço fiscal, não será possível abrir a sua empresa.

O que é um endereço fiscal? 

O endereço fiscal é utilizado para a abertura da empresa, é usado para registros legais junto aos órgãos oficiais, que são responsáveis por autorizar as atividades da empresa.

Para abrir uma empresa será necessário possuir esse endereço, sem um, não será possível a abertura e registro de qualquer empresa.

Será o endereço que irá aparecer nos documentos da empresa, como o CNPJ, por exemplo. Será usado também na emissão de notas fiscais, bem como em documentos que contenham o endereço. Dessa forma, deverá ser utilizado para comunicação presencial e/ou por correspondência.

Importante! Para que sua empresa possua esse endereço, será preciso ter um imóvel, caso seja alugado, será preciso uma autorização do proprietário do imóvel, para de ambas as formas, realizar a legalização da empresa com a Receita Federal.

endereço-comercial

Qual a diferença de endereço fiscal e comercial? 

Como já explicado acima, o endereço fiscal será para assuntos burocráticos e para abertura da empresa. Já o endereço comercial, será onde a empresa irá atuar com as suas operações, receber clientes, divulgar em materiais publicitários, mídias sociais, sites e etc. Será onde as pessoas/clientes encontrarão sua empresa. 

Nada impede e é bem comum, principalmente com empresas grandes, que os dois endereços sejam no mesmo lugar. Quando um empreendedor possui apenas um endereço fiscal, é provável que ele tenha feito dessa forma para poder começar a empreender e posteriormente adquirir/alugar um outro local para ser seu endereço comercial. 

Dessa forma, endereços fiscais são utilizados por empreendedores que desejam abrir uma empresa, e não possuem endereço comercial. Dessa forma, eles poderão abrir a empresa com o endereço fiscal. Esse tipo de endereço é comum para profissionais independentes, freelancers, entre outros que atuam em home office, no cliente diretamente ou estão em coworking, para dessa forma poderem atuar sem precisar de um endereço comercial.

Por que é tão importante?

Antes de mais nada, sem um endereço fiscal não será possível abrir uma empresa. Isso já torna a sua importância auto explicativa. Com ele, você poderá comprovar legalmente a existência da empresa. 

O endereço fiscal será o responsável por manter a sua empresa regulamentada. Como já citado acima, esse endereço será excelente para empreendedores que não podem (por questões financeiras e/ou de logística) ou não querem ter um local comercial, porque com o endereço fiscal ele poderá dar vida ao seu (pequeno) empreendimento.

Dica! Para profissionais independentes, empreendedores e demais modalidades, trazemos uma excelente dica para utilizar como endereço fiscal da sua empresa. Conheça a Smart Escritórios Inteligentes, nela você poderá trabalhar em escritórios compartilhados/coworking, além disso, nela você poderá registrá-lo

Além de eliminar boa parte da burocracia, você economizará em água, energia elétrica, manutenção, limpeza, IPTU e demais gastos que ter um escritório trarão para a sua empresa. Com planos a partir de R$79,90 mensais, você poderá contar com tudo isso. Visite o site e saiba mais

Na Smart além de você poder ter um endereço fiscal, você também poderá ter o seu local comercial, são muitos benefícios extras, não deixe de conhecer!

Dúvidas frequentes sobre o endereço fiscal 

Vamos trazer algumas dúvidas frequentes que você poderá ter sobre:

O endereço fiscal poderá ser residencial?

Na maioria dos casos (dependendo do ramo escolhido), a resposta é sim. Para MEI é garantido legalmente, utilizar a sua residência como esse endereço.  

Para possuir um endereço residencial terá que respeitar alguns pontos:

  • O dono ou ao menos um dos sócios precisará residir no local;
  • Caso o endereço seja alugado, será necessário a permissão do proprietário
  • Caso o endereço seja em um condomínio, será necessário a permissão do síndico do local.

Ter um local comercial é obrigatório?

Como explicado no artigo, um endereço comercial é o local onde o empreendimento vai funcionar, receber clientes, ter os seus colaboradores, etc.

Porém, o que será obrigatório para a abertura de uma empresa será o endereço fiscal. O local comercial será necessário para alguns empreendimentos. Para pequenos empreendedores, consultores, profissionais independentes e freelancer, não será necessário em endereço comercial. 

Conclusão

No artigo de hoje, aprendemos o que é um endereço fiscal, além disso, aprendemos a diferença entre os endereços. E trouxemos mais algumas curiosidades sobre o tema, que você (provavelmente) não sabia.

Gostou do texto? Para continuar acompanhando mais dicas e artigos que ajudarão a sua empresa a crescer, continue lendo nosso blog e acompanhe a Smart também no YouTube, inscreva-se no canal e marque o sininho, para receber notificações sempre que tiver um vídeo novo.

Agradecemos a sua leitura e esperamos que possamos ter esclarecido as suas dúvidas. Nos veremos em breve, em um próximo artigo. 

Categorias
Empreendedorismo

Principais motivos para fechar sua empresa (IMEDIATAMENTE!)

No texto de hoje, vamos descobrir alguns motivos que indicarão se a sua empresa deve ser fechada imediatamente (ou não). Além disso, vamos dar dicas para quem pretende iniciar um negócio e não está a fim de ter que fechar logo de cara.

Existem muitos jeitos de administrar uma empresa do jeito certo, mas muitos empreendedores por inexperiência ou por puro empirismo, preferem não utilizar as diretrizes corretas, seja por achar irrelevante ou para reduzir custos (de forma errada) nos processos.

Nesse artigo, vamos entender a mentalidade e práticas por trás de algumas empresas que já fecharam, por não entender sobre empreendedorismo e/ou sobre o mercado que está inserido.

Fique atento para descobrir se a sua empresa está seguindo com boas práticas ou se está rumo a um colapso total. Para poder dar a volta por cima ou evitar alguns erros, fique conosco neste texto. 

Principais motivos que causam fechamento de empresas

Muitos vão dizer: DINHEIRO!. Sim, está correto, porém resumir o fechamento de uma empresa unicamente pelo dinheiro, é deixar para trás uma lista de motivos que levaram a falta de dinheiro.

Vamos listar alguns dos principais motivos que levam a fechar uma empresa. Tome cuidado para não cometer esses erros, ou a sua empresa poderá fazer parte de uma estatística nada positiva, das empresas que fecharam no Brasil.

fechamento-de-empresa

Não planejar = chance zero de sucesso 

“É possível ter uma empresa de sucesso sem planejar? Conheci alguém que ficou rico sem planejar!” Sim, é possível, da mesma forma que é possível ganhar na loteria!

O planejamento é algo fácil de entender, mas muitas vezes é difícil de aplicar. Com planejamento, as chances de sucesso aumentam consideravelmente, planejar não é um sinônimo de sucesso, mas no mundo dos negócios podemos dizer que é quase.

O principal motivo das empresas fecharem é falta de planejamento, e será o causador de todos os outros motivos listados aqui. Planejamento que vem desde escolher seu ramo de trabalho, até gerenciar crises, tudo irá depender de planejamento. Caso contrário só restará torcer pelo melhor, jogar um jogo de azar, onde as chances de vencer são perto de zero.

Cuidado para não estar seguindo uma administração “freestyle”! Ainda mais com o mundo em meio a uma crise global, e como uma nova economia surgindo.

Gastar descontroladamente = falência chegando

Novamente estamos frente a um problema de planejamento, o planejamento financeiro. Não dá pra controlar fatores como: “quanto vou vender esse mês?” ou “será que terei lucro esse mês?”, mas dá pra controlar outros fatores que irão proteger a sua empresa de um mês/período ruim. 

Abrir uma empresa (do modo convencional) sem dinheiro é um tiro no pé, o principal fator que irá garantir a vida útil da sua empresa é ter um capital de giro positivo e generoso (dentro do possível). Não precisa ser um valor milionário, mas que garanta certa liberdade empresarial por alguns meses.

Caso não tenha dinheiro e tenha o sonho de ser um empreendedor, pesquise sobre profissionais independentes, escritórios compartilhados/coworking, freelancer e outras modalidades para empreender, gastando pouco.

