Categorias
Coworking

Smart Niterói: Quando é vantajoso migrar sua empresa para um coworking?

Pensando em migrar sua empresa para um coworking? Descubra quando é o momento certo, no texto de hoje. Siga comigo! 

Empresas buscam cada vez mais formas modernas de resolver problemas comuns. Felizmente, vivemos um momento da história onde muitas coisas são possíveis. Por exemplo, antigamente para ter um escritório/empresa era preciso gastar centenas de reais em construções ou em aluguéis.

Hoje é possível ter seu escritório/empresa em um ambiente de coworking pagando uma mensalidade extremamente baixa. Trazendo um contraste gritante, se comparado a anos atrás, onde o aluguel era um grande impedimento para novos empreendedores.

Com a possibilidade do coworking é comum que empreendedores tenham dúvidas de quando migrar sua empresa para um coworking. Nesse artigo, vou justamente tratar sobre isso. Para você descobrir se seu negócio pode funcionar em um ambiente de coworking e quando.

Entendendo o conceito de escritórios compartilhados (coworkings)

Os escritórios compartilhados surgiram para atender empresas e profissionais que buscavam um local com economia compartilhada, onde seria possível coexistirem diversas empresas (e profissionais), gastando pouquíssimo.

Essa boa ideia logo se tornou um sucesso nos Estados Unidos e Europa e não demoraria até chegar ao Brasil. Onde cada vez mais escritórios compartilhados existem. Por justamente possibilitar uma grande economia e outras vantagens.

Vantagens para migrar sua empresa para um coworking 

Agora, que entendemos o conceito por trás dos coworkings é hora de focar em algumas vantagens que uma empresa terá ao utilizar um (excelente) ambiente de coworking:

Endereço privilegiado: a maioria das melhores empresas especializadas em coworking tem suas salas em um importante centro comercial de sua cidade. Trazendo todas as vantagens que um bom endereço traz para seu negócio.

Desde ser uma vitrine para novos clientes, desde representar valor para sua empresa entre outras empresas e o mercado. Estar entre os grandes, vai facilitar o sucesso do seu negócio.

Economia gigantesca de dinheiro: imagine ter uma mensalidade abaixo dos R$100,00 e ter os seguintes benefícios inclusos:

  • Aluguel;
  • Internet Wi-Fi de altíssima velocidade;
  • IPTU;
  • Condomínio;
  • Energia elétrica;
  • Água;
  • Serviço de recepção;
  • Estacionamento;
  • Manutenção;
  • Limpeza;
  • Banheiros e cozinha completa;
  • Sala de reuniões;
  • Áreas de comum acesso entre os membros;
  • Entre demais gastos intrínsecos em manter um escritório funcionando.

Esse é o ponto que ganha a maioria dos empreendedores, tendo em vista que é possível economizar bem mais do que 90% de gastos que teria utilizando um espaço convencional, onde teria que pagar aluguel, ter uma recepcionista, entre os demais gastos que citei.

Ambiente moderno e completo: se você está pensando que por ser bastante barato os serviços de coworking teriam uma qualidade reduzida em outros pontos? Se você imaginou isso, não poderia estar mais errado.

Lembrando, que estou batendo na tecla das empresas realmente especializadas em coworking, sendo que é preciso ficar bastante atento a isso, quando for buscar um serviço de coworking.

Coworkings trazem o que há de mais moderno em equipamentos para escritório, garantindo um local extremamente completo, onde empresas, escritórios e profissionais independentes possam desempenhar seu trabalho da melhor forma.

Possibilidade de networking: dividir o espaço com outras empresas e profissionais, garante contatos diários para ampliar ainda mais seu networking. Tendo em vista que terá um contato com o lado humano das empresas e que irá facilitar muito uma boa relação.

Sendo que empresas e profissionais que possuem um bom networking, contam com muitas vantagens no mercado, frente a outros que não se preocupam com esse detalhe.

Em sua grande maioria, quem utiliza um ambiente de coworking, são pessoas que buscam modernidade e certamente estão abertas a relações com outras empresas e profissionais. Tornando o ambiente propício para isso.

Demais vantagens: as vantagens não param por aí, tendo em vista que os coworking trazem ainda mais possibilidades, sendo uma excelente opção para pessoas que trabalham em sua maioria remotamente e em momentos precisam de um espaço para receber seus clientes (tendo planos especiais para esses casos).

Traz ainda a opção de ser o endereço fiscal e/ou comercial do seu negócio. Garantindo realmente, uma experiência completa para quem migrar para esse tipo de local.

Além dessas, existem outras vantagens que você só irá perceber no dia a dia, trabalhando em um ambiente compartilhado. Onde vai perceber que escolher um coworking é uma das melhores decisões que alguém pode tomar para seus negócios.

Quais empresas podem funcionar em um ambiente de coworking?

Depois de entender todas essas vantagens, deve estar se perguntando se a sua empresa ou futura empresa poderá migrar/funcionar em um ambiente de coworking.

Basicamente, todas as empresas e atividades que possam ser executadas em um escritório podem facilmente utilizar um ambiente de coworking. Nisso, ficam inclusas: e-commerces, contabilidades, escritórios de advocacia, designers, freelancers, escritores, entre milhares de outras funções e serviços.

Sua empresa não se encaixa em um ambiente de coworking? Ainda assim é possível aproveitar essas vantagens. Te explico como!

Algo que ocorre com empresas maiores dentro dos coworkings, é estar movendo um ou mais setores da empresa para essa modalidade. Que são justamente os setores, que podem funcionar dentro de um escritório, como contabilidade, financeiro, recursos humanos, gerência, entre outros.

Com isso, empresas que possuem partes operacionais podem se beneficiar dos coworkings, migrando parte da empresa para esse local e mantendo os colaboradores operacionais em outro endereço. Tendo em vista que com a internet é muito fácil para os setores conversarem remotamente. 

Essa manobra é bastante válida, pois irá significar que a empresa poderá contar com um espaço menor ao invés de ter que ter um local gigantesco para abrigar todos os setores.

Qual o momento certo para migrar sua empresa para um coworking?

É preciso fazer uma reflexão sobre quando é o momento certo para migrar sua empresa para um coworking.

A grosso modo, se a sua empresa ou parte dela está habilitada a funcionar em um coworking, não tem porque esperar mais por isso. Então, se você está iniciando uma empresa, já poderá iniciar em um coworking (tendo em vista que o coworking pode ser seu endereço fiscal e/ou comercial).

E você que já possui uma empresa em outro endereço, em poucos dias (até em menos de 24 horas, em muitos casos) poderá falar com uma empresa de coworking e fazer a mudança.

Onde o único dos empecilhos pode ser sobre contrato de locação, onde sair antes poderá ocasionar em multas e outras sanções. Se o prejuízo for apenas financeiro, no fim das contas poderá valer a pena, dependendo do valor, pelo fato da mensalidade ser muito pequena em um coworking.

O que poderá significar que mesmo pagando uma multa poderá economizar bem mais do que cumprir o contrato até o fim. Agora, se você prefere cumprir o contrato, não terá problemas, poderá migrar para um coworking assim que o contrato encerrar.

Conheça a Smart Niterói (e demais endereços)

A Smart Coworking é o melhor coworking do Brasil, e conta com dois planos: Plano Smart Fiscal (apenas R$79,90 por mês) para quem precisa apenas de um endereço, e o Plano Smart Black, onde poderá contar com todos os benefícios listados (R$99,90 por mês).

Se você está localizado próximo a Niterói, te convido a conhecer a nossa unidade. Caso não, também temos mais uma unidade em Jacarepaguá, no Rio de Janeiro. Saindo do Rio, você encontra a Smart em Brasília, na Asa Norte e Asa Sul e em São Paulo na região da Berrini.

Conclusão

No artigo de hoje, ajudei empreendedores e profissionais independentes a entenderem quando migrar sua empresa para um coworking. Para que com isso, eles possam aproveitar todos os benefícios de se trabalhar em um ambiente de coworking.

Esse tipo de espaço casa muito bem com atividades que possam funcionar em escritórios, dessa forma, empreendedores e profissionais independentes, podem facilmente adaptar suas atividades em um espaço compartilhado.

Também mostrei que é possível adaptar setores de empresas para funcionarem em coworkings, o que possibilitará para essas empresas, encontrar um lugar menor (onde irá funcionar apenas o operacional) e consequentemente economizar bastante seus recursos financeiros. 

Para você que se interessou no assunto, vou deixar mais 3 artigos que tem tudo a ver:

Compartilhe esse artigo em suas redes sociais para que mais empreendedores aprendam o momento certo de migrar sua empresa para um coworking. Agradeço a sua leitura e se tiver um assunto que não encontrou no blog, não deixe de pedir através dos comentários.

Categorias
Empreendedorismo

Smart São Paulo: Quais serão os desafios dos pequenos negócios em 2022?

Ano que vem esse cenário deve continuar com ainda mais desafios dos pequenos negócios e, é sobre isso que vamos falar no texto de hoje.

O atual cenário ainda nos coloca na pandemia de Covid-19, porém, felizmente esse quadro global parece que está nos seus últimos dias. Embora, é claro que alguns cuidados ainda precisam ser tomados.

Após quase dois anos de uma pandemia mundial é claro que a economia sofre, sofreu e sofrerá com os prejuízos causados pela Covid, onde muitas empresas acabaram fechando por não ter recursos necessários para continuar em um momento de crise.

É claro, que nem só pelo Covid é que as pequenas empresas do Brasil sofrem. Para quem acompanha ou empreende no Brasil sabe muito bem, que o cenário nunca foi dos melhores.

Com mais um ano chegando ao fim, fica mais claro os desafios dos pequenos negócios para o ano de 2022. No texto de hoje, vou falar mais sobre esse cenário e te dar algumas dicas de como conseguir vencer o novo ano que vem chegando.

Desafios dos pequenos negócios: questões financeiras

Os empreendedores devem enxergar a economia quase como um organismo vivo. Sempre que ela for abalada, é como se ela ficasse doente e os sintomas assolassem os empreendimentos, tendo em vista que as empresas têm seus resultados pautados pela economia.

Como vimos, os dois últimos anos foram de prejuízos para praticamente todos os setores do mercado. O que já é possível ver em muitos lugares, só parece que vai piorar no ano que vem, com a inflação crescendo cada vez mais.

