[SMART RIO] Mude o foco, produza mais endorfina para encontrar a alegria

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin

A endorfina é o hormônio que é responsável para a sensação de alegria e bom humor, continue a leitura para entender tudo sobre. 

Por estarmos vivendo uma época bem triste e difícil por conta da pandemia, é extremamente importante ter foco e achar os pontos de alegria, e conseguir colocar a endorfina para dentro do seu corpo.

Se você não sabe, a endorfina é um hormônio que é produzido com a hipófise no cérebro. 

Existem alguns alimentos que ajudam a liberar o hormônio da alegria.

Saiba quais  são, além de várias curiosidades  sobre o hormônio, além de dicas para produzi-lo naturalmente.

Endorfina: Hormônio da alegria

Esse hormônio tem outros efeitos mas ainda não identificados a fundo através de estudos, mas o que sabem é que tem um grande poder analgésico, ainda ajuda a diminuir dores musculares, ajuda com a memória e o aprendizado, no apetite, e no ciclo menstrual.

Mas, é preciso tomar cuidado com algumas coisas que podem diminuir a produção, por exemplo, o excesso de exercício físico pode afetar e reduzir a produção de endorfina.

Existem algumas atividades que ajudam com a liberação do hormônio de forma correta, mais a frente vamos falar quais são elas.

Parceiros da Endorfina

Existem outros hormônios que ajudam na alegria, a dopamina é o que nos traz a sensação de prazer, também tem a ocitocina e a serotonina que trazem a sensação de bem-estar.

Uma informação extra: quando estamos apaixonados liberamos bastante endorfina.

Formas naturais de liberar endorfina

  1. Comer:

Alimentos que nos deixam mais alegres como a comida da mamãe, por exemplo, ou chocolate, são alimentos que ajudam a liberar o hormônio.

Isso porque o chocolate libera a endorfina e dá a sensação de bem-estar, isso pode acontecer porque estamos ingerindo algo que gostamos muito, ou temos uma lembrança boa e nos dá uma sensação agradável.

Por fim, você pode investir em alimentos que ajudam na produção de serotonina que vão te fazer alcançar a felicidade, esses alimentos são tomates, castanhas, vinho tinto, por exemplo.

  1. Rir:

Ficar com amigos e dar boas gargalhadas é uma forma bem simples e boa de liberar endorfina.

Pode ser até assistindo filmes ou séries, o que importa é dar boas risadas e isso é algo que deve acontecer frequentemente.

Dar risadas pode ser usado como uma terapia alternativa, a conhecida terapia do riso, que garante a sensação de bem-estar emocional e mental que precisamos.

  1. Ter contato com a natureza: 

Já percebeu que quando estamos fazendo um piquenique em um parque, um mergulho no mar ou uma caminhada em um local com várias árvores, nosso humor muda completamente.

A natureza é perfeita, e consegue acalmar, relaxar e proporcionar boas sensações no cotidiano.

Todas essas sensações ajudam a realizar a liberação do hormônio para o nosso corpo, dando a sensação de leveza e tranquilidade.

  1. Gratidão:

Seja gratidão pela vida, algo que conquistou recentemente, pela presença de pessoas que deixam você feliz ou pelo que você tem, isso nos deixa mais feliz.

Por isso, para manter essa rotina de agradecimento, vale criar o “pote da gratidão”,  onde você deve anotar tudo pelo que é grato, diariamente, e sempre que estiver desanimado, abra e leia em voz alta.

Vale também pegar um papelzinho do pote, e meditar pensando no motivo da sua gratidão. Isso vai te ajudar a criar um hábito.

Em pouquíssimo tempo, você vai observar a quantidade gigantesca de motivos para ser grato na vida.

  1. Planejar o futuro:

O ponto mais importante para o sucesso, é equilibrar o sonho e a realidade, sonhar é bom pois pode nos levar ao futuro, mas sempre mantendo os pés no chão.

Dessa forma, planeje seus sonhos mas encontre soluções para conseguir realizá-los, com isso, terá mais um motivo para agradecer, ou seja, alegria.

  1. Socialização:

Ter algumas atividades sociais e em grupo é importante pois vai ajudar a liberar a endorfina.

Socializar ajuda a ocupar a mente, ampliar seus conhecimentos e dá um pouco mais de motivação.

  1. Pense positivo:

O pensamento positivo vai te ajudar a liberar a endorfina, por isso, tente pensar em coisas boas e coisas que te deixam feliz.

Tente estimular bastante a endorfina dessa forma.

  1. Banho frio:

Essa é uma atividade do cotidiano que ajuda a estimular a endorfina, que é super simples, que é tomando um banho frio.

Dessa forma, seu corpo libera mais endorfina oque é bom para dar aquela acordada cheia de energia e bom humor.

Conclusão

Agora você sabe o quanto a endorfina é importante para o seu corpo e como estimular a sua produção.

Lembre-se dos parceiros do hormônio da felicidade que também são extremamente importantes.

Por fim, não esqueça que todas as atividades estimulantes são coisas simples do seu cotidiano que podem estimular a produção de endorfina.

Esperamos que esse conteúdo tenha esclarecido todas as dúvidas e não esqueça de compartilhar se gostou desse artigo.

Se ficou alguma dúvida, deixe nos comentários ou acesso nossas redes sociais.

Até o próximo artigo!

Saulo Da Rós

Saulo Da Rós

Saulo Da Rós é Autor do Método O Empreendedor Smart, CEO e Founder do Coworking SMART. Pós-graduado em Planejamento e Gestão pela Universidade Federal do Paraná – UFPR e Master Coach FEBRACIS. Criador do Método Empresa Smart, ensina um passo a passo detalhado e comprovado para reduzir os custos e a burocracia dos negócios de seus clientes.
logo_smart.png
  • (61) 3221-1000
  • (61) 98117-0468

Brasília – Asa Sul
​Av. W3 Sul CRS 502 Bl C Loja 37

Brasília – Asa Norte
Av. W3 Norte SEP/N 504 Bl A 3º Andar

TERESINA/PI
Av. Homero Castelo Branco, nº 383​, Jóquei​

CURITIBA/PR​
Rua Mateus Leme, nº 1245, São Francisco

  • Copyright 2020 Smart Escritórios Inteligentes - CNPJ: 19.611.273/0001-09