Mas nem só de capital de giro viverá a sua empresa. Boas práticas dentro da administração da empresa, são essenciais. Ter a certeza de estar investindo em produtos/serviços que tragam bons retornos, pagar salários realistas, fazer investimentos pontuais (e necessários) para crescimento da empresa, evitar dar passos maiores que as pernas, etc. Existem um “sem fim” de motivos para uma administração funcionar, da mesma forma que existem um “sem fim” de motivos para uma empresa ir à ruína. 

Para iniciantes no empreendedorismo é muito comum um certo descaso com o capital da empresa, o que é uma forma de enterrar a própria empresa em um buraco sem fim.

Quando se trata de dinheiro, tenha a certeza de estar trabalhando em prol de reduzir custos de uma maneira que não prejudique a empresa, de negociar para ter descontos com fornecedores, estar capacitado ou contratar alguém capaz de gerir o financeiro da sua empresa, fazer empréstimos/financiamentos apenas com a certeza que poderá pagar e se for estritamente necessário, além de ter a certeza que possui um bom produto/serviço para oferecer aos clientes.

Afinal, o sucesso depende da qualidade da empresa e como os clientes a vêem. A melhor administração do mundo não será capaz de manter uma empresa, se o seu produto/serviço for ruim. Simples assim.

Outros fatores que mal trabalhados fecharão a sua empresa

Vamos reunir (mais) alguns motivos que poderão fechar a sua empresa:

  • Ser só mais um no mercado: será vantajoso abrir uma empresa em um mercado saturado e não trazer nada novo? Com certeza, não! Aposte em um serviço/produto diferente, saiba buscar boas referências, para poder trazer algo novo. 

Já existem milhões de empresas, busque ser diferente para trazer clientes para o seu empreendimento. Além disso, busque trabalhar com algo que seja do seu agrado e que te traga realização, dessa forma, irá refletir na sua empresa e as chances de sucesso serão bem maiores.

  • Falta de conhecimento: um empreendedor mal preparado e sem conhecimento criará uma empresa fadada ao fracasso. Não é necessário ser um expert desde que consiga contratar colaboradores qualificados, caso não seja o caso, tenha a certeza de ter capacidade de gestão.
  • Marketing “reverso”: se a sua empresa investe mal em marketing ou em alguns casos nem investe, será difícil que a sua empresa seja vista. Sem ser vista, as chances de sucesso ficam pequenas demais. Aposte em coisas novas, redes sociais são extremamente amplas e baratas para fazer uma excelente divulgação.
  • Abrir uma empresa só por abrir: tudo é uma questão de metas e objetivos, é necessário estar ciente de tudo antes de dar o passo para abrir uma empresa, para não ficar perdido depois de estar inserido no mercado.

Além disso, uma empresa deverá ter metas e objetivos para poder crescer, crescimento é necessário para o sucesso, ficar estagnado tempo de mais também poderá causar o fechamento da sua empresa. O mercado não costuma “perdoar” empresas que não buscam crescer (de uma maneira correta).

  • Falta de profissionais capacitados: além de tomar todo cuidado com planejamento e gestão, será necessário para o sucesso da sua empresa, que ela tenha profissionais qualificados. Colocar alguém despreparado, em cargos importantes e secundários, será extremamente danoso para qualquer empresa.

Se não houver uma excelência vindo de dentro da empresa, com esforços e sinergia de todos os setores, dificilmente a empresa terá êxito. Tenha a certeza de estar trabalhando com profissionais ajustados com a mentalidade e objetivos da sua empresa.

Dessa forma, todo o trabalho será bem feito e o colaborador vai entender que o sucesso da empresa refletirá no sucesso do próprio colaborador. Porém, tenha a certeza de ser um gestor que trata bem seus colaboradores, afinal, eles são os elos que manterão a sua empresa de pé. 

Bons salários e salários justos serão um diferencial, tenha a certeza de estar remunerando bem os bons profissionais e substituindo os colaboradores que estiverem em desacordo.

Feche a empresa, a concorrência agradece

A concorrência está contanto com o seu fracasso e com a sua desistência. Dessa forma, o mercado ficará maior para ela e os lucros também. Mas sabemos que não é isso que você quer, correto? Dessa forma, o texto de hoje segue como um alerta para os empreendedores.

Se a sua empresa estiver seguindo algumas das práticas que listamos aqui, como a falta de planejamento, uma gestão financeira descontrolada, ser só mais uma no mercado, estar cercado de colaboradores que não acreditam na empresa, ter um marketing mal trabalhado e falta de metas e objetivos, temos uma péssima notícia para você: sua empresa tem pouco tempo de vida.

Caso seja esse o caso, faça uma reflexão e comece a seguir com boas práticas. Para os novos empreendedores, tenha certeza de planejar tudo da melhor forma, antes e durante a vida da empresa. Para não ser um empreendedor fracassado, busque inteligência empresarial e conhecimento, para dessa forma ser um diferencial no mercado.

Importante! Caso a sua empresa esteja em um momento crítico, ou já esteja em um caminho sem volta, saiba identificar muito bem esses pontos, infelizmente, alguns erros são fatais e muitas vezes empreendedores precisam fechar o seu negócio. As vezes dar um passo para trás será necessário para aprender e voltar mais forte e capaz. Muitos empresários de sucesso acabaram fechando os seus negócios e tiveram sucesso com o próximo. Nem tudo está perdido, desde que tenha a capacidade de aprender com os próprios erros e não repeti-los.  

Conclusão

No artigo de hoje, vimos alguns motivos que fazem empresas fecharem, além disso, aprendemos boas práticas para evitar insucessos no seu empreendimento, evitando o fechamento e garantindo uma saúde financeira para criar um caminho de crescimento e sucesso para a sua empresa. 

Para mais artigos relevantes sobre empreendedorismo, continue lendo o nosso blog, acesse nosso canal no YouTube para vídeos completos que ajudarão e muito o seu empreendimento. E para os que gostam de uma boa leitura, recomendamos o livro “O Empreendedor Smart”, que irá abrir os olhos de muitos empreendedores para empreender na forma mais inteligente possível, agindo dessa forma, com certeza a sua empresa não irá fechar.

Agradecemos a leitura e nos vemos em breve.

Categorias
Destaque

Desenvolvimento de liderança: esse é o caminho para se aprimorar como líder!

Qual a melhor forma de desenvolver a liderança? No artigo de hoje, mostraremos o caminho!

A liderança será o motor por trás de toda a empresa, o líder é um dos membros mais importante de toda a equipe, será ele que irá tomar as decisões e guiar a empresa para os rumos esperados. Um líder ruim, irá afundar qualquer empresa.

Com isso, fica evidente que todo empreendedor ou futuro empreendedor deverá desenvolver sua liderança. No artigo de hoje traremos excelentes dicas para o desenvolvimento de liderança. 

O que é desenvolvimento de liderança?

Vamos entender o desenvolvimento de liderança como um conceito. Dessa forma o desenvolvimento de liderança deverá ser uma constante para qualquer líder e empresa.

O desenvolvimento de liderança será imprescindível para a evolução da empresa, da equipe e do próprio líder. Só com o desenvolvimento de liderança será possível lidar com todos os problemas que terão diariamente na empresa.

De forma objetiva, o desenvolvimento da liderança será a busca de evolução que o líder irá traçar. Aperfeiçoando-se cada dia mais para ser um líder melhor.

desenvolver-líder

Dicas para desenvolver a liderança

Seguem dicas que ajudaram no desenvolvimento de liderança:

Comece entendendo seu estilo de liderança e que tipo de líder quer ser

Antes de mais nada, para poder desenvolver a sua liderança, será necessário identificar o tipo de líder que você é e também entender o tipo de líder que gostaria de ser.

Temos diferentes tipos de líderes, dentre os quais podemos listar:

Líder autocrático

Esse é o líder que foi estereotipado, que é ele o único que toma as decisões e todos terão que seguir à risca as suas ordens. Dessa forma, ignorando completamente opiniões contrárias e (na maioria das vezes) não levando em conta as opiniões dos colaboradores. 