Vindo de uma economia já debilitada como a brasileira, é óbvio que terá uma forte onda batendo contra todos nós. Tendo em vista que a crise não vai abalar apenas as empresas, mas toda a população em algum grau.

A gasolina está em disparada já em 2021, deixando as expectativas de preço lá no alto para o ano que vem. Sabendo que muitos setores dependem de deslocamentos, já fica claro, que os lucros serão menores e os gastos para fazer a “roda” voltar a rodar serão maiores ainda.

A energia elétrica também já dá sinais que baterá recordes de gastos no ano que vem. Sendo que todas as empresas, com ênfase maior nas menores, terão que lidar com esse aumento para manter seu negócio andando.

E com nossa moeda cada vez mais desvalorizada, com o dólar batendo lá em cima, quando comparado ao real. Explica muito sobre os desafios dos pequenos negócios. Sendo um dos pontos que os brasileiros (empreendedores ou não) que utilizam do dólar, mais estão sentindo.

Com a moeda tão desvalorizada, perdemos cada vez mais poder de compra. Junte isso a impostos altos e temos um colapso em toda a economia. Mostrei esses pontos não para alarmar, mas sim para passar um panorama realístico acerca do que pode acontecer em 2022. 

Mas se você tem uma pequena empresa, não se desespere, vamos mostrar quais adaptações serão necessárias e mais adiante vou dar dicas e responder a uma questão fundamental: se pequenas empresas poderão vencer todos esses problemas.

Desafios dos pequenos negócios: adaptações necessárias

Se teve uma palavra que ficou em alta durante a pandemia, certamente, foi o termo adaptação. Tendo em vista a quantidade de vezes que pessoas e empresas tiveram que se adaptar e se readaptar, para lidar com esse novo cenário.

Uma das adaptações mais marcantes nas empresas, foi a introdução do home office, para ser possível manter as atividades de algumas empresas funcionando remotamente. Sendo uma saída que se mostrou muito boa, que inclusive hoje, muitas empresas continuam adotando.

Adaptações são respostas para problemas que aparecem em nossa vida. Se não fossem as adaptações, nunca teríamos evoluído e muito menos superado problemas básicos.

É claro, que buscar a melhor saída em momentos de crise não é nada fácil. Principalmente, com os problemas que listei acima, onde não existe uma receita pronta para conseguir superar. 

Porém, ninguém nunca disse que empreender seria fácil. Por isso, é preciso estar consciente que em um mundo pós Covid, as dificuldades serão as mesmas, porém potencializadas.

Os desafios dos pequenos negócios são os que mais precisam de adaptações criativas com base no conhecimento. Pois, as pequenas empresas acabam sofrendo mais que as outras.

Não que as grandes empresas não sintam, também sentem. Porém, com muito mais recursos é possível lidar melhor com momentos de dificuldades. Já as pequenas não têm muita margem para erro, pois todo erro pode trazer a ruína da empresa.

Como os gastos vão aumentar é preciso ir atrás de alternativas viáveis para ter mais dinheiro. Um exemplo é trocar o aluguel caríssimo, por um escritório em coworking. Que vai ajudar e muito a ter uma economia gigantesca de gastos. Sobrando para o que realmente interessa, a empresa e seu material humano.

Outro ponto que pode ocorrer são as demissões, para cortar custos. Infelizmente é uma medida extrema, porém, muitos empreendedores terão que considerar na hora de se planejar. Muitas vezes será melhor diminuir o pessoal, do que ter que demitir todo mundo.

Adaptações e saídas nem sempre são fáceis, ainda mais quando estamos falando de pequenas empresas no Brasil, com seus grandes desafios. Entretanto, certas decisões precisam ser tomadas para vencer a crise. 

Desafios dos pequenos negócios: dá para vencer esses problemas?

Pequenas empresas não podem contar com a sorte, quando o assunto é administrar um negócio. Deixar para sorte é o mesmo que dizer: vou manter minha empresa apenas até ela dar um problema, porque para empresas despreparadas um problema é tudo que precisa para desandar.

É claro, que o Covid foi uma surpresa, foi algo bastante único na nossa sociedade. Porém, os empreendedores devem saber que em uma economia instável como a nossa, ter uma lista de “planos B” é fundamental.

Empreendedores que entenderam o recado e se reestruturaram, com certeza estarão prontos para lutar com unhas e dentes para manter seus negócios funcionando em 2022

Passos para lidar com os problemas em 2022

Vou mostrar alguns pontos que é preciso considerar para superar a crise de 2022.

Economizar é preciso: se estamos de olhos em uma crise financeira, é claro, que a primeira medida para 2022 está em economizar dinheiro. Empresas com um capital de giro, terão muito mais chances de passar pela crise. 

Por isso, não faça investimento de risco e mantenha o dinheiro na empresa. Tendo em vista que existem fornecedores para pagar, pagar os colaboradores e impostos que precisam ser pagos para não virar uma “bola de neve”.

Cortar gastos desnecessários: falando em ter mais dinheiro, é preciso identificar gastos que possam ser cortados, definitivamente ou até a crise passar.

Dar um passo para trás é melhor que cair: muitos empreendedores terão que frear as suas empresas momentaneamente e dar alguns passos para trás, para garantir que exista um futuro para empresa e funcionários.

Apostar no trabalho duro com conhecimento: não tem jeito, para vencer essa crise, é preciso que os empreendedores e gestores dos pequenos negócios usem o máximo de conhecimento para elaborar um planejamento que seja possível aguentar o “tranco”.

Conclusão

No texto de hoje, mostrei alguns dos desafios que estarão presentes em 2022, que vão afetar principalmente as pequenas empresas. No fim, mesmo que esses problemas não sejam totalmente evitáveis, é possível através de planejamento absorver os impactos e ficar de pé nessa batalha.

Empreendedores devem saber que é impossível escapar de crises, onde o segredo está em conseguir superá-las e não de nunca ser atingido por elas. Adaptações são sempre bem-vindas para fortalecer qualquer empreendimento.

Infelizmente, pequenas empresas que não estiverem preparadas poderão acabar fechando em 2022. Certas perdas são impossíveis de evitar. Ainda mais em uma economia que anda tão fragilizada quanto a brasileira.

Reitero que meu objetivo não é ser pessimista e não desapontar ninguém, muito pelo contrário, é mostrar o que deverá vir e alertar para os empreendedores busquem cada vez mais saídas. Para ajudar o país a passar por esse pós-pandemia.

No blog da Smart você encontra centenas de artigos sobre empreendedorismo de modo geral. Separei três para você empreendedor que precisa de cada vez mais motivação, atitude e conhecimento. São eles:

Compartilhe esse artigo nas suas redes sociais, para que mais empreendedores se preparem para os desafios dos pequenos negócios em 2022.

Agradeço a sua leitura e nos vemos em breve.

Categorias
Administração

Smart Rio: Quais benefícios as empresas podem oferecer para melhorar a qualidade de trabalho dos seus colaboradores?

Ter benefícios em uma empresa é uma excelente forma de melhorar a qualidade de trabalho. Conheça os principais que uma empresa pode oferecer para seus colaboradores.

Buscar melhorar a qualidade de trabalho deve ser o foco de todas as empresas, e uma das formas de fazer isso é investir em benefícios para seus colaboradores. Afinal, é dessa forma que os colaboradores trabalharão muito mais motivados.

Por isso, todo empreendedor que visa o máximo de sua empresa deve oferecer vantagens para que seus colaboradores fiquem cada vez mais satisfeitos para trabalhar. Entender isso é fundamental para construir uma relação mais harmoniosa entre empresa e colaborador.

No texto de hoje, vou apresentar alguns benefícios que os empreendedores podem oferecer para os colaboradores para melhorar a qualidade de trabalho e com isso ter ainda mais sucesso em seu negócio. 

Benefícios para melhorar a qualidade de trabalho

Esse é um ponto muito importante no contexto empresarial. Como dito na introdução, vou mostrar pontos que a empresa possa usar como benefício para manter os colaboradores motivados e consequentemente melhorar a qualidade de trabalho.

Tendo em vista que oferecer benefícios aos colaboradores, vai ajudar a aumentar a motivação e satisfação da equipe, melhorar a produtividade, a saúde dos colaboradores e o clima organizacional. Além de melhorar a imagem da empresa, vai ajudar a trazer e manter talentos.

Colaboradores quando percebem o esforço da empresa em seu bem-estar, vão trabalhar muito melhor, trazendo muito mais resultados para a empresa. Isso pode ser facilmente percebido por nós mesmos, que quando bem motivados rendemos muito mais, em qualquer esfera de nossa vida.

Plano de Saúde

Esse é um benefício muito buscado por colaboradores, pois com ele terão acesso a muitos procedimentos de saúde. Sendo ainda mais valorizados por colaboradores que possuem família, porque podem incluí-los como beneficiários.

Um bom plano de saúde, será decisivo para muitos colaboradores entrarem para a empresa. Porque a maioria sempre dará prioridade à empresa que oferecer um excelente salário com o benefício do Plano de Saúde.

Quando falamos de benefícios para melhorar a qualidade de trabalho, falamos de benefícios que fazem os colaboradores trabalharem mais motivados. Dessa forma, o plano de saúde vai ajudar na forma que o colaborador sente-se valorizado e certamente, trabalhará com mais afinco. 

Plano de Carreira

Quando falamos de colaboradores é preciso entender os objetivos de cada um, para que dessa forma, seja possível ajudá-los cada vez mais. Dessa maneira, empresas que trabalham o plano de carreira de seus funcionários têm maiores chances de conseguir profissionais motivados.

A motivação é algo que muitas vezes vem de pequenos detalhes, por isso, é importante focar em todos os pontos possíveis. Quando um colaborador entra em uma empresa ele busca encontrar uma perspectiva de crescimento, onde entenda que se dedicando e se capacitando cada vez mais ele possa crescer.

Vale-alimentação

Falando em benefícios que são vistos como diferenciais importantes pelos colaboradores, outro ponto é que visto como muito vantajoso para quem o possui, é o vale-alimentação. Sendo um incentivo muito grande para os colaboradores.

Pois, na maioria dos casos, o vale-alimentação pode ser usado tanto para refeições quanto para compras em mercado, que como sabemos é um gasto muito relevante para as famílias brasileiras. 

Oferecer o vale-alimentação vai incentivar os colaboradores a valorizar ainda mais seus empregos e trabalhar de uma forma ainda melhor, para mostrar que considera a empresa como parte importante de sua vida.  