Observação: esse tipo de líder costuma não ser muito querido pela equipe e muitas vezes são temidos, porém existem muitos líderes autocráticos que tiveram muito sucesso. Ser autocrático não significa estar errado em suas escolhas, porém será muito mais saudável ser um líder admirado e respeitado. Dessa forma fica a reflexão de até que ponto esse tipo de liderança pode funcionar e você gostaria de ser um líder assim.

Líder democrático

O líder democrático é o oposto do autocrático, sendo aberto ao diálogo e estimulando que os seus colaboradores deixem a sua opinião sobre os projetos e afins. Preocupando-se bastante com a motivação e felicidade da equipe. Esse tipo de líder costuma conquistar toda a equipe, trazendo ela para perto.

Líder liberal

O líder liberal é o tipo de líder que delega as funções, confiando e atribuindo responsabilidades para a equipe. Dessa forma, a empresa terá vários “líderes” de seus setores. Esse tipo de liderança estimula o amadurecimento da equipe, tornando-a mais capaz de tomar decisões.

Líder coach/técnico

O líder coach/técnico como o nome sugere, é o tipo de líder que se concentra em desenvolver os membros da equipe. Identificando pontos fortes e fracos de cada um, ele irá sempre fazer com que os colaboradores se aperfeiçoem no seu trabalho e estejam no setor que mais poderão ajudar. Ele costuma ser respeitado por toda equipe, por conhecer tecnicamente todos na empresa.

Líder motivador

O líder motivador trabalha muito o lado emocional e com a motivação da equipe. Inflando a equipe a sempre buscar o bem comum e crescimento da empresa. 

Líder carismático

O líder carismático consegue conquistar as pessoas pelo seu carisma e jeito de ser. Esse tipo de líder faz as pessoas “lutarem” por ele, por ter um alto grau de persuasão.

Qual o melhor líder?

Listamos diferentes tipos de líderes, todos tem suas próprias características e modo de liderança. Todas as formas tem seu lado positivo e seu lado negativo, dessa forma além de apenas liderar o líder deverá desenvolver a sua capacidade de empreender e gerir, para dessa forma, com seu estilo de liderança, poder colar a equipe no rumo certo.  

Vale lembrar que esses são tipos baseados em características, um líder pode liderar de diferentes formas em diferentes contextos, dessa forma, não ficando preso a um estereótipo. 

O importante é sempre buscar desenvolver a sua liderança, de modo a tornar a sua empresa melhor, evidenciando a boa relação entre o líder e a equipe. Vamos para mais dicas (práticas) que ajudarão no desenvolvimento do líder.

Incentive a criatividade e seja criativo!

A criatividade é responsável por todo o desenvolvimento que temos hoje. Dessa forma o líder deve estimular a própria criatividade, bem como, a criatividade de toda a equipe.

Assim, todos irão se desenvolver e se tornarão membros mais valiosos para a empresa.

Seja um modelo!

O bom líder é aquele que fará toda a equipe se espelhar nele, como um modelo positivo de liderança. Quando a equipe ver no líder um modelo, tudo ficará mais fácil, eles vão respeitar cada vez mais as escolhas de líder e irão admirar sua liderança.

Demonstre as qualidades que você busca na sua equipe!

Tenha amor pelo seu trabalho!

Esse é um ponto importantíssimo para todo o desenvolvimento de liderança. Se o líder tiver amor pelo seu trabalho, tudo ficará mais fácil e orgânico e irá demonstrar para a equipe que o líder se importa verdadeiramente com eles e com a empresa.

Saiba ouvir e se comunicar!

Um líder deve saber passar com muita clareza a mensagem que quer que a equipe ouça. Com uma comunicação cheia de ruídos não será possível que a equipe absorva, da forma desejada, as informações.

Além de saber se comunicar, uma forma de desenvolver cada vez mais a liderança, será em saber ouvir a equipe, para junto deles tomar as melhores decisões.

Muitas vezes o líder terá que corrigir e/ou chamar a atenção de algum membro da equipe, isso é normal dentro de qualquer empresa, o estranho será quando não houver nenhum tipo de atrito.

O bom líder, precisa saber conversar e lidar com os membros da equipe, para o desenvolvimento da liderança será um dos pontos mais importantes. O bom líder precisa desenvolver (e muito) a sua forma de se expressar. 

Evite chamar a atenção ou explanar os problemas de um membro da equipe, na frente de todos. Conversar com cada um no particular, para poder lidar da melhor forma, sem expor ninguém. Caso precise demitir um membro, também lidar com isso da forma mais profissional e humana possível. 

Seja positivo!

Ser um líder positivo será de grande influência sobre a equipe, o bom líder sabe lidar com os problemas da melhor forma possível. Negatividade só irá fazer mal para o ambiente de trabalho. Trabalhar sobre uma redoma de positividade fará tudo ficar mais leve e fácil de lidar, principalmente com os problemas.

Incentive e motive a sua equipe!

O bom líder é aquele que incentiva a sua equipe, seja com ideias ou outras contribuições. Fazer o colaborador se sentir útil e valorizado, fará com que ele trabalhe melhor e também com que ele evolua e contribua cada vez mais.

A motivação é o combustível dentro de qualquer negócio, pessoas motivadas renderão muito mais. O bom líder deverá encontrar formas de manter a equipe sempre motivada.

Recompense e reconheça

Seguindo a linha do incentivo e da motivação, também será ótimo para o líder recompensar e reconhecer a equipe. 

O bom líder é aquele, que não só aponta erros, mas que reconhece quando o trabalho é bom feito. O colaborador é um elo importante da empresa, o líder sempre deve deixar a equipe ciente disso.

Recompensas financeiras serão muito bem-vindas quando a equipe executar um trabalho acima do esperado e/ou quando alcançar a meta proposta. Dessa forma, o líder garante que o colaborador queira continuar na empresa, sempre ajudando-a a crescer.

Evolua cada vez mais!

O líder não deverá ficar estagnado. Ele deve buscar se desenvolver cada vez mais. Estudar e buscar conhecimento devem ser diretrizes seguidas por todos os líderes. Não se pode parar no tempo, ou o mercado irá passar por cima do líder e da empresa. 

Seja diferente dos demais, evolua juntamente com toda a equipe, para a empresa poder evoluir também. As empresas são reflexos dos seus líderes, dessa forma o líder deverá sempre estar em constante evolução, para poder colher os frutos de todo seu trabalho e esforço.

Conclusão

No artigo de hoje aprendemos sobre o desenvolvimento de liderança. Trouxemos exemplos de formas de liderar, mostrando características e tipos de líderes mais comuns em empresas. Além disso, trouxemos dicas excelentes que ajudarão empreendedores a desenvolver cada vez mais seu espírito de liderança.

Como forma de conclusão, vamos revisar alguns pontos muito importantes para qualquer líder e entender os rumos que um bom líder deverá tomar. O líder deverá buscar sempre o seu desenvolvimento, capacitando-se cada vez mais, deverá liderar sempre respeitando, incentivando e valorizando a sua equipe, também deverá se preocupar com o desenvolvimentos de seus colaboradores, porque com eles evoluindo e motivados a empresa terá elos extremamente fortes. 

Os bons líderes do futuro, serão líderes que buscarão cada vez mais a evolução constante de todos os setores e colaboradores da empresa. Para com isso a empresa crescer e evoluir cada vez mais.

Para mais dicas e artigos relevantes sobre liderança e empreendimento, continue lendo nosso blog. Para desenvolver ainda mais suas habilidades de líder e empreendedor leia o livro “O Empreendedor Smart”, ele trará exemplos práticos para seguir. Visite também nosso canal no YouTube.

Agradecemos a sua leitura e nos vemos em um próximo artigo.

Categorias
Finanças

Precisando de caixa? 3 formas de conseguir capital de giro sem recorrer a empréstimos

O capital de giro é o que garantirá o lado financeiro da empresa. Ter formas para conseguir capital de giro sem recorrer a empréstimos, será fundamental ao empreendedor

No artigo de hoje, vamos entender mais sobre capital de giro e dar excelentes dicas de como conseguir capital de giro sem recorrer a empréstimos. Além disso, vamos te ajudar a entender como deverá agir para garantir um dinheiro saudável para seu empreendimento.

O que é Capital de Giro? 

É o fundo financeiro de reserva, para garantir recursos para a empresa funcionar independente das entradas do caixa.

Existem diferenças no Capital de Giro?

Podemos dividir os tipos de capital de giro em quatro:

Capital de giro líquido

Esse é composto pelos recursos financeiros da empresa. Exceto pelos não circulantes, que são os recursos garantidos no médio ou longo.

Que podem  ser de quatro tipos: Investimentos, de médio e longo prazo, intangíveis e imobilizados. Como exemplo de capital de giro líquido temos os bens e imóveis.

Capital de giro próprio

Refere-se a todo dinheiro disponível para uso da empresa, sem necessitar de empréstimos.

Capitais de giro associados a investimentos 

Os capitais de giro associados a investimentos, são destinados a pagamento de despesas que a empresa terá que efetuar sobre investimentos. Exemplo: financiamentos para compra de equipamentos.

Capital de giro no negativo

Quando o capital de giro está no negativo, significa que a empresa não terá recursos disponíveis para pagamento dos seus débitos.

dinheiro-empresa

Como conseguir capital de giro sem ser por empréstimo? 

Agora chegamos ao cerne da questão, como conseguir capital de giro sem recorrer a empréstimos.

Vamos citar as 3 principais estratégias para conseguir capital de giro sem empréstimos: descontos de duplicatas, compra de carta contemplada e refinanciamentos de bens.

Descontos de duplicatas

O desconto de duplicatas é quando a empresa repassa para o banco duplicatas e o banco antecipa o valor para a conta corrente da empresa, com a cobrança de juros pela antecipação.

Os modos de descontos de duplicatas podem ser vários, mas vamos apresentar as mais comuns:

Cobrança simplificada: nesse modo, a empresa recebe os valores das duplicatas e o banco considera que a empresa irá quitar seu compromisso no prazo devido, pelo pagamento dos seus clientes. Caso não sejam quitados, o valor será descontado da empresa.

Cobrança caucionada: já nesse outro modo a empresa irá contratar um empréstimo e o banco tomará como garantia as duplicatas de suas vendas. E a empresa poderá solicitar uma parte como adiantamento.

Atenção! A empresa será a responsável pela quitação dos títulos em caso de não pagamento. É necessário ter cuidado e organização, para esse tipo de operação, podendo ser um “tiro no pé” no financeiro da empresa.

Compra de carta contemplada

Para esse tipo de operação, a empresa comprará uma carta de crédito que já foi contemplada e o dono a colocou para venda. Dessa forma a empresa terá um valor elevado e poderá assumir o pagamento de parcelas acessíveis, garantindo assim um bom capital de giro.

Além disso, com essa compra de carta contemplada a empresa poderá garantir o investimento em diversos outros setores, desde ampliação até compra de equipamentos, por exemplo.

Refinanciamentos de bens

Para o  refinanciamento de bens, a empresa utilizará de um bem já quitado como garantia, dessa forma, fazendo um empréstimo com taxas mais atraentes. Recomendamos esse tipo de operação para quando a empresa estiver em uma situação de alto risco.

Porque a empresa colocará um bem seu (já quitado) como garantia, ficando alienado até que todo o pagamento seja efetuado. Ao chegar nesse ponto é possível que a empresa não tenha tido um controle correto e organizado das suas finanças. É um sinal de alerta!

Porém, caso não reste outra possibilidade, será extremamente necessário que a empresa tenha a certeza que irá conseguir quitar a dívida. Planejando uma estratégia para que a empresa possa pagar esse refinanciamento dentro dos prazos.

Como manter a saúde do capital de giro?

A melhor forma para ter um caixa da empresa saudável, é agir com cautela e planejamento. Será necessário ter muita disciplina com o financeiro da empresa para evitar surpresas desagradáveis.

Será fundamental para o empreendedor saber negociar sempre que necessário, principalmente com devedores e fornecedores. Sempre que possível, negocie pagamentos à vista com desconto, junto aos seus fornecedores e incentive formas de receber à vista de seus clientes.

Acompanhe de perto toda a administração do dinheiro da sua empresa, dessa forma, estará a par de tudo o que acontece e poderá decidir da melhor forma, garantindo um recurso saudável.

Conclusão

No artigo de hoje, aprendemos sobre como conseguir capital de giro sem ter que recorrer a empréstimos, aprendemos maneiras que poderão ajudar empreendedores a lidar com a falta de recursos em suas empresas, de uma forma justa e honesta.

Para mais artigos relevantes para empreendedores, continue lendo nosso blog. Você irá encontrar excelentes dicas, que ajudarão a empreender de uma forma inteligente.

Agradecemos a sua leitura e nos vemos em breve.

Categorias
Coworking

Por que profissionais liberais precisam de um coworking?

Está precisando de espaço para dar vida ao seu negócio, mas está sem condições ou não quer gastar altos valores com aluguel? O coworking é a melhor opção.

No texto de hoje, vamos te introduzir no mundo do coworking. Coworking é o local onde você poderá empreender da melhor forma possível, em um ambiente compartilhado (ou parcialmente compartilhado) com demais empreendedores, você terá gastos baixos e uma lista gigante de benefícios.

Um espaço de Coworking é entendido como um ambiente compartilhado por empresas e/ou profissionais independentes. Podendo ter o espaço dividido entre todos ou com salas fechadas (quando necessário).

O coworking está crescendo cada vez mais no mundo e no Brasil. Por contar com inúmeras vantagens/benefícios, o coworking tem se mostrado uma excelente escolha. Inclusive, muitas empresas estão separando setores de atendimento e reformulando para o coworking, pela economia.

Vantagens

É um local muito interessante para pequenos/novos empreendedores e trabalhadores independentes, porque além do intercâmbio com outros profissionais (pela proximidade) os custos acabam ficando bem mais baixos que um escritório convencional.

Na maioria dos casos, essas salas contam com escritórios, salas de reuniões, salas de treinamentos, cozinha, área de confraternização e recepção. Desse modo você terá diversas áreas para uso, além de contar com uma recepcionista para receber os seus clientes/parceiros comerciais. Além de uma localização privilegiada. 

Economia de dinheiro

Um dos maiores gastos com escritórios e salas, é o aluguel. Dependendo da localização, o valor pode facilmente duplicar. Dessa forma, muitos empreendedores e profissionais independentes, encontram um empecilho logo antes de dar vida ao seu negócio.

Com o coworking é possível inverter esse jogo! Além de terem planos (vamos ver alguns mais a frente) que ficam extremamente baratos (são baratos de verdade), eles contam com toda a estrutura para você crescer. Você irá economizar, mais de 90% do valor de um aluguel convencional. Economizando também com demais gastos, como luz, água, materiais de limpeza, recepção, entre outros, é um ganho incrível de capital.

A estrutura

O empreendedor que transferir seu escritório para o coworking, vai encontrar um local com uma estrutura diferenciada. A estrutura é toda pensada para atender você e seu público, dessa forma, você terá toda a estrutura que precisar para dar vida ao seu negócio.

Muitos podem se perguntar se terão privacidade em um coworking, e a resposta é SIM. Como explicado no começo, um dos trunfos do coworking seria esse intercâmbio entre profissionais, dividindo a mesma sala, o que é excelente para alguns tipos de trabalho. 

Porém se o seu trabalho necessitar de uma sala exclusiva e privada, o coworking também trará isso para você. Ainda existirão áreas de comum acesso, como recepção, cozinha, entre outros, porém na sala com o seu cliente, você terá total privacidade.

coworking-empresas

Um endereço comercial

Com um espaço coworking você terá também um endereço comercial fixo. O endereço da coworking será seu endereço comercial. Quem já teve que mudar de endereço comercial, toda vez que teve que se mudar, sabe do quanto essa burocracia é chata e desgastante.

Além disso, os espaços coworking já estão regularizados e prontos para usar. Garanta um endereço para usar nas suas mídias e materiais de marketing, pelo tempo que desejar. Você realmente estará pronto para iniciar seus trabalhos sem burocracia de uma forma extremamente rápida.

Localização

Além da parte estrutural e endereço comercial, a maioria dos coworking, conta com uma localização privilegiada, dessa forma, se tornando visível para um público bem maior, querendo ou não, uma boa localização fará toda a diferença para o seu negócio.