Vale-transporte

Como sabemos, muitos colaboradores precisam se deslocar vários quilômetros para poderem trabalhar. Com a gasolina cada vez mais cara, uma excelente saída para a maioria dos colaboradores é utilizar o transporte público (ônibus, em sua grande maioria).

Embora seja um gasto bem menor que ir de carro (e até do que ir de moto), ainda assim será um gasto elevado para a realidade da maioria dos trabalhadores brasileiros. 

Dessa forma, para esses casos, os colaboradores buscam sempre as empresas que oferecem o vale-transporte. Porque embora ainda se desconte uma porcentagem do colaborador é muito menor do que gastar com gasolina e manutenção dos veículos.

Além disso, empresas que oferecem o vale-transporte vão abrir um leque muito maior de colaboradores interessados (o que é excelente para a qualidade maior dos colaboradores), pois mesmo que morem longe serão amparados pelo benefício do vale-transporte.

Seguro de Vida

O seguro de vida é um benefício importante, pois será um amparo para o próprio colaborador (em caso de lesão ou acidente) e para sua família (em caso de morte por decorrência do trabalho). Sendo um benefício ainda mais valorizado por trabalhadores que trabalham com riscos.

Treinamento em Equipe

Pensar nos colaboradores de forma individual apenas, pode ser um “erro” nas empresas, tendo em vista que o colaborador faz parte de uma equipe. Quando falo de melhorar a qualidade de trabalho, é preciso ficar atento à forma que os colaboradores se relacionam entre si. 

Um dos benefícios que pode ajudar muito na relação da equipe (além de ajudar a capacitar ainda mais os colaboradores) é fazer treinamentos em equipe. Os treinamentos, vão ajudar a preparar os profissionais e melhor a relação entre eles. 

Dessa forma, eles irão interagir melhor, desenvolvendo um companheirismo que irá refletir e muito na relação nas empresas. Além disso, a boa relação entre os colaboradores será fundamental para o sucesso da empresa como um todo.  

Incentivo ao estudo (Bolsa de Estudo)

Bolsa estudo é um benefício que garante muitos talentos na empresa, tendo em vista que profissionais que buscam a especialização em suas áreas, irão valorizar demais esses benefícios.

Ainda mais se a atividade que ele executar estiver diretamente ligada com a área de estudo do mesmo. Quando a pessoa está fazendo um curso ou uma faculdade, é bastante provável que ela se sinta bem nessa área. Sendo assim, se executar esse tipo de trabalho, ele estará fazendo o que gosta.

Pessoas que trabalham com o que gostam, trabalham muito melhor e buscam cada vez se tornarem melhores ainda. E as empresas, é claro, irão tirar grande proveito disso. Com colaboradores muito mais dedicados e habilidosos em suas áreas.

Bonificações 

Não citei salário justo, pois não considero um salário justo um benefício, mas sim um direito de todo o trabalhador. Embora, a maioria das empresas pague apenas o piso, com aumentos proporcionais ao tempo na empresa. 

Um salário justo, nem sempre é respeitado no piso. Então, sim, se você busca colaboradores motivados, será excelente oferecer um salário acima do piso e da maioria da concorrência. 

Agora, se a sua empresa já paga um salário justo, é excelente usar bonificações/premiações para valorizar o bom desempenho e motivação de seus colaboradores. Premiando aqueles que mostrarem realmente vestir a camisa da empresa.

Extra: Valorização do colaborador como um todo (dia a dia)

Todos os benefícios que citei são muito bons e com certeza irão motivar a maioria dos bons colaboradores. Porém, é preciso entender que quando o assunto é melhorar a qualidade de trabalho da empresa, através dos seus colaboradores, é preciso ir além dos benefícios.

Sendo que de nada adianta oferecer “n” benefícios para o colaborador, se ele não for valorizado na empresa pelos seus superiores. Porque a relação abusiva entre patrão/encarregado e empregado é uma das maiores causas de desmotivação e levam bons colaboradores a pedir demissão.

Com isso, o dia a dia na empresa, deve ser de muito respeito e profissionalismo. Com um ambiente de trabalho mais equilibrado, os colaboradores e equipes, estarão muito mais propensos em dar o seu melhor. 

Preocupar-se com o lado humano é fundamental para construir uma ligação harmoniosa entre empresa e colaborador. Acreditar que apenas cifras irão manter um colaborador é pensar pequeno. Sentir-se valorizado vai além de salários, por isso, a empresa deve tratar o colaborador da melhor maneira.

Conclusão

No texto de hoje, mostrei que uma das melhores formas de melhorar a qualidade de trabalho, é investir em benefícios para os colaboradores. Para que com isso, eles se sintam mais motivados e buscando dar seu melhor. Dessa forma, certamente a qualidade de trabalho vai aumentar.

Empreendedores devem entender que quanto melhor a empresa (com os que façam por onde), mais fácil será encontrar pessoas que se aliem aos objetivos da empresa e que lutem por eles. Fazendo um casamento perfeito entre empresa e funcionários.

Para mais artigos sobre empreendedorismo de maneira geral e outros conhecimentos relevantes, continue acompanhando os artigos da Smart. Vou fazer três indicações de textos para você ler assim que acabar esse, para ampliar ainda mais seus conhecimentos:

Compartilhe este artigo em suas redes sociais para que mais pessoas aprendam sobre os benefícios que as empresas podem oferecer a seus colaboradores.

Agradeço a leitura e nos vemos em breve.

Categorias
Administração

Smart Brasília: Aumento na conta de luz exige revisão nos gastos das pequenas empresas

O recente aumento na conta de luz mostra que as empresas terão que revisar seus gastos. No texto de hoje, falaremos mais sobre a mais nova dificuldade.

As pequenas empresas do Brasil, infelizmente, precisam lidar com a dura realidade onde todos os seus gastos aumentam, ano a ano, e nos últimos tempos, quase mês a mês.

Dessa forma, as empresas precisam estar sempre se reorganizando para conseguir lidar com esses aumentos significativos. 

No texto de hoje, vamos analisar essa situação e mostrar opções para que as pequenas empresas possam lidar com isso de uma forma e conseguir bater de frente com o aumento na conta de luz.

Aumento na conta de luz do DF (SP e GO), serve de alerta

No dia 22 de outubro de 2021, a conta de luz do Distrito Federal aumentou em 11,10%. Sendo aprovado pela Aneel (Agência Nacional de Energia Elétrica) após a proposta da Neoenergia.

Esse aumento poderá ser ainda maior, tendo em vista que a Aneel aprovou o aumento de até 16% para o Distrito Federal, São Paulo e Goiás. Dessa maneira, a tendência é que o aumento seja ainda maior.

Então, se você mora nesses estados, já comece a preparar o bolso. Entretanto, esse aumento não deve ocorrer apenas nesses locais, serviços de fornecimento em todo o país devem trazer seus percentuais de aumento também.

O que esse aumento diz sobre a realidade das pequenas empresas?

As pequenas empresas e profissionais independentes sempre são os mais afetados quando o assunto são os aumentos, tendo em vista a fragilidade financeira da maioria. Porém, alguns gastos, como a energia elétrica, são gastos que não dá para fugir.

Dessa forma, as empresas precisam reorganizar toda a sua estrutura, desde cortar gastos até ter que aumentar o preço final de seus produtos. 

Infelizmente, ainda estamos sendo vítimas da Covid-19 e essa inflação deve aparecer em vários outros setores, muito por conta dos prejuízos causados pela pandemia.

Entretanto, vale lembrar que no Brasil esses aumentos acontecem muito antes da Covid-19 nem sequer existir. Já que questões ambientais (como a falta de chuva, por exemplo) também são muito relevantes para o preço da energia elétrica.

Por essa junção de fatores, as pequenas empresas sofrem com esses constantes aumentos. Porém, empreendedores mais atentos já estavam de olho e se preparando para lidar com o pós-Covid, pois sabiam que a inflação e demais insumos subiriam bastante seu preço.

Isso mostra o quanto é preciso ter um planejamento e uma gestão de crise nas empresas. Onde muitas empresas erram em justamente não se preocupar com isso, sendo que as pequenas empresas, são as que mais precisam ter cuidados (pelos seus baixos recursos).

Importante: 2021 parece ser apenas o começo desses aumentos, onde terá um “boom” ainda maior em 2022, onde a “normalidade” estará novamente presente na sociedade. 

Infelizmente, não tem como fugir do aumento, as pequenas empresas devem buscar formas de economizar energia elétrica. E é justamente sobre isso, que falarei no próximo tópico.

Como diminuir o gasto na conta de luz das pequenas empresas?

Agora, que entendemos que o aumento na conta de luz é algo que vai afetar não só o Distrito Federal, mas todo o Brasil, é preciso verificar, possibilidades para reduzir os gastos das pequenas empresas, tendo em vista que para pequenas empresas cada real vale muito.

Com isso, vou apresentar algumas opções possíveis para as empresas que buscam diminuir suas faturas de energia elétrica e poder lidar com esse aumento constante.

Aparelhos mais eficientes

Para quem deseja reduzir alguns pontos percentuais, uma das maneiras de fazer isso é substituir aparelhos e materiais elétricos de consumo mais elevado,  por versões mais modernas, que tenham classificação A (baixo consumo).

Desde lâmpadas de led, passando por eletrodomésticos, é possível reduzir o consumo de energia elétrica. Porém, essa medida vai acarretar gastos que podem não ser tão interessantes para pequenas empresas.

Nesse ponto, o indicado é fazer trocas pontuais por aparelhos de menor consumo, quando estes já estiverem com funcionamento prejudicado. É claro, que em um mundo ideal, a melhor saída seria trocar todos, porém o valor para isso é muito maior do que o aumento na conta de luz

Fontes de energia renováveis

As fontes renováveis estão cada vez mais em alta, sendo uma excelente opção para empresas que gastam centenas de reais anuais em contas de luz. A “queridinha” da vez, são as placas solares, que tem essa fama por justamente funcionar e trazer uma queda bastante elevada na conta de luz.

Existem casos, que a economia mensal ultrapassa os 50% da conta de luz, se mostrando muito eficiente no médio e principalmente longo prazo, onde a economia irá cobrir os gastos com a colocação das placas (que infelizmente ainda é bastante cara no Brasil).

Essa saída traria uma grande economia. Entretanto, é preciso avaliar se essas são as melhores opções para pequenas empresas. 

Agora, se a empresa for pequena e tiver recursos, são opções que realmente funcionam. A empresa tendo esse capital, é uma resposta que vai lidar muito bem com o aumento na conta de luz. Mas se não for o caso da sua empresa, vou trazer a opção mais barata para você.

Ambientes de Coworking

Os coworkings são escritórios compartilhados que funcionam com uma economia compartilhada, onde diversas empresas e profissionais independentes compartilham o mesmo ambiente pagando uma parcela extremamente baixa em relação a aluguéis convencionais.

Em um bom coworking essa economia é extremamente baixa, onde é possível alugar um escritório completo com o que tem de mais moderno, gastando menos de R$100,00 por mês.

Não acredita? Então, você precisa conhecer a Smart Escritórios Inteligentes, que em Brasília tem dois endereços, na Asa Sul e na Asa Norte, também estando presente no Rio de Janeiro, em Niterói e Jacarepaguá e em São Paulo na região da Berrini. 

Com dois planos, um chamado de Smart Fiscal, para quem deseja apenas ter um endereço por R$79,90 por mês e o plano Smart Black para ter acesso a todos os recursos do coworking, custando apenas R$99,90. Onde nesse investimento está incluso:

  • Aluguel em um endereço privilegiado;
  • Conta de luz;
  • Conta de água;
  • Escritório completo e moderno;
  • Limpeza;
  • Manutenção;
  • Condomínio;
  • Recepção;
  • Entre dezenas de outros gastos comuns em manter um escritório.

Nessa opção a economia não será apenas na conta de luz, será em toda a estrutura da empresa. Onde a maioria das pequenas empresas gasta o dobro ou triplo apenas na conta de luz convencional. 

Justificando ser a melhor opção para empresas que buscam uma economia gigantesca em seus gastos (não só de luz). Onde não só pequenas empresas estão apostando, mas também empresas gigantes como o Uber e iFood.

Diferente das outras possibilidades acima, essa tem um investimento baixo, sendo a opção certa para pequenas empresas que não possuem recursos elevados (a realidade da maioria dos empreendedores).

Conclusão

No texto de hoje, mostrei que o aumento na conta de luz é uma preocupação real para pequenas empresas, mostrando essa realidade em Brasília e nos outros estados do Brasil. Onde mostrei opções para essas empresas gastarem menos.

Onde a opção de apostar em um coworking sendo a decisão mais econômica e viável para pequenas empresas, que não possuem grandes recursos para trocar seus equipamentos elétricos e nem instalar outras fontes de captação de energia, como as placas solares.

Ainda mais porque ficou claro que essa crise deve ficar ainda mais forte, quando todo o impacto do Covid for absorvido. Então, quanto mais a pequena empresa puder economizar, melhor será para conseguir lidar com mais aumentos, que logo devem bater à porta.

Importante: o planejamento financeiro e saber lidar com crises, é fundamental dentro de qualquer empresa. Por isso, empresas que desejam se manter de pé em 2022, devem se estruturar. Tendo em vista, que em momentos de crise, os erros costumam causar ainda mais problemas.

Para mais artigos sobre empreendedorismo e economia, continue acompanhando os textos do blog da Smart, onde praticamente todo dia tem uma novidade para você.

Agradeço sua leitura e nos vemos em breve.

Categorias
Entretenimento

Fome de Poder: o filme que pode te ajudar a chegar lá!

Procurando um filme baseado em fatos reais para te ajudar a empreender melhor? Tenho o filme certo para te indicar: Fome de Poder. 

Filmes são excelentes formas de nos inspirarmos e aprendermos, principalmente em filmes biográficos e baseados em fatos reais, onde podemos aprender com exemplos reais. O que facilita muito na hora de aplicar à realidade.

Um desses filmes, que tem uma narrativa cheia de ensinamentos para quem tem ou pretende ter um negócio e espera ter muito sucesso, é o filme Fome de Poder, onde irá mostrar os desdobramentos por trás da rede de fast food mais famosa do mundo: o McDonald’s.

Além de te apresentar para esse filme, vou mostrar os ensinamentos que observei assistindo essa obra, para você poder entender algumas atitudes que tem o poder de virar a “chavinha” de seu empreendimento.

Sinopse do filme

O filme narra a ascensão do McDonald’s, focando na relação de Ray Kroc (Michael Keaton) com os irmãos que criaram o Mc no sul da Califórnia, Maurice e Richard McDonald.

No longa, Ray Kroc é um vendedor de máquinas de milkshakes que após receber uma demanda fora do normal dos irmãos, resolveu adquirir uma participação no negócio de lanchonetes dos irmãos McDonald’s. 

Onde pouco a pouco, Ray vai eliminando (de uma maneira totalmente inescrupulosa, explicando o título do filme) os irmãos do negócio, até ter carta-branca para criar o maior império alimentício da história.

Lições do filme Fome de Poder que vão te ajudar a chegar lá

O longa é sem dúvida um filme imperdível para os entusiastas de empreendimentos, tendo em vista a quantidade de fatos históricos retratados no longa, ajudando com muitas lições que os empreendedores consigam ter sucesso em seus negócios. Vamos para algumas delas:

O texto traz pequenos spoilers, que não devem atrapalhar a experiência do filme para quem ainda não viu. Pode ler sem medo.

Conheça seus produtos e seus clientes

O primeiro contato de Ray com os irmãos foi uma encomenda enorme de máquinas para milkshakes, onde Ray desconfia dessa movimentação e percebe ali uma excelente oportunidade para ele.

Nesta lição aprendemos com Ray que temos que conhecer nossos produtos como ninguém, para saber a melhor maneira de apresentá-lo e vendê-lo e acima de tudo entender nossos clientes, para saber o que eles pensam e ficar mais fácil de chegar até eles.

É claro, que no filme ele utiliza essas duas manobras para se beneficiar e conseguir uma fatia do negócio promissor dos irmãos. Porém, trazendo para nossa realidade fica a lição de que é preciso conhecer a fundo seus produtos e seu público-alvo. Informação é poder!

Seu produto pode não ser o maior diferencial de seu negócio

Se te perguntar qual o maior diferencial do McDonald, a princípio você pode pensar que a resposta seja a comida. Mas sejamos sinceros, o gosto realmente é bom, mas facilmente encontramos lanchonetes em nossas cidades com alimentos tão bons ou até melhores.

Para entender o sucesso do McDonald’s é preciso encontrar seu maior diferencial. Que Ray rapidamente percebeu, que era a velocidade que os pedidos chegavam até seus clientes, onde eles podiam fazer uma refeição de forma extremamente rápida (“fast” rápido, “food” comida).

É claro que os produtos também eram bons, mas como Ray contatou não eram acima da média, porém era uma média de sabor que aliada a velocidade na produção, conquistava cada vez mais seus clientes.

Dessa forma, se você tem um negócio que tem um produto que seja normal, é preciso encontrar uma forma de diferenciar-se dos concorrentes. Trazendo algo que torne seu negócio único, sem necessariamente ter o produto ou serviço mais inovador do mundo.

A lanchonete dos irmãos McDonald estava sempre lotada. A maioria das pessoas imaginaria que seria pela qualidade da comida em si, mas Ray Kroc logo percebeu que não era só isso. 

A comida era boa, mas nada de outro mundo. O diferencial era a rapidez da entrega do pedido, algo único naquela época. As pessoas iam pro McDonald’s pela sua rapidez e não exatamente por ser o melhor hambúrguer do mundo.

Testes são necessários ao longo do caminho

Agora vem uma lição diretamente dos irmãos McDonald’s, onde eles fizeram testes até chegar no grande diferencial que falei acima: a velocidade no preparo dos lanches. Para chegar a esse resultado tão rápido, eles fizeram vários testes para chegar na linha de montagem dos pedidos, e conseguiram chegar a um bom resultado.

O que eles fizeram depois disso? Perceberam que podiam melhorar ainda mais e refizeram novamente todo essa linha, para chegar aos resultados que Ray rapidamente percebeu.

Isso é importante para que os empreendedores nunca achem que seu negócio está tão bom que não possa melhorar. É preciso ser humilde nesse sentido e buscar sempre melhorar. Para conseguir cada vez mais sucesso. Ficando estagnado, isso é praticamente impossível.

Não queira apenas dinheiro, queira algo a mais

Dinheiro é muito importante, disso ninguém (ou quase ninguém) tem dúvida. Tendo em vista que o dinheiro é fundamental para que todos possamos viver bem e com conforto. E quem empreende consequentemente precisa e busca ganhar dinheiro.

Porém, se você criar um negócio apenas por dinheiro, é possível que não saiba aproveitar o processo e só vai ficar preocupado com número. Ray nos ensina que sua fome era por poder, e por poder causar uma mudança em como as pessoas viam os fast foods. E não apenas por ficar rico.

Dessa forma, ele conseguiu seus resultados, mostrando que ter um objetivo que vá além do dinheiro, será fundamental para quem deseja deixar seu nome registrado na história.

Perceba a influência da sua empresa na sociedade

Se os irmãos cometeram um “erro”, foi em não ter aproveitado o potencial que tinham em mãos. Na verdade, eles perceberam que não precisavam de algo maior (até tentaram, mas não deu certo), apenas queriam ter um bom dinheiro e viver sem problemas. 

Porém, Ray soube ver e utilizar essa influência para criar algo majestoso. Que poderia nunca ter acontecido, sem essa veia empreendedora e vontade de vencer a qualquer custo.

Por isso, aprenda a ver de que forma a sua empresa influencia as pessoas à sua volta. Assim quando tiver um negócio com extremo potencial, você conseguirá tirar todo o proveito dessa situação.

Uma boa ideia é apenas uma ideia se você não executá-la, na prática

Os irmãos tinham noção de todo potencial que tinham em mãos, até tentaram abrir franquias, mas não souberam como lidar com isso, não souberam excetuar. Algo que Ray fez com maestria.

Veja bem, a ideia era expandir, ambos tiveram a mesma boa ideia, porém os irmãos falharam e Ray executou com maestria. Mostrando que traduzir na prática é a única forma de validar uma boa ideia.

Dessa maneira, aprenda a ouvir suas ideias, e descubra que ideias são boas. Depois disso, procure a melhor maneira de executá-la para conseguir aproveitar o potencial máximo das suas boas ideias, tornando-as reais.

Se tiver sócios, encontrem sócios com a mesma visão que você possui

Ray também comete alguns erros, e o mais notável deles foi apostar apenas em pessoas com dinheiro para serem suas sócias (abrir franquias). Onde essas pessoas de dinheiro não seguiam o padrão implantado por ele, agindo por conta própria e sem se preocupar com o negócio.