Com um coworking você acaba ganhando esse plus, que estar bem localizado trará para a sua empresa. 

Coworking: Smart Escritórios Inteligentes

Depois de toda a explicação do porque é vantajoso trabalhar em um coworking, vamos trazer uma dica e um exemplo de coworking. A Smart Escritórios Inteligentes conta com toda a estrutura de coworking para você dar vida ao seu empreendimento.

Ela possui unidades em:

Ela conta com dois planos: o Plano Smart Fiscal, a partir de R$79,90 e o Plano Smart Black, a partir de R$99,90. Visite o site e saiba mais falando com um consultor (os dois planos têm 2 meses grátis para assinantes no plano anual). 

Na Smart você terá onde dar vida ao seu trabalho, fazer seus treinamentos, fazer intercâmbio com outros profissionais e fazer reuniões em um ambiente de alta qualidade. Com um valor extremamente baixo você terá acesso ao melhor serviço e estrutura para o seu negócio. 

E irá economizar ainda em: diarista, energia, água, manutenção, entre outros detalhes que não terá que se preocupar. Além é claro, de um endereço comercial para o seu empreendimento, trazendo todos os benefícios já citados. 

Conclusão

No artigo de hoje te apresentamos o coworking, um local para você empreender do jeito certo, com a possibilidade de trocar conhecimentos com outros profissionais e/ou atender seus clientes da melhor forma.

Acompanhe nosso blog, nele você encontra as melhores dicas para empreender, além disso, visite nosso canal no YouTube.

Agradecemos a leitura e nos vemos em breve.

Categorias
Coworking Escritórios

Como escritórios compartilhados auxiliam no trabalho remoto de empresas e profissionais independentes?

Como economizar com aluguel e ainda trazer benefícios para o seu trabalho e/ou empresa? Descubra agora!

Pode parecer bom demais para ser verdade, mas temos a resposta que vai fazer empresas e profissionais maximizarem seus lucros e diminuírem os custos/despesas. O trabalho remoto é uma excelente opção para empresas e profissionais independentes que querem economizar dinheiro. 

No texto de hoje, vamos analisar como escritórios compartilhados irão auxiliar no trabalho remoto. Iremos trazer os inúmeros benefícios que esse modelo de trabalho terá e uma excelente dica de escritórios compartilhados.

Trabalho remoto e os escritórios compartilhados

O trabalho remoto é todo trabalho prestado à distância. Dessa forma, o colaborador e/ou profissional independente poderá estar em qualquer lugar do país ou do mundo. Os modos mais comuns são o home office e o coworking

Vantagens dos escritórios compartilhados

Uma das melhores formas de trabalho remoto, é o coworking, que são os escritórios compartilhados. Com essa escolha o empreendedor e os profissionais independentes estarão acertando em muitos pontos.

Economia de dinheiro

Novos empreendedores e profissionais independentes, geralmente, começam sem um capital tão elevado. Para eles, escritórios compartilhados serão uma excelente saída para poder investir seu dinheiro no seu trabalho. 

Sabemos que o aluguel costuma ter um valor muito elevado, dessa forma, o aluguel acaba sendo um impeditivo para novos empreendedores. Ter um capital maior, com certeza, fará muita diferença para qualquer novo empreendedor. Dessa forma, o coworking garante mais profissionais e empreendedores ativos.

Escritórios compartilhados são extremamente mais baratos que escritórios convencionais. Além disso, os escritórios compartilhados, garantem a economia em manutenção, energia elétrica, água, Iptu, condomínio, limpeza e até serviço de recepção.

Intercâmbio de informações

Trabalhar em escritórios compartilhados, trará muitos contatos com profissionais de diferentes áreas. Dessa forma, além de estar cercado de outros excelentes profissionais, as oportunidades de networking são gigantes.

Em uma simples conversa poderão surgir excelentes oportunidades para parcerias. Essas oportunidades estarão a poucos metros de distância em um escritório compartilhado, em uma simples pausa para o café muita coisa pode acontecer.

Exemplo: se um designer de sites conversar com um empreendedor do ramo imobiliário, e o empreendedor estiver precisando melhorar o seu site para ter mais acessos, será um excelente momento para o designer conseguir mais um cliente. Ambos sairão ganhando. 

Eficiência no trabalho

Além das vantagens já citadas, é muito importante salientar que trabalho remoto e escritórios compartilhados, trarão a possibilidade de trabalhar com pessoas de qualquer lugar no mundo. Com uma conexão de internet qualquer distância desaparece.

Dessa maneira, tanto para o profissional qualificado que está procurando projetos, quanto para o empresário que está precisando de um serviço de qualidade e/ou de uma equipe completa, o trabalho remoto terá a solução.

Muitas empresas optaram por transferir setores inteiros para escritórios compartilhados, dessa forma as equipes ficam concentradas em escritórios compartilhados, trabalhando com maior tranquilidade e qualidade, e pelo tempo que precisar.

Endereço privilegiado e endereço comercial

Os escritórios compartilhados, na maioria dos casos, se localizam em bons endereços, dessa forma além de aumentar a qualidade de trabalho, também terá a vantagem de ter uma vitrine para muitos novos clientes. 

Os bons escritórios compartilhados, contam com salas de reuniões e salas de treinamentos, dessa forma possibilitando receber clientes e marcar reuniões importantes.

Além disso, servirão de endereço comercial para o profissional/empreendedores, garantindo um endereço bem localizado sem se preocupar com burocracia.

coworking-empresas

Dica de escritórios compartilhados: Smart Escritórios Inteligentes

A Smart Escritórios Inteligentes conta com escritórios compartilhados/coworking, com toda a estrutura, para profissionais independentes e empresas trabalharem remotamente. 

Você encontra um Escritório Smart nas seguintes localidades: Niterói – Rio de Janeiro, Rio de Janeiro – Jacarepaguá, Brasília – Asa Norte, Brasília – Asa Sul, Natal – Candelária e Teresina – Shopping Rio Poty.

A Smart possui dois tipos de planos: o Plano Smart Fiscal, a partir de R$79,90 e o Plano Smart Black, a partir de R$99,90 (ambos os planos garantem 2 meses grátis para assinantes anuais). Acesse o site e converse com um consultor. 

Nos escritórios Smart, empreendedores/profissionais independentes terão onde dar vida ao seu trabalho, fazer suas reuniões, treinamentos e realizar intercâmbio com outros profissionais em um ambiente de alta qualidade. 

Com um valor baixíssimo de parcela, ainda irá gastar 0 em: limpeza, energia elétrica, água, IPTU, manutenção, entre outros.Também irá contar com um endereço comercial para o empreendimento em um local extremamente bem localizado. 

Conclusão

Neste artigo explicamos como o trabalho remoto vem sendo utilizado por muitas empresas, além disso explicamos porque optar por escritórios compartilhados será uma excelente escolha para empreendedores (e suas equipes) e profissionais independentes que querem trabalhar remotamente.

Para mais artigos sobre empreendedorismo, continue acompanhando nosso blog, se inscreva no nosso canal no YouTube e vamos recomendar a leitura de um excelente livro sobre empreendedorismo: “O Empreendedor Smart”.

Agradecemos a leitura e nos vemos em breve!

Categorias
Escritórios

Como montar meu escritório com pouco dinheiro?

Uma pergunta que permeia a mente de muitos pequenos empreendedores é “como montar meu escritório gastando pouco?”. No artigo de hoje, vamos ajudar a responder!

Seja para você que quer montar um escritório para trabalhar em casa (home office, freelancer, consultores, etc.) ou está pensando em abrir o próprio negócio e precisa de um escritório barato.

Aprender a gastar pouco é muito bom para todo novo empreendedor, começando pelo escritório, será um excelente caminho. Mas não basta gastar pouco, é preciso conseguir montar um ambiente organizado, confortável e convidativo gastando pouco.

Como montar meu escritório?

Vamos trazer dicas de como você poderá montar seu escritório gastando pouco. Essas dicas irão se concentrar em home office e pequenos escritórios para novos empreendedores, levando em conta o espaço disponível e demais detalhes.

Como montar meu escritório em casa/empresa? 