Que por serem ricos, achavam que poderiam fazer tudo do seu jeito, não seguindo as diretrizes e mexendo no menu das lanchonetes. Quebrando toda a estrutura de Ray.

Foi apenas quando Ray procurou pessoas com a visão parecida com a dele, que foi possível encontrar um padrão e implantar a excelência pregada por Ray. Esses seus novos sócios tinham a fome de poder que Ray tanto admirava.

Dessa forma, eles entenderam e seguiram à risca o que Ray pregava, inclusive, por também terem o espírito empreendedor, somaram boas ideias que foram verdadeiras inovações para o McDonald, ajudando ainda mais no sucesso da marca. Mostrando a importância de bons parceiros para o negócio. 

Conclusão

No artigo de hoje te apresentei um excelente filme, independente se você pretende aprender com ele ou apenas como diversão. Mostrando uma parte importante da história do McDonald. Além disso, te mostrei excelentes lições para aplicar na metodologia do seu negócio.

Se você é fã de filmes, temos um artigo que apresentou esse e mais 6 filmes sobre empreendedorismo que você precisa assistir, para ter ainda mais motivação e inspiração na hora de empreender.

Para quem é fã de leitura, também temos um artigo muito bom: os melhores livros sobre negócios para ler ate o fim do ano (ou até os primeiros meses de 2022), já que estamos quase no fim do ano.  

Mas nem só de filmes e livros vive esse blog, nele você tem centenas de artigos sobre empreendedorismo, marketing, entre outros assuntos relevantes. Como por exemplo: Google Trends: entenda o que é e como usar

Compartilhe esse artigo nas suas redes sociais para que mais pessoas conheçam esse excelente filme. Agradeço a sua leitura e nos vemos em breve.

Categorias
Coworking

Smart Niterói: Porque o coworking é a melhor opção para jornalistas?

Algumas profissões são amplamente beneficiadas se trabalharem em coworking. Descubra nesse artigo, porque o coworking é a melhor opção para jornalistas.

O coworking é perfeito para profissões que possam funcionar dentro de um escritório, porque dessa forma, o profissional terá tudo o que precisa para desempenhar sua função da melhor maneira.

O coworking é a melhor opção para jornalistas por vários motivos, por isso no texto de hoje, vou mostrar alguns deles e explicar porque se você é um jornalista, deve mais do que depressa procurar um ambiente compartilhado para desenvolver seu trabalho.

Além disso, vou te apresentar a Smart, para que se tiver uma unidade perto de você, possa fazer uma visita e utilizar o espaço mais completo do Brasil, em se tratando de coworking. Fique até o fim do texto e saiba mais.

Melhor opção para jornalistas: coworking

O coworking é a melhor opção para jornalistas! E falo isso sem medo nenhum de estar errado, e vou te provar o porque ao longo do texto, assim você vai ver por si só, se vale a pena ou não.

Contexto sobre a importância dos jornalistas (tanto para o bem quanto para o mal)

Jornalistas são profissionais muito importantes em qualquer país, pois são eles que levam às notícias, entrevistas e opiniões para todos nós. Em um período onde cada vez mais vemos fake news é preciso valorizar os bons profissionais do jornalismo, que trabalham com o máximo de imparcialidade.

Existem jornalistas de diferentes áreas, desde os investigativos, até os que falam sobre esportes, que atuam em canais de TV ou apenas nos meios digitais.

Sua importância é tão grande, que tem o poder de controlar a mente de uma população. Como, infelizmente, ocorreu na Alemanha (principalmente) na Segunda Guerra Mundial, onde a máquina de notícias de Hitler, criava notícias falsas para utilizar a população como massa de manobra.

Ou como ainda ocorre na China e na Coreia do Norte, onde o estado controla totalmente os jornalistas e os fazem contar a versão mais falsa possível para controlar a população. E o pior de tudo é que isso funciona, afinal, se você só ouve um lado, será a única verdade.

Felizmente, os bons jornalistas também existem e são capazes de trazer a verdade para as pessoas. Para que a sociedade ouça e aprenda a saber sobre o que é certo e sobre o que é errado, ouvindo os dois lados da história. Aprendendo com fatos reais e não com notícias falsas.

O que isso tem a ver com coworking? Bom, até o momento nada, mas acho importante mostrar o valor que bons profissionais do jornalismo trazem para todos nós, para valorizar esses importantes personagens na história de um povo. Trazendo informações para todos nós. 

Dito isso, vamos para os motivos que provam que o coworking é a melhor opção para jornalistas. 

Motivos que tornam o coworking a melhor opção para os jornalistas

Sem mais delongas, vamos a eles!

Motivo 1: possibilidade de combinar com o trabalho remoto 

Não faz sentido, pagar um aluguel caríssimo, para utilizar o espaço poucas vezes. Com a crescente do home office, muitos jornalistas passaram a trabalhar de casa. Porém, eles precisam muitas vezes de um local profissional para fazer suas reuniões, entrevistar pessoas, etc.

E aqui os coworking (escritórios compartilhados) vão se encaixar perfeitamente, pois a maioria, possui planos mais baratos, onde o jornalista poderá utilizar o ambiente apenas quando desejar. Podendo ter a liberdade de trabalhar de casa e ir até o escritório apenas quando precisar, realmente.

Motivo 2: escritório completo para uso

Se você é jornalista e não se adapta muito bem com o home office (afinal, o home office tem suas vantagens e desvantagens), não se preocupe. Nos ambientes de coworking você terá acesso ao que tem de mais completo em espaço para um jornalista trabalhar. 

Seja junto de outros profissionais ou em uma sala reservada, você poderá viver o ar de um local de trabalho, na prática. Sendo influenciado positivamente por um ambiente cheio de profissionais dando o seu melhor. 

E não só isso, os coworking de qualidade contam com internet de altíssima velocidade, além dos melhores equipamentos para você ter acesso ao melhor para o seu trabalho. Ainda mais para jornalistas que sempre precisam estar à frente dos outros, para trazer conteúdos fresquinhos.

Motivo 3: Networking

No mundo dos jornalistas, ter bons contatos é fundamental. Agora, imagine trabalhar em um local onde você estará próximo de dezenas de profissionais influentes de suas áreas, trazendo um contato que facilitará incluir essas pessoas em sua networking. 

Imaginou? Então, é justamente isso que você vai encontrar em ambientes de coworking. Onde terá acesso a esses profissionais, seja trabalhando lado a lado, ou em áreas de convivência, onde poderá ficar mais próximo desses colegas de forma natural.

Motivo 4: Economia absurda

Se você não se convenceu que o coworking é a melhor opção para jornalistas, com certeza esse ponto vai te conquistar: a economia de dinheiro. Prova disso, é que os melhores serviços de coworking oferecem dezenas de benefícios por um valor abaixo dos R$100,00 por mês. Vamos ver alguns:

  • Aluguel incluso;
  • Condomínio incluso;
  • Endereço privilegiado;
  • Internet de altíssima qualidade;
  • Salas para reuniões;
  • Equipamento de excelente qualidade;
  • Manutenção inclusa;
  • Energia elétrica inclusa;
  • Serviço de recepção inclusa;
  • IPTU incluso;
  • Limpeza inclusa;
  • Cozinha completa;
  • Banheiros de qualidade elevada;
  • Outros gastos comuns em se manter um escritório.

Todos esses serviços e benefícios gastariam menos de 90% do que gastariam alugando um escritório convencional, em um endereço pouquíssimo privilegiado, onde teria que literalmente se virar com todos os gastos.

Onde eu encontro um ambiente de coworking com todos esses benefícios?

A resposta é: Smart Escritórios Inteligentes, a empresa que possui o que há de mais completo em coworking no Brasil. Onde você terá acesso a tudo que mencionamos gastando menos de R$100,00.

A Smart conta com dois planos, o Smart Fiscal por R$79,90 ao mês, para ter acesso ao endereço e o Smart Black de R$99,90 por mês, para ter acesso a tudo que listamos.

Você encontra unidades da Smart em 5 endereços:

No Rio de Janeiro, em Niterói (como você viu no título) e em Jacarepaguá. Em Brasília, na Asa Sul e na Asa Norte. Além da mais recente unidade, que fica em São Paulo, na região da Berrini. 

Caso não more nessas regiões, verifique outras opções de coworking, tomando muito cuidado para verificar se oferecem benefícios semelhantes aos da Smart, por um preço que seja justo.

Conclusão

No texto de hoje, mostrei que o coworking é a melhor opção para jornalistas, mostrando todos os benefícios de espaço, equipamentos, relacionamento e economia de dinheiro. Além de usar o exemplo da Smart, para mostrar que se você é jornalista precisa de um ambiente de coworking.

Se você não é jornalista, não precisa ficar triste, existem centenas de profissões e empresas que podem operar em ambientes de coworking. Basicamente, tudo que pode funcionar em um escritório, casa perfeitamente com coworking.

Se você é um profissional de outras áreas ou possui uma empresa e ficou na dúvida se poderá trabalhar em coworking, no blog tem um artigo que fala exatamente sobre as profissões que podem alugar um ambiente de coworking. Clique aqui e corre lá, dar uma olhadinha.

Além disso, temos outros artigos que falam desde o empreendedorismo até em textos motivacionais, como por exemplo: inspiração: lições para empreendedores diretamente de ganhadores do Oscar. Por isso e muito mais, vale a pena continuar lendo os textos deste blog.

Não esqueça de compartilhar esse texto em suas redes sociais para que jornalistas (e outras pessoas) saibam mais sobre os benefícios do coworking. Agradeço sua leitura e nos vemos em breve.

Categorias
Tecnologia

Smart São Paulo: O que é Metaverso, e o que podemos esperar?

No texto de hoje, vou te explicar o que é Metaverso e como ele irá funcionar. Siga comigo e saiba mais!

Sabia que a empresa Facebook mudou de nome? Não? Agora, ela se chama Meta. Desde que essa mudança ocorreu, muito tem se falado sobre o Metaverso. Onde os especialistas consideram esse como o “próximo passo da Internet”.

Se as maiores empresas do ramo já vê o Metaverso como algo real, será inevitável que logo ele irá tomar conta da Internet mundial. No artigo de hoje, vou explicar mais sobre o que é Metaverso e fazer uma análise de como ele irá influenciar o mundo que conhecemos hoje.