Para montar um escritório na sua casa ou na sua empresa, temos que nos ater a um detalhe fundamental: tenho espaço disponível para meu escritório? Caso tenha um cômodo disponível, a missão será mais fácil, caso não tenha e tenha que adaptar um cômodo para isso, como seu quarto, por exemplo, também será possível, mas com algumas limitações.

Para ser mais abrangente, vamos considerar que o escritório terá um tamanho de pequeno a médio. Primeiramente, será necessário listar o que será necessário para o seu escritório. 

Mesa

Para a mesa, você pode optar por construir você mesmo, com dois cavaletes e um tampo de madeira você já terá uma mesa pronta, além de gastar pouco (você pode encontrar esses materiais em lojas de construção), você terá uma mesa grande e espaçosa. 

Caso não tenha muito espaço (ou queira ter mais espaço), pode ser interessante adquirir uma mesa com gavetas, para não gastar muito você pode acompanhar promoções em lojas e sites ou procurar em alguma loja de móveis usados. Lembre sempre de ver as condições do móvel e ter a certeza que tem o tamanho certo para seu tipo de trabalho.

Cadeira de escritório

Caso não tenha uma cadeira de escritório, você pode procurar em lojas de móveis (novos e usados) para escritório, por serem especializados eles poderão te ajudar a escolher a melhor opção. Com a cadeira será necessário se ater ao conforto, porque você poderá ficar horas sentado, dessa forma, pode ser um investimento um pouco maior, pelo seu custo benefício.

Prateleiras/Arquivos

Assim como a mesa, você pode fazer/adquirir prateleiras de madeira (ou outro material barato de sua preferência) ou comprar um estante com estrutura de alumínio com várias prateleiras, além de serem baratas, são bastante resistentes e tem muito espaço disponível.

Cadeiras ou poltronas (caso receba clientes)

Nesse ponto você pode aproveitar móveis que tenha na casa, como um sofá ou cadeiras, além de economizar você pode incrementar seu estilo no escritório. Caso não tenha, você pode encontrar em alguma loja de móveis usados, caso precise de mais móveis, você poderá conseguir um desconto ainda maior. 

escritório-em-casa

Computador/notebook

Esses são itens que possivelmente você já tenha, mas caso não tenha, opte por comprar com opções de prazo, comprar em 12 ou 18 vezes no cartão de crédito, pode ser interessante e as parcelas ficarão pequenas.

Assim como a cadeira de escritório, com o computador/notebook você deve investir em um modelo de qualidade (dentro do seu tipo de serviço).

Decoração e paredes

Para a decoração você pode aproveitar coisas que tem em casa, seja com vasos de flores, esculturas, fotos e/ou livros, dando seu toque pessoal e te fazendo se sentir em casa (caso seu escritório seja na empresa).

As paredes são excelentes opções para você colocar um quadro branco, onde você poderá organizar a sua agenda ou organizar seu trabalho, como ficará na parede, não irá utilizar muito espaço, além de ser um item relativamente barato.

Você também poderá dar uma passada em uma papelaria, para adquirir produtos baratos que te ajudarão a decorar e organizar o seu escritório. Opte por uma uma decoração minimalista, trazendo estilo e baixando o custo

Dica Extra: Iluminação natural

Para ajudar a economizar ainda mais, será interessante optar por um ambiente claro e que tenha muita luz natural para iluminar durante o dia. 

Coworking

Outra dica, para quem busca montar um escritório para o seu negócio gastando pouco, é conhecer a Smart Escritórios Inteligentes. Com a Smart você terá toda a ajuda para montar o seu escritório. Contam com um ambiente completo, com salas de reuniões e demais ambientes para você e sua equipe trabalharem. 

Tenha um endereço fiscal e toda infraestrutura para o seu empreendimento. E o melhor de tudo, você vai descobrir que gastará muito menos que um escritório convencional, com muitos benefícios a mais. A melhor resposta para a pergunta “como montar meu escritório gastando pouco?”, você encontrará na Smart.

Conclusão

No artigo de hoje, trouxemos excelentes dicas para você montar o seu escritório gastando pouco. Seja para trabalhar em casa ou para dar vida ao seu empreendimento, você obteve dicas valiosas para pôr em prática ainda hoje.

Para mais dicas sobre empreendedorismo, continue lendo artigos do nosso blog. Acesse também nosso canal no YouTube.

Agradecemos a leitura e nos vemos em um próximo artigo.

Categorias
Empreendedorismo Livro: Empreendedor Smart

De que forma a sua empresa terá sucesso? O livro: O Empreendedor Smart, irá lhe ajudar!

Pensando em empreender (ou já é um empreendedor) e está buscando um livro inspirador? Neste artigo, iremos te apresentar a escolha certa que é o Empreendedor Smart!

A ideia de todo empreendedor é acertar na escolha do empreendimento. Entretanto, para isso, ele precisa de gestão. O conceito Smart, apresentado no livro do CEO da Smart Coworking, irá te ajudar a conhecer os 03 pilares essenciais para o sucesso do seu negócio.

Com isso, você estará apto a gerir da maneira correta, independente do tamanho ou condição financeira, o seu empreendimento. Pequenas empresas, quando bem geridas ( e de forma inteligente) terão um caminho brilhante pela frente. Pequenas empresas, quando bem emprendidas (e de forma inteligente), terão um caminho brilhante pela frente. 

Qual assunto abordado pelo livro? 

Antes de mais nada, vamos trazer um breve resumo sobre o livro.

“O Empreendedor Smart” é um livro, não apenas sobre empreender, mas sim de que forma empreender. Fica claro que existem duas formas de empreender, de maneira inteligente ou de maneira não tão inteligente assim. O livro irá te mostrar o caminho certo a se seguir, o caminho que lhe trará maiores resultados.

Esses são os 3 motivos para ler o Empreendedor Smart 

Após entendermos que “O Empreendedor Smart” é um livro que irá lhe ajudar a entender o caminho sobre empreender, vamos listar 3 motivos (existem inúmeros outros) para você ler, de fato, esse livro.  

  • 01. Agindo de forma Smart

Com a leitura do livro, você irá aprender a forma Smart de empreender. Smart que significa inteligente, em inglês, é a forma mais inteligente de empreender. Empreendendo com inteligência, as chances do seu negócio dar certo são bem maiores.

O livro trará um tripé que redefinirá todo o modo de administrar a sua empresa: cultura, estratégia e gestão. A forma como a cultura será importante, e irá ditar muito da forma de como a boa gestão, será o diferencial para trazer uma estratégia de qualidade, conquistando clientes e colaboradores. 

A imagem que a empresa irá passar, poderá ser positiva ou negativa, e o empreendedor será o responsável por esses resultados. Tudo isso mostra a importância da cultura na sua empresa.

Frase retirada do livro:

“A ESTRATÉGIA de uma empresa só encontrará a vitória quando baseada em uma CULTURA forte e desenvolvida com uma GESTÃO excelente.” 

Com a leitura do livro, se ler com dedicação e afinco, a sua mente irá aprender a buscar cada vez mais conhecimento. O Empreendedor Smart deverá sempre estar buscando fontes para alimentar a sua inteligência. Ser Smart não será apenas um conceito, mas um modo novo de ver a vida e as oportunidades.

Melhore cada vez mais a sua gestão

“O Empreendedor Smart” irá trazer, grandes lições sobre gestão, que você poderá aplicar e colher os resultados. Gestão é gastar menos e ganhar mais, o livro, irá te mostrar como entender o seu fluxo de caixa da forma mais efetiva possível, trazendo saúde financeira para garantir a sobrevivência da sua empresa, em momentos de dificuldade.

O livro, também irá te mostrar os maiores inimigos da cultura empresarial forte e da boa gestão. Entre elas, o livro irá destacar: arrogância, prepotência, vaidade, entre outros. Ser Smart é se desprender desses pontos e buscar justamente o oposto, para ser um empreendedor que fará com que as pessoas e clientes te admirem. E também tomar as melhores escolhas, sem ser norteado pelo ego. Ser Smart é usar da lógica ao seu favor,

Ainda dentro da boa gestão, o livro irá te ensinar a definir metas. Para assim, poder dar o pontapé inicial para o sucesso. O livro irá te ensinar a focar e dar tudo de si, para tornar o seu negócio forte e sólido. 

Que apostar primeiramente em um negócio apenas, no lugar de vários, poderá te garantir foco total e excelência no que irá se propor a fazer. 

Não perca oportunidades

O livro também irá lhe mostrar como ficar mais atento às oportunidades. Irá focar na importância de não ter uma mente limitada. Você também irá aprender na prática (além da teoria) como se tornar um Empreendedor Smart. 

Com exemplos, o autor irá te mostrar o caminho que ele e outros percorreram até o sucesso, servindo para os pequenos empreendedores entenderem o caminho, que boas escolhas irão lhe trazer. 

A leitura deste livro é uma oportunidade e tanto, que você não deve deixar passar. Não dependa da sorte, dependa das boas escolhas. A sorte aparece quando a preparação encontra a oportunidade.

empresa-smart
  • 02. Com vender mais

Frase retirada do livro:

“Eu não sei você, mas na minha visão, tudo começa com uma venda.”

De acordo com o autor, nós estamos vendendo todos os dias, em casa, na faculdade, entre outros lugares. Até a impressão que passamos está ligada em como nos vendemos para os outros.

Com isso em mente, ser um Empreendedor Smart, é também sobre ser um bom vendedor, não apenas de seus produtos e/ou serviços, mas também ser um bom vendedor de ideias e de propósitos para os seus colaboradores e para os clientes. 

Dessa forma, a mentalidade de vender mais (negociar) ficará cada vez mais aflorada na cultura do Empreendedor Smart, tornando assim algo cultural.

Importante! Tenha em suas mãos um produto/serviço de qualidade, será muito mais fácil vender se você tiver um excelente produto, será isso que irá conquistar e trazer o cliente de volta.

  • 03. Como gastar menos

Geralmente os empreendedores buscam por ganhar mais. Esses mesmos empreendedores, geralmente, não param para pensar em quantos eles já perderam ou quanto eles teriam se tivessem gastado menos. “O Empreendedor Smart” ensina que deixar de perder pode ser uma estratégia melhor que ganhar mais.

O livro diz:

“Uma empresa com caixa descontrolado possui um destino único: um breve fim. Tenha olhos sempre abertos para cortar custos. Sempre há o que cortar. Porém, tenha também muito cuidado para que sua economia seja sempre inteligente.”

Dessa forma, fica evidente a importância de gastar menos. Mas também evidencia outro ponto importante, tem que saber o que cortar, o livro mostra que cortar alguns custos pode diminuir as vendas, e consequentemente, os lucros. Esse tipo de gastar menos, não faz sentido pois irá prejudicar a empresa.

Esses cortes devem partir de lugares onde não interfira nos lucros, se o “corte” prejudicar o lucro, ele não é um “corte”, é apenas uma forma de perder dinheiro. O livro também trará o conceito que o Empreendedor Smart irá criar como hábito gastar menos, tornando-se parte da sua cultura.

Dessa maneira, o Empreendedor Smart terá capacidade de negociar descontos com fornecedores, conseguindo gastar menos e podendo lucrar ainda mais (ou até mesmo oferecer um desconto para o seu cliente, tendo o mesmo lucro que teria, se tivesse comprado do fornecedor no valor original).

O Empreendedor Smart é aquele que maximiza seus lucros, gasta menos, gastando apenas com o necessário (necessário, nesse sentido, é gastar com pontos importantes), incluindo para si a cultura da economia inteligente/Smart. E essa economia não será apenas sobre dinheiro, mas também sobre o tempo, como já mostrado, tempo é dinheiro, economizar tempo é gastar menos (o livro também trará outros exemplos, aplicáveis na vida, de economia).

Sobre o autor

O autor do livro “O Empreendedor Smart” é Saulo Da Rós, ele é pós-graduado em Planejamento e Gestão pela UFPR (Universidade Federal do Paraná) e Master Coach FEBRACIS. Ele também é o fundador da “Coworking SMART”, que já auxiliou mais de 7 mil empresários a economizar mais de 1 Bi de reais e a ter mais tempo livre e qualidade de vida. Além de ser o criador do “Método Empresa Smart”, que ensina como reduzir os custos nos negócios dos seus clientes, além de diminuir a burocracia.

No livro, ele mostrará muito da forma que ele agiu em seu empreendimento, te mostrando na prática, como ele entendeu e construiu o conceito do Empreendedor Smart.  

Conhecimento Extra

Vamos deixar também uma série de vídeos para você aprender ainda mais, quando acabar de ler o livro. Os vídeos são do nosso canal do Youtube (lembre-se de se inscrever): 

Todos os vídeos são apresentados por Saulo da Rós, dessa forma os vídeos seguem a mesma mentalidade aplicada no livro. O canal tem atualizações recentes, então não deixe de se inscrever e acompanhar

Conclusão

É claro que a gente não contou tudo, o livro trará muito mais do que apenas esse artigo ilustrou. Mostramos só a ponta do iceberg, tem muito mais no livro. Aliás, para os novos empreendedores (sem tanto capital, principalmente) esse deverá ser seu livro de cabeceira.

Aprendendo a importância de ser um Empreendedor Smart. Tudo ficará mais fácil e as boas escolhas irão fluir de forma orgânica e cultural. Além disso, visite nosso blog para excelentes dicas, que irão te deixar ainda mais afiado, para continuar sendo um Empreendedor Smart.

Agradecemos a leitura desse artigo e nos vemos em um próximo.

Categorias
Administração

6 lições de gestão de crise que Joe Biden tem a ensinar para os novos empreendedores

A maneira que Joe Biden (presidente dos Estados Unidos da América) lidou com a crise do COVID-19, trouxe excelentes ensinamentos que novos empreendedores poderão aplicar na sua gestão.

No artigo de hoje, vamos apresentar 6 lições que aprendemos com a gestão de crise de Biden. Esses ensinamentos servirão para novos empreendedores nortearem a sua administração, para gestão de crise e para ter sucesso em seu empreendimento. São excelentes dicas!

6 lições da gestão de crise de Biden que podemos aplicar no empreendedorismo

Momentos de crise, como a pandemia, trouxeram ensinamentos sobre muita coisa, com o empreendedorismo não foi diferente. Vamos para 6 lições que podemos aprender com a gestão de crise de Joe Biden, e de que forma isso irá ajudar novos empreendedores.

1 – Seja claro e direto

Para ter uma gestão de crise eficiente, ou mesmo para uma gestão empresarial, em qualquer situação, é necessário ser claro e objetivo. Para medidas rápidas e eficazes, é necessário passar a mensagem sem ruídos, para que a sua equipe entenda e possa seguir no rumo certo.

Ainda mais para novos empreendedores, que não tem tanta experiência e seja possível que nunca tenha passado por uma crise, será um momento de descoberta. Sabemos que uma crise pode surgir do nada, mas é necessário absorver o impacto e seguir da melhor forma, sendo claro e direto. 

se-prepare

2 – Tenha objetivos específicos

Seguindo o item acima, para uma gestão de crise eficaz, é necessário traçar objetivos claros e específicos. Muitos empreendedores passaram por uma crise, durante a pandemia, sabemos que muitas empresas fecharam e muitas pessoas ficaram desempregadas.

Ao mesmo tempo, outras empresas conseguiram passar pela crise, a gestão de crise foi fundamental para isso, adaptar-se é entender o que precisa ser feito e por em prática. 

Dessa forma, mesmo em momentos de não crise, é necessário para qualquer empreendedor (principalmente os que estão começando) ter objetivos claros, para ele e sua equipe seguirem no mesmo caminho.

3 – Estabeleça metas

Todos os ensinamentos são complementares, ser claro e objetivo é estabelecer metas para si e para a equipe. Em momentos de crise, a gestão de crise irá trabalhar com novas metas, as metas se tornam (praticamente) todas metas de curto prazo, é preciso entender o momento e reformular metas, o que antes era X, agora pode ser Y. É preciso que toda a equipe entenda e tenha um norte para seguir (todas devem abandonar X e seguir Y), metas bem elaboradas e cumpridas, são sinônimo de uma boa gestão.