Para você que busca sempre estar atualizado com o mundo digital, esse texto vai te ajudar a ficar por dentro desse assunto que está muito em alta. Te convido a entender melhor o que o futuro nos espera.

O que é metaverso?

O Metaverso pode ser entendido como um universo virtual onde os usuários vão interagir com outros usuários através de avatares digitais. Este novo universo terá sua criação feita por conta de outras tecnologias, como: a realidade virtual, a realidade aumentada, as criptomoedas, entre outros.

Seus criadores o descrevem como a Internet 3D, onde tudo será ampliado, desde a comunicação até a diversão, onde os negócios irão existir de uma forma interoperável e de maior imersão. 

O termo vem do inglês metaverse, que teve sua primeira aparição em um livro de ficção científica de Neal Stephenson, intitulado “Snow Crash”, lançado em 1992. Onde as pessoas utilizam o Metaverse (ou Metaverso, em português) para fugir da realidade que habitavam.

Como esse universo ainda não existe de fato, as explicações ficam um pouco vagas. Porém, o fato é que o Metaverso está em pleno desenvolvimento com as maiores empresas do ramo da tecnologia investindo bilhões em seu desenvolvimento. Então, logo deve estar ativo e operante.

Como será o Metaverso, na prática?

O que temos de mais certo é baseado nas informações de especialistas e dos grandes nomes da tecnologia. Pelo que pude analisar o Metaverso, será uma realidade virtual, onde será possível replicar basicamente tudo que fazemos do mundo real: jogar, trabalhar, conversar, fazer compras, etc

O que será possível fazer no Metaverso?

De acordo com Mark Zuckerberg a ideia é que os usuários possam reproduzir todas as características de nossa vida normal no nossa vida digital. Onde seremos representados por avatares 3D e poderemos fazer praticamente tudo nesse novo mundo. Tudo através da realidade virtual, é claro.

Por meio dos computadores e celulares, será criada uma experiência diferente de tudo que conhecemos, quando o assunto é mundo digital. Essas experiências vão replicar de uma forma única os aspectos de nossa vida.

Para que isso aconteça de forma ainda mais ampla, será necessário que os “Metaversos” de diferentes empresas, possibilitem a interação entre eles mesmos. Dessa forma, será possível criar um mundo digital quase tão grande quanto o mundo real 

Então, no Metaverso você poderá realizar atividades humanas como: conversar com seus amigos e familiares, aprender, trabalhar, e até indo além, trazendo liberdade de criar coisas únicas. Onde o dinheiro será as criptomoedas.

O próprio WhatsApp, que é de propriedade da Meta, ganhará sua versão 3D (que já está em desenvolvimento, inclusive) para ficar compatível com o Metaverso. Então, logo que saírem mais novidades sobre o WhatsApp 3D dentro do Metaverso darei mais informações sobre ele.

Metaverso e realidade virtual são a mesma coisa, na prática?

Não exatamente, entretanto a tecnologia da realidade virtual será vital para o Metaverso ou Metaversos ganharem vida. Porém, reduzir o Metaverso a apenas uma “nova” realidade virtual, é genérico. Ele irá, além disso.

Tendo em vista, que serão utilizadas mais tecnologia na construção deste gigantesco mundo novo, como NTFs e criptomoedas. Mas é claro que a realidade virtual, vai ajudar a garantir uma imersão completa ao Metaverso, através de ambientes virtuais imersivos.

O Metaverso vai mesmo virar realidade? 

A questão aqui não é se irá se tornar uma realidade, isso é quase certo, tendo em vista todo o investimento e planejamento já gasto. O grande ponto aqui é quando.

Como sabemos a tecnologia se desenvolve extremamente rápido, por mais que a tecnologia atual não esteja preparada para dar vida ao Metaverso (da forma que estão falando), em mais alguns anos certamente estará.

Possivelmente, o Metaverso terá um desenvolvimento gradual, com constantes atualizações e modificações. Então, é possível que logo tenhamos acesso a uma versão “beta” desse universo que promete abalar o mundo quando estiver pronto (ou parte disso)

Conclusão

No texto de hoje, falei mais sobre o Metaverso e como ele teoricamente irá funcionar. O que é certo é que o Metaverso é inevitável (as gigantes da tecnologia não investem por brincadeira), o lado bom é que ele promete mudar totalmente a interação online que conhecemos hoje. 

No começo pode até causar alguma estranheza, como toda nova tecnologia, mas pelas informações que estão repassando, será algo que muitos irão esperar ansiosamente. Veremos o próximo passo da tecnologia ganhar vida (isso é incrível!).

O blog da Smart conta com muitos artigos que falam sobre o empreendedorismo e outros temas. Vou deixar 3 como recomendação para você:

Não deixe de contar a novidade do que é Metaverso para seus amigos e familiares. Compartilhe este artigo nas suas redes sociais e no WhatsApp, para que todos fiquem na expectativa também sobre o Metaverso.

Agradeço a sua leitura e nos vemos em breve.

Categorias
Empreendedorismo Entretenimento

Smart Rio: Como Round 6 pode te ajudar a manter a saúde da sua empresa?

Já assistiu ao novo grande sucesso da Netflix, Round 6? Ainda não? Saiba que ela tem muito a te ensinar sobre manter a saúde da sua empresa. 

A série Round 6 se tornou uma das mais assistidas na história da Netflix. Essa produção sul-coreana, já chegou causando e conquistou o mundo todo. Mas ela é muito mais do que apenas entretenimento, ela traz algumas lições que podem ajudar empreendedores a manter a saúde de sua empresa.  

Se você não acompanhou o hype dessa série, vou te contextualizar ao longo do texto. Embora seja uma excelente série, que vai te prender do início ao fim, cheia de ação e suspense, nas entrelinhas ela é muito mais do que isso. 

Servindo com excelentes paralelos com o mundo dos negócios, onde decisões ruins levam empresas à falência, como ocorre com os personagens da história. Por isso, vou te mostrar que erros claros que os personagens cometem devem ser evitados em seu negócio.

Sinopse da série

Round 6 (ou “jogo da lula”, no contexto original) narra a história de um jogo onde centenas de jogadores são levados para uma ilha, para passar por provas de literalmente, vida ou morte, através de adaptações de jogos infantis sul-coreanos. Quem sobreviver levará para casa uma quantia milionária.

Ao longo da história somos apresentados a diversos personagens onde entendemos melhor o contexto que os colocaram ali. Sendo que a maioria tinha algo em comum: estar falido e precisar de muito dinheiro para arrumar sua vida. 

Alguns personagens têm outras motivações, mas não vou falar mais para não atrapalhar a experiência de quem ainda não viu essa série. Mas a grosso modo todos estão lá porque estão falidos ou precisam de muito dinheiro para tentar mudar de vida.

Erros de Round 6 que não devemos cometer

Analisei alguns dos principais erros que os personagens cometem dentro dessa história, para traçar paralelos com o mundo dos negócios. O texto terá alguns spoilers, a maioria será inofensiva, mas caso tenha um spoiler importante vou avisar previamente.

Má administração do dinheiro

Se os personagens tivessem seguido essa regra nem teriam entrado no jogo. Tendo em vista que praticamente todos estão lá para ganhar dinheiro por erros que cometeram. 

Seja do lado pessoal ou profissional, administrar bem seus recursos financeiros, é essencial para a saúde de qualquer negócio. Com isso, aprendemos que é preciso analisar muito bem questões financeiras, para não entrar no caminho errado e perder tudo.

Falta de dinheiro é o motivo principal das empresas fecharem/falirem, justamente pelas pessoas negligenciarem a sua importância. Quem entende de administração sabe que é o pior erro, porque sem dinheiro todo o negócio cairá pouco a pouco.

Sem dinheiro uma empresa, começa a atrasar impostos, atrasar salários, atrasar pagamentos aos fornecedores, etc. Com isso, se mantendo por muito tempo a empresa logo terá um colapso.

Isso fica bastante claro na série quando a má administração do dinheiro, literalmente leva os personagens à morte. É possível ver o jogo como a última chance para essas pessoas, onde a chance de sucesso é menor que 1%.

O efeito “bola de neve” que as dívidas têm, fica explícito na série, mostrando que o caminho da péssima administração do dinheiro além de ser um caminho sem volta, é um caminho que só piora.

Se você é um empreendedor ou pretende ser, tenha a noção clara que você precisa de dinheiro e precisa saber administrar esse dinheiro, para manter a saúde da sua empresa e pouco a pouco conquistar o sucesso que deseja.

Essa foi a lição que aprendemos antes mesmo dos personagens entrarem no Round 6, porém alguns empreendedores já cometeram o erro da má administração. Por sorte, a série também mostra como a gestão de crise correta ajuda muito a superar os problemas. 

Raciocínio frente às crises é uma poderosa arma do administrador

Empreender é sobre saber usar o raciocínio a seu favor, principalmente em meio a crises. Afinal, empreender com tudo dando certo é fácil, porém utópico, dessa forma é preciso estar preparado para mandar o raciocínio afiado em momentos de crise.

A série mostra que os personagens que usaram o raciocínio, conseguiram chegar mais longe no jogo. Onde muitos sucumbiam diante dos problemas, outros acharam soluções criativas. Tem uma cena que ilustra muito bem isso, envolvendo um dos participantes, a dos biscoitos de açúcar derretido.

Perder a calma deve ser a última coisa que um empreendedor deve fazer, pois com isso, ele irá tomar decisões erradas e por tudo a perder. Manter a calma e a resiliência é essencial para superar uma crise.

Infelizmente, muitos empreendedores não têm essa habilidade e levará inevitavelmente a empresa a perder tudo no primeiro problema que aparecer. Com muitos perdendo a noção da realidade e de raciocínio quando se vêem em meio a uma dificuldade.

É claro, que o ideal é não entrar em uma crise, porém, o mundo dos negócios não é tão preciso assim, e muitas vezes, problemas são invertíveis. Porém, a forma que você vai lidar com isso é totalmente controlável, mostrando que o espírito empreendedor deve existir também nas dificuldades.  

Trabalho em equipe

Embora o jogo tenha apenas um vencedor, em uma das provas o trabalho em equipe é colocado a prova. Mostrando que a equipe mais preparada conseguia sair com vida, enquanto a outra não.

Essa prova era uma prova de força e estratégia, onde com inteligência uma equipe mais “fraca” conseguiu se organizar e superar os mais “fortes”. Para que isso fosse possível a equipe seguiu um plano à risca.