Novos empreendedores, por falta de experiência prática, muitas vezes trabalham com metas irreais ou abaixo da capacidade de conquista. Quando se trabalha com metas, é necessário elaborar metas alcançáveis e reais. Em momentos de crise, pode ser necessário dar dois passos para trás, para que se passe pela crise. O bom gestor sempre vai trabalhar para o bem da equipe e da empresa.

4 – Estabeleça prioridades

Continuando com os ensinamentos sobre gestão de crise, quando o empreendedor for claro e objetivo, encontrar objetivos específicos e estabelecer as metas certas, ele terá estabelecido as prioridades.

É muito comum, principalmente em pequenas empresas com poucos colaboradores, ter muitas prioridades, isso é um erro. Claro que uma empresa pode ter vários objetivos, mas é preciso elencar níveis de prioridades. Se tudo for prioridade, nada será prioridade.

5 – Atribua responsabilidades

Crises são momentos importantes, são nesses momentos que o empreendedor e seus colaboradores são testados na prática. Atribuir as responsabilidades para cada função é essencial, não só em momentos de crise, mas principalmente, em momentos de crise.

Cada colaborador deve ter e assumir as responsabilidades de sua função, é função do gestor deixar isso claro. Quando o colaborador “foge” da sua responsabilidade, será necessário repensar a permanência do mesmo na empresa.

Estar cercado de bons profissionais será imprescindível para qualquer empreendedor obter sucesso. Quando o profissional é sério e responsável, pode ter certeza, que ele irá bater no peito e assumir a responsabilidade.

6 – Identifique e obtenha os recursos necessários para garantir o sucesso

Identificar os recursos para obter sucesso, é o que um bom gestor deve encontrar. Além disso, será necessário encontrar meios para obter esses recursos. Para a gestão de qualquer crise, ter os recursos necessários será imprescindível. 

Gerir sem recursos não será possível, você pode ter as melhores ideias, mas sem os recursos, tudo ficará apenas na teoria. Muitas empresas fecharam na crise, por não ter recursos para absorver os impactos da crise. 

Conclusão

No artigo de hoje, aprendemos ensinamentos para gestão de crise, baseado na maneira que Joe Biden lidou com a pandemia de COVID-19. Esses ensinamentos irão ajudar jovens empreendedores a lidar com momentos de crise, mas não só isso, esses ensinamentos são excelentes para o bom funcionamento de qualquer empresa.

Para mais informações e ensinamentos sobre empreendedorismo, recomendamos a leitura do livro “O Empreendedor Smart”, que também traz ótimos ensinamentos para jovens empreendedores. Com exemplos práticos.

Além disso, veja nosso canal no YouTube e continue acompanhando o nosso blog.

Nos vemos em breve, obrigado pela leitura!

Categorias
Administração

Liderança feminina: o que podemos aprender com as mulheres?

Estamos vivendo um período muito importante, com mulheres cada vez mais liderando empreendimentos. Infelizmente, ainda são minoria e enfrentam muitas dificuldades dentro de empresas, ainda mais desempenhando um papel de liderança. Além das mulheres, temos outros grupos, tidos como minorias, que também estão fazendo parte desse movimento, trazendo cada vez mais luz para um futuro igualitário.

No artigo de hoje, vamos conhecer Marina Daineze Keresztes, ela é diretora de Marca e Comunicação da Vivo, atuando nesse mercado há mais de 15 anos. Ela chegou a marca como trainee, e atuou em muitas outras áreas, sendo líder em projetos quando houveram fusões de operações e reposicionamento.  

Ainda na sua gestão, estão o VivoOn (Hub de Conteúdo) e áreas de mídia, trade marketing, branding, comunicação, eventos e patrocínios. Ela é formada em Comunicação Social (USP – Universidade de São Paulo), com MBA Executivo em Marketing (ESPM).

Vamos aprender com ela sobre liderança feminina: “cada mulher que encontra a própria maneira de liderar deve compartilhar sua história com outras”, estas são palavras da própria Marina (o texto escrito por ela, você encontra aqui).

Aprendendo com Marina Daineze 

Ela acredita que a representatividade seja a ferramenta primordial para fazer com que cada vez mais mulheres e minorias, assumam papéis de protagonistas dentro das empresas. Dessa forma, as novas gerações terão onde se espelhar para traçarem também uma trajetória de sucesso, fazendo cada vez mais, com que o preconceito se torne um assunto superado.

Quando iniciou sua carreira, há cerca de 20 anos, ela conta que a diversidade não era sequer discutida. Ela conta que na época, quando ainda era estagiária, recebeu o seguinte conselho: “Para crescer na carreira é preciso se portar e agir como um homem”, isso marcou muito em sua vida, ainda mais pelo fato de ter recebido esse conselho de uma liderança feminina da empresa. 

O que também é chocante, é que na época isso fazia sentido para ela. Porque as referências de liderança feminina que ela via, tinham esse perfil “masculinizado”, seja pelas roupas, por uma seriedade e firmeza excessiva em tudo o que falavam. 

Porém, mesmo entendendo que essa poderia ser a “verdade” da época, ela percebeu que não era o que ela queria. Por ter muita timidez e muita sensibilidade, ela entendeu que se seguisse o padrão teria que ser uma pessoa que ela não era.

liderança-feminina

Aquela fala só a fez buscar superar os desafios que ir contra maré trariam, ela buscou o seu espaço e encontrou uma equilíbrio para poder se encaixar no mercado, podendo ser ela mesma. Ela possui três pilares que foram fundamentais para sua trajetória de liderança feminina.

Conhecimento

As mulheres no Brasil são especialistas em conhecimento técnico, na população adulta (acima dos 25 anos), em 2019, o IBGE aponta que 19,4% das mulheres tinham graduação de nível superior, enquanto os homens, o percentual era de apenas 15,1%.

Marina Daineze, quando ingressou no mercado de telecomunicação, entendeu que o conhecimento (e continuar buscando conhecimento) seria o maior diferencial para seu repertório e iria consolidar a sua carreira. Ela estava certa.

Autoconhecimento

Outro ponto que ela foca bastante, não é só o conhecimento técnico, mas também o autoconhecimento. Conhecer a si mesmo, será extremamente importante para encarar os desafios da liderança feminina (não apenas da feminina). Dessa forma, você cria uma fortaleza e terá a base forte necessária para se tornar uma (ou um) líder de sucesso.

Colaboração

Além de todo o conhecimento e autoconhecimento, para ser uma liderança feminina de sucesso, você vai precisar de colaboração. Mulheres unidas criam uma força muito mais forte. Uma rede de apoio será imprescindível para qualquer liderança feminina. 

Contribuir e receber a contribuição de outras pessoas, será necessário para enfrentar os desafios. Nesse ponto, você deverá procurar por profissionais qualificados, sejam eles homens ou mulheres. 

Temos que criar uma sociedade com homens e mulheres trabalhando juntos, em todos os setores, somente com todos colaborando será possível construir um futuro brilhante e livre de preconceitos.

Ainda existe muito preconceito nas empresas e mulheres ainda precisam tomar cuidados no seu modo de agir e vestir (além do assédio que ainda é muito forte) na sociedade, porém muitas mulheres estão diariamente lutando dentro das corporações e tendo êxito, dessa forma afastando, mesmo que lentamente, essa sombra tão forte do preconceito.

Existem milhares de mulheres que podemos nos inspirar, dentro e fora das empresas. Mas nunca se esqueça da sua essência e de acreditar em si mesma.

Conclusão

No artigo de hoje, conhecemos Marina Daineze (diretora de Marca e Comunicação da Vivo) e também aprendemos sobre as dificuldades e superação que ela teve que enfrentar por ser mulher e atuar como uma liderança feminina. 

No texto, aprendemos sobre liderança feminina, e que lições empreendedores de todos os gêneros podem aprender. Lembrando sempre que devemos de todas as formas (e posições sociais) lutar contra todo tipo de preconceito.

Para mais textos sobre empreendedorismo, veja outros artigos no nosso blog, assista nossos vídeos no YouTube e leia o livro de Saulo da Rós, “O Empreendedor Smart”.

Agradecemos sua leitura e nos vemos em breve.