O plano garantiu que cada um estivesse no lugar certo, para fazer tudo funcionar e obter êxito no fim de tudo. Mostrando que mesmo que algo pareça perdido, é possível com um bom plano escapar disso.

Trazendo para a realidade das empresas, fica claro que ter uma equipe preparada é fundamental para que o negócio funcione e que seja possível superar as crises. Mostrando a importância de ter colaboradores especializados nas suas áreas, para que a empresa se torne sólida.

Com isso, será possível tirar o melhor de cada um e garantir que todos façam a sua parte. Uma equipe preparada é o grande diferencial de uma empresa frente a seus concorrentes.

Por isso, na hora de montar a sua equipe, procure pessoas com talentos que claramente procurem crescer e se desenvolver, para que sua empresa possa fazer o mesmo.

Invista no treinamento da sua equipe, garantindo que todos fiquem sempre atualizados em suas áreas e com isso, possam ajudar a empresa a chegar em seus objetivos.

Esteja pronto para surpresas

Alerta de spoiler! 

Se não viu a série recomendo assistir e voltar para ler essa última lição, após concluir os episódios.

Na série, além dos participantes e membros que fazem o jogo funcionar (os “minions” do lugar), acompanhamos um policial que está investigando a ilha do jogo atrás de seu irmão que havia desaparecido.

Ele investiga o lugar a fundo, a fim de revelar esse tenebroso jogo ao mundo. Porém, ele descobre que seu irmão é um dos principais responsáveis pelo jogo, sendo o anfitrião do lugar (não é o responsável geral, mas tem um papel de bastante destaque).

Dessa forma, ele tenta fugir, mas acaba sendo pego e morto pelo próprio irmão. Mostrando que nem sempre a situação é como imaginamos. Seguindo com um excelente conselho que devemos estar preparados para surpresas.

Embora, ninguém queira que algo ruim aconteça é preciso saber lidar com elas quando aparecem (sendo boas ou ruins). Mostrando que apenas absorvendo e se refazendo é possível manter-se vivo, frente a surpresas desagradáveis.

Conclusão

No texto de hoje, te mostrei que é possível tirar excelentes lições de empreendedorismo através da cultuada série Round 6. Usando o exemplo dos personagens, empreendedores podem ver os principais erros que cometem cuidando de suas empresas.

Recomendo fortemente, que quem ainda não viu, dê uma chance para essa série. É uma série curta, com apenas uma temporada. Onde é possível assistir tranquilamente em um fim de semana. Sendo diversão garantida, além de trazer excelentes reflexões.

Assim como Round 6, existem excelentes séries, filmes e até brincadeiras com muito a nos ensinar sobre empreender. Podendo aliar diversão com aprendizado. Inclusive o blog da Smart tem artigos especiais que falam sobre isso:

Além desses, o blog tem centenas de artigos relevantes sobre empreendedorismo. Onde você vai aprender a ser um empreendedor muito mais inteligente. Por isso, acompanhe e coloque-o nos seus favoritos.

Compartilhe esse artigo nas suas redes sociais, para que quem ainda não viu Round 6, saiba que vai poder tirar excelentes lições de empreendedorismo, assistindo a essa série.

Agradeço a sua leitura e nos vemos em breve.

Categorias
Coworking

Como alugar um escritório por menos de R$100 por mês? (Não é clickbait!)

Será que realmente é possível alugar um escritório por esse valor? No texto de hoje, vou te mostrar como alugar um escritório completo gastando menos de R$100. Siga comigo e DESCUBRA!

Empresas e profissionais que trabalham em escritórios, costumeiramente pagam aluguel por esse espaço, principalmente empresas de pequeno e médio porte, pois acaba fazendo mais sentido alugar do que construir um espaço próprio. 

Porém, a maioria que já foi ver preços e fazer levantamentos sobre endereços, acabou percebendo que os gastos para alugar um escritório convencional são bastante altos. Sendo que em grandes centros esses valores podem ser ainda mais altos.

Dessa forma, muitos empreendedores buscam alternativas para economizar na hora de escolher um local para trabalhar. A busca por coworkings se tornou a opção mais favorável na hora de alugar um espaço gastando pouco.

No artigo de hoje, vou te mostrar como alugar um escritório, gastando muito pouco e tendo acesso a um serviço de qualidade, com tudo que tem direito. Então, se o seu medo de empreender era o local (com preço elevado), hoje vou te mostrar que esse medo pode ser facilmente superado.

Como alugar um escritório gastando menos de R$100?

O título “como alugar um escritório gastando menos de R$100”, parece muito um e-mail malicioso para você clicar e ser hackeado. Afinal, sempre que pensamos em aluguel, automaticamente, já pensamos em algo caro e na maioria das vezes, realmente, é.

E dentro de um aluguel convencional até faz sentido, afinal de contas, o proprietário está locando seu espaço para apenas uma empresa. Dessa forma, é normal que o valor seja alto, ainda mais se for em um endereço privilegiado.

Porém, com os coworkings (escritórios compartilhados) ocorre justamente o contrário, porque é uma modalidade de investimento compartilhado, isso é, várias empresas e profissionais ocupam o mesmo endereço, e por tabela, o preço é diluído entre vários membros. Tornando o gasto individual muito menor.

O que um coworking de qualidade tem a oferecer?

Considero que um coworking de qualidade deve contar com três pilares: economia, liberdade e excelência. Com isso a empresa ou profissional independente, que escolher um coworking vai gastar pouco, ter a liberdade de trabalhar da forma que deseja e a excelência para executar seu trabalho.

Essencialmente falando, um coworking deve oferecer toda a parte operacional para que a sua empresa possa iniciar no local em menos de 24 horas (incluindo toda a parte burocrática). Trazendo uma agilidade incrível para que o empreendedor já comece literalmente a empreender.

Liberdade

Os coworkings costumam trabalhar com duas modalidades, onde a empresa trabalha in loco diariamente (valor maior) ou que utiliza o espaço para receber clientes e fazer reuniões (valor menor). Adaptando-se para cada público da forma que for melhor para o cliente.

Assim, será perfeito para empresas que trabalham com seus colaboradores juntos e também para quem trabalha remotamente e por vezes precisa de um local de qualidade, que demonstra extremo profissionalismo para receber seus clientes, parceiros e outros convidados.

Excelência

O objetivo dos coworkings é que a empresa ou profissional entre na sua sala e já tenha tudo pronto para trabalhar. O foco é facilitar, com isso, o coworking deve oferecer o melhor em escritório e endereço para quem escolher. Contando na maioria das vezes com:

  • Localização privilegiada;
  • Móveis e equipamentos de última geração;
  • Recepcionista inclusa/o;
  • Internet de altíssima qualidade;
  • Possibilidade de usar o endereço como endereço fiscal e/ou comercial (com burocracia zero);
  • Agilidade para o cliente iniciar no seu uso;
  • Equipe de apoio para ajudar os clientes;
  • Sala de reuniões;
  • Espaço para contato entre seus membros (possibilitando criar um networking com seus “vizinhos”);
  • Cozinha completa;
  • Entre outras características.

O coworking não deve ser uma saída ou um “quebra-galho” para ter um espaço, mas sim, ser um espaço melhor e mais completo que qualquer escritório convencional. Então, fique atento para ver se o coworking que está entrando em contato, leva a sério o fator excelência.

Porém, a excelência deve andar de mãos dadas com a liberdade e também com a economia, porque além de oferecer o melhor serviço é necessário que saia barato para quem está alugando. O que nos leva para o último item: a economia.

Economia  

Esse é o ponto que a maioria estava esperando, onde explico como alugar um escritório gastando pouquíssimo. Dessa maneira, tudo o que já listei e vou listar neste item devem estar no preço de R$100,00, para que o coworking ofereça o melhor por um preço baixo.

E sim, esse valor de menos de R$100,00 é praticado pelos melhores coworkings do Brasil, dessa forma, fique atento caso o local que esteja pesquisando cobre valores mais altos, sem nenhum motivo aparente.

Nessa parcela, estará incluso os seguintes pontos:

  • Aluguel do local;
  • Condomínio;
  • Segurança;
  • IPTU;
  • Recepção (o coworking oferece esse serviço, facilitando para que a empresa não precise de um colaborador para executar essa função);
  • Manutenção;
  • Limpeza e conservação;
  • Internet de altíssima velocidade;
  • Cozinha;
  • Disponibilidade de acesso à sala de reuniões;
  • Endereço fiscal/comercial;
  • Energia elétrica;
  • Água;
  • Enfim, tudo que for relacionado a um local para trabalho.

Cada item dessa lista, facilmente chegaria no valor de R$100,00, nos coworkings você praticamente paga um valor “simbólico”, para poder utilizar do espaço da melhor forma que desejar.

Nos coworkings a empresa terá um lar e poderá utilizar seu faturamento em prol da empresa, e não terá que queimar dinheiro com aluguéis e outros gastos para manter o escritório.

Veja o exemplo da Empresa Mundi Projetos Esportivos que reduziu 90% dos seus custos utilizando de um serviço de coworking. E se estiver na dúvida se a sua profissão ou empresa pode funcionar em um coworking, temos um artigo que fala de quais profissionais podem alugar um espaço para coworking

Escolhendo um coworking

Antes de mais nada, se você já acompanha a Smart, você sabe que nós trabalhamos com coworking, porém, o foco desse texto não é fazer propaganda para nossos serviços. E sim, ajudar você empreendedor a conseguir gastar de uma forma mais inteligente.

A Smart Escritórios Inteligentes conta com unidades em Brasília, Rio de Janeiro e São Paulo, e nelas você encontra planos a partir de R$79,90 (ao mês) e no plano de R$99,90 (ao mês) você tem acesso a todos os serviços e características que listei, gastando menos de R$100,00.

Então, se você mora nessas regiões, convido a conhecer os serviços da Smart. Porém, o Brasil é muito grande, e caso more em outras regiões do país, você ainda poderá buscar um serviço de qualidade em coworking. Inclusive, temos um artigo sobre 8 coisas que você deve considerar ao escolher um coworking.

Com a busca crescente pelos coworkings, cada vez mais empresas especializadas surgem. Não conheço a qualidade de todas, mas existem excelentes coworkings pelo Brasil. Os preços variam um pouco, mas de qualquer forma, ainda será bem mais barato do que alugar um espaço convencional.

Por isso, fique atento na hora de escolher e verifique se a empresa escolhida oferece todos os serviços que listei nos tópicos acima e se o valor da parcela é condizente com os praticados pela Smart Escritórios Inteligentes. Assim, você garante um escritório de qualidade por menos de R$100,00 por mês.

Conclusão

No artigo de hoje te mostrei como alugar um escritório de qualidade gastando menos de R$100,00. Utilizando de um espaço de coworking a sua empresa vai economizar um valor gigante que fará toda a diferença no andamento da empresa. Afinal, com dinheiro tudo fica mais fácil.

Por isso, pesquise muito bem a empresa que oferece o coworking que você está buscando. Para ter a certeza que vão oferecer os três pilares fundamentais do coworking: liberdade, excelência e economia (com foco elevado na economia).

Converse com os responsáveis da empresa, explique sobre como a sua empresa trabalha a tenha certeza, que poderá executar o trabalho da melhor forma. Peça referências de outras empresas que estão utilizando o espaço, e se possível converse com os proprietários.

Para mais artigos sobre empreendedorismo e coworkings, continue lendo os artigos da Smart. Aqui você encontra dezenas de artigos relevantes que vão te ajudar a empreender cada vez melhor e ajudar o seu empreendimento a conquistar o sucesso.

Para mais temas, deixe um comentário sobre o tema que gostaria que apresentassem neste blog. Peço que compartilhe esse texto para que mais empreendedores conheçam sobre os coworkings e a economia que eles trazem para seus negócios.

Agradeço a sua leitura! Espero te ver de novo em mais um artigo.

Categorias
Empreendedorismo

Smart Brasília: Como se tornar um nômade digital? Quais as vantagens?

Descubra no texto de hoje como se tornar um nômade digital, além de detalhar todas as suas vantagens.

O nomadismo digital cresce a cada dia, sendo bastante impulsionado pela pandemia de Covid-19, onde muitos profissionais viram que ficar preso em uma empresa, pode não ser a melhor saída.

Os nômades digitais buscam acima de tudo a liberdade de poder trabalhar dependendo apenas de conexão com a Internet. Indo desde pessoas que trabalham em vários lugares do mundo, quanto pessoas que passaram a trabalhar apenas em home office.

Inclusive, estudos mostram que 30% das empresas devem manter o home office mesmo após o fim da pandemia. Impulsionando o trabalho remoto e garantindo que seus colaboradores e profissionais possam trabalhar do endereço que acharem conveniente.

É claro que o home office tem seus prós e contras, porém para quem busca viver do nomadismo digital, seus prós são muito maiores, valendo a pena apostar nesse estilo de vida, de trabalhar de casa (seja seu endereço onde for) através da internet. 

No texto de hoje, vou falar sobre as principais vantagens e como se tornar um nômade digital.

Principais vantagens em se tornar um nômade digital

Para você que busca como se tornar um nômade digital, veja quais são:

  • Mudanças em seu estilo de vida: sendo um nômade digital, você só vai precisar de acesso à internet para poder trabalhar, com isso você não precisa ficar preso a um local. Sendo nômade digital, você vai depender apenas de você e da sua profissão.

Pessoas que gostam de ter certas garantias, podem não se adaptar a esse estilo mais livre, dessa forma, fica evidente que a vida como nômade digital é para quem gosta de se aventurar.

  • Você poderá escolher a estação do ano que irá viver: se você for um nômade digital, você pode viver no clima que você gosta. Por exemplo: se você gosta de clima quente com pouca chuva, você poderá viajar para os países com esse clima.

Com isso, você é dono do seu destino e da estação do ano que quer viver. Podendo mudar de endereço sempre que o clima não lhe agradar mais. 

  • Possibilidade de trabalhar em local que lhe inspire: ser nômade digital não significa necessariamente trabalhar sozinho, você poderá buscar lugares inspiradores com pessoas que irão te ajudar a dar seu melhor.

Uma excelente forma de encontrar isso é trabalhando em ambientes de coworking, onde além da liberdade, você poderá ter contato com dezenas de outros profissionais, que estão tão focados e motivados quanto você a buscar o sucesso.

Esses ambientes são muito bons, pois você pode usar apenas pelo tempo que necessitar, sem precisar estar todos os dias nesse endereço. Porém, sempre que precisar de um local completo para reuniões ou trabalhar lado a lado com outros profissionais, você terá essa opção. 

  • Poder ser um cidadão do mundo: muitas pessoas sonham em viajar, porém, acabam ficando presas a rotinas e acabam nunca vivendo esse sonho, ou vivendo apenas em temporadas de férias.

Entretanto, se você for um nômade digital, você poderá viver desse modo, indo de país em país e conhecendo o mundo todo. A globalização é tamanha que apenas com a internet (dependendo da sua profissão, inclusive falarei mais sobre isso no próximo tópico) você pode desempenhar sua função de praticamente, qualquer lugar do mundo.

Dessa forma, você irá unir o útil com o agradável, podendo aproveitar a vida da maneira que sempre desejou. Sendo um nômade digital, você não precisa ficar preso em local fixo, mas sim, terá a liberdade de escolher onde irá passar seus dias. 

  • Conhecer pessoas de diferentes estilos: quando estamos em vários lugares, isso aumenta nosso leque de experiências e de pessoas que conhecemos.

Sendo um nômade digital, você irá conhecer centenas de pessoas com histórias e experiências iguais e diferentes das duas. Onde você poderá aprender e ensinar essas pessoas. 

Então, se você procura pessoas diferentes ou pessoas iguais a você, com ideias e pensamentos semelhantes, para abrir um leque de possibilidades profissionais, sendo um nômade digital isso será muito mais fácil.

O foco aqui foi mostrar características e vantagens descritas por quem teve a experiência de ser um nômade digital. Como dito acima, é um estilo de vida diferente do padrão, por isso, é preciso avaliar se esses pontos são vantajosos para você.

Então, se você é do tipo que gosta de ter sua casa, gosta de ter uma rotina, gosta de ter garantias e um emprego de carteira assinada, mudar para o mundo dos nômades digitais, certamente, poderá te tirar da sua zona de conforto.

A zona de conforto não necessariamente é algo ruim, apenas se você não gosta de estar nela. Muitos justamente buscam conseguir estar em uma zona de conforto.

Desse modo, fica claro que não existe um certo ou errado, mas sim pessoas com objetivos e sonhos diferentes. Dessa forma, cada um poderá se encontrar onde melhor se adapta e sente-se melhor.

Agora, se você leu todas essas vantagens e viu que realmente é isso, que você busca para sua vida pessoal e profissional. No próximo tópico vou te ajudar a entender como se tornar um nômade digital. Vamos a adiante! 

Dicas para se tornar um nômade digital

Agora que já falei sobre as principais vantagens, é hora de trazer dicas para quem quer entender como se tornar um nômade digital. Sem mais delongas vamos a elas!

Escolha sua profissão

Antes de mais nada, é preciso deixar claro que ser uma nômade digital nem de longe é para todas as profissões. Por isso é fundamental que você escolha uma profissão que permita a você trabalhar de forma remota utilizando apenas um aparelho conectado à internet.

Tendo em vista, que muitas empresas permitem o home office, mas fazem reuniões presenciais de forma bastante repetitiva. Dessa forma, a melhor opção para ser um nômade digital é ser um profissional autônomo. Porém, é claro que algumas empresas darão essa possibilidade. Cabe a você deixar isso claro na hora da entrevista.

Atenção a parte burocrática

Se for de seu objetivo, tornar-se um nômade digital, do tipo que viaja o mundo. Fique muito atento a questões como passaporte, vacinas e exames, para poder se deslocar facilmente de um local para outro. Fique sempre atualizado com tudo, para evitar surpresas desagradáveis.

Toda essa atenção ficou ainda mais acentuada por conta do Covid-19, sendo que muitos países liberam apenas para situações especiais a entrada de pessoas. E embora a pandemia esteja perto do fim, essas questões burocráticas devem continuar por algum tempo. 

Organize-se financeiramente

Por mais que seja empolgante sair pelo mundo, é preciso ter um dinheiro para poder se estabelecer e conseguir os primeiros passos. Dessa forma, organize seu dinheiro de modo a ter uma boa quantia para poder usar, caso seja necessário.

Aprenda idiomas

Se você busca ser um cidadão do mundo, nada mais justo do que aprender línguas novas, e quando falo de línguas novas, não falo apenas do inglês, que já deve ser regra para quem busca ser uma nômade digital. Mas também de idiomas dos locais que você irá ficar.

Como o inglês é muito falado e praticamente a língua oficial do mundo (ocidental, pelo menos), com ele na ponta da língua, você já vai poder se comunicar com muitas pessoas. Porém, dominar a língua local também irá te ajudar muito, quando não estiver falando com alguém que domine o inglês.

É claro que não precisa se tornar totalmente fluente em todas as línguas de lugares que passar, mas sim entender e conseguir falar frases chaves que vão te ajudar muito no dia-a-dia. Saber, frases como: “onde fica o mercado?”, “onde fica o hospital mais próximo?”, entre outras, por exemplo.

Invista sempre na sua qualificação profissional

Essa dica é para quando você já é um nômade digital. Então, mesmo que você já seja um nômade digital é importantíssimo continuar investindo na sua capacitação profissional.

Porque um nômade digital deve estar sempre com seu currículo atualizado, para que novas oportunidades apareçam. Dessa maneira, aposte em cursos e busque sempre ser um profissional mais completo. O mercado irá se abrir muito mais para você.  

Não é porque está fora do Brasil que você deve deixar de estudar mais sua área de atuação. “Aposte em cursos de capacitação online e busque se qualificar o máximo possível para estar apto a novos desafios e para conseguir preencher os gaps do mercado”, pontua Cristiano Soares.

Conclusão

No artigo de hoje te mostrei como se tornar um nômade digital, além de mostrar as principais vantagens atribuídas a quem escolhe esse estilo de vida. Mostrando que quem busca liberdade e poder viajar todo o mundo, se escolher ser um nômade digital terá grandes chances de sucesso.

Para mais textos sobre empreendedorismo de maneira geral, continue lendo o blog da Smart. Vou deixar um artigo excelente como indicação para você continuar aprendendo, o texto é muito importante e fala sobre procrastinação, o quanto ela é danosa e pode acabar com um empreendimento

Compartilhe esse texto nas suas redes sociais, para que seus amigos aprendam também como se tornar um nômade digital. 

Agradeço a sua leitura e nos vemos novamente em breve.