Categorias
Coworking Endereço Fiscal Escritórios Escritórios Virtuais Reunião

8 coisas que você deve considerar na hora de escolher um coworking

Já conhece os escritórios compartilhados? Saiba 8 coisas que você deve avaliar na hora de escolher um coworking para o seu negócio.

Coworkings são escritórios compartilhados que garantem uma economia gigante com aluguel e outros gastos comuns em um escritório (e/ou empresa). 

Por suas características, os coworkings vieram para ser os escritórios do futuro. Unindo liberdade, custo-benefício extremamente favorável e conforto (além de outros fatores que tornam a sua escolha perfeita).  

Coworkings são muito usados por advogados, contabilidades, arquitetos, startups, coachings, entre outros. Também irão se adaptar muito bem a outros empreendimentos, como setores de empresa e freelancers, por exemplo.

Além disso, possibilitam networking com os demais profissionais e empresas que atuarão no mesmo endereço. Por isso, reuni as 8 principais coisas que você deverá ficar de olho na hora de escolher um coworking (no final trarei uma excelente e completa escolha de coworking). 

8 coisas para avaliar na hora de escolher um coworking

Coworking é uma escolha para profissionais e empreendedores que estão atentos ao que o mercado está beneficiando. Porém, nos próprios coworkings também será preciso analisar bem, na hora de escolher. 

Abaixo listei os 8 pontos que você deve avaliar na hora de escolher o seu coworking.

1. Localização

Uma das melhores formas de atender seu público e trazer novos clientes para seu empreendimento. E isso pode acontecer facilmente através de uma localização privilegiada. 

Ter uma boa impressão logo de cara será primordial nessa relação. Dessa forma, na hora de escolher um coworking, analise o endereço do local.  

Se ficar próximo da sua residência, também será um diferencial importante. Porém, opte sempre por escolher um coworking que privilegie os seus clientes e parceiros, transmitindo profissionalismo e preocupação com eles.

escolher um coworking

2. Deslocamento

Como dito acima, morar próximo do coworking será um diferencial importante. Porém, ficou claro que o cliente deve estar no foco dessa questão. Mas isso não significa que você não pode encontrar um excelente serviço de coworking perto da sua casa. Saber aliar será fundamental nesse processo.

Ainda mais se a sua ida ao coworking for diária, escolher um coworking com endereço estratégico te fará ganhar muitas horas, que seriam gastas com deslocamento e engarrafamentos. 

Considere a localização para os seus clientes, mas também considere um bom local, para garantir um deslocamento mais rápido e seguro. Estar perto de seu público também irá facilitar o deslocamento deles até a sua empresa.

3. Internet de qualidade

Tão importante quanto o contato físico com seus clientes e parceiros, será a qualidade da internet oferecida. De nada vai adiantar, ter o gasto de internet incluso em uma conta baixa, se esse serviço ficar aquém das expectativas. 

Atualmente, os coworkings de qualidade trabalham com uma internet wi-fi ultrarrápida, garantindo agilidade para os processos dos empreendimentos. 

Na hora de escolher um coworking leve a internet em conta, caso não ofereçam uma internet de qualidade, já será um excelente indicativo para buscar outro coworking.

4. Comodidade e conforto

Isolamos a categoria internet por considerar um ponto de altíssima importância. Lado a lado com a internet, um coworking de qualidade deve trazer muita comodidade para os empreendedores, colaboradores e visitantes (clientes, parceiros, entre outros). 

Sendo que as atividades (ou uma boa parte delas) serão feitas nesse ambiente. 

Garantir um local confortável para o trabalho (o espaço de cozinha deve ser amplo, organizado e limpo), será um dos pontos-chave para se analisar na hora de escolher um coworking. 

Afinal, trabalhar em um ambiente cômodo irá garantir um trabalho de maior qualidade. O coworking será a casa da sua empresa.

5. Sala de reuniões e dependências

Além do ambiente de trabalho comum, será indispensável para escolher um coworking, avaliar o acesso a uma boa sala de reuniões. Garantindo um local confortável e bonito para suas reuniões em equipe e/ou com clientes/fornecedores/parceiros.

Dessa forma, faça uma visita minuciosa em detalhes, não tenha pressa para escolher um coworking. Olhe a fundo, visite a sala de reuniões, imagine você e sua equipe trabalhando.

Além da sala de reuniões, observe com cuidado o espaço da recepção, onde seus clientes/convidados irão aguardar. Tudo isso, pode parecer algo simples, mas que no fim trará grande qualidade, sendo um diferencial em seu empreendimento.

6. Liberdade

A liberdade é um conceito cada vez mais buscado por empreendedores e profissionais independentes. 

A flexibilidade com a qual poderão organizar sua agenda e horário de serviço, além de escolher se trabalharão remotamente ou de forma presencial. 

Um coworking completo, trará diferentes planos que irão se encaixar com as expectativas do seu trabalho e/ou da sua empresa. Caso precise de um espaço diário ou de algo mais esporádico (atendimentos e/ou reuniões), um coworking (de qualidade) terá essas opções.

Também será possível mover alguns setores de uma empresa (como o financeiro ou administrativo, por exemplo), para executar seus serviços em um coworking. Na hora de escolher verifique as questões ligadas a flexibilidade que irá trazer para a empresa.

7. Endereço comercial e fiscal (fique atento!)

Os coworkings são grandes facilitadores, dessa forma, uma boa escolha garantirá um ambiente onde a sua empresa poderá utilizar como endereço fiscal e até mesmo comercial (dependendo da atividade). 

Caso esteja abrindo uma empresa (será necessário ter um endereço), será muito mais fácil e rápido não ter que se preocupar com questões burocráticas. Um coworking de qualidade garantirá que seu endereço seja o endereço (fiscal e/ou comercial) da sua empresa.

8. Economia

Um dos alicerces que estão ligados ao crescimento significativo dos coworkings, é o custo-benefício que trabalhar em um espaço assim, irá trazer para seu empreendimento. Com esse crescimento, tem surgido inúmeros coworkings, alguns baratos e extremamente bons e outros com uma qualidade baixa. 

Como esse serviço costuma ser extremamente barato se comparado a aluguéis, escolher um coworking não significa escolher só o mais barato. Analise todos os fatores acima, antes de escolher. Saiba escolher qual irá se encaixar melhor para seus objetivos. 

A economia poderá ir muito além do aluguel, com a escolha certa, você terá economia com manutenção, limpeza, energia elétrica, água, internet (que já foi citado) entre outros gastos comuns na hora de manter um escritório tido como convencional. Dentro disso, opte pelo mais completo, nem que custe um pouco a mais (ainda assim será muito mais barato), esse valor será convertido em qualidade para sua empresa. 

Considerações finais

No artigo de hoje, mostrei os 8 principais pontos a se avaliarem, na hora de escolher um coworking. Fique atento ao que foi listado, assim ficará muito mais fácil encontrar e escolher um coworking.

Nós da Smart Escritórios Inteligentes contamos com coworkings de extrema qualidade, onde você terá acesso de qualidade a todos os 8 pontos listados (sendo a melhor escolha, caso esteja presente em sua região) nesse texto e muito mais. 

Existem planos que custam menos de R$3,50 ao dia, como é o caso do Plano Smart Fiscal por R$79,90/mês para quem precisa apenas de um endereço. 

Ou o Plano Smart Black que custa R$99,90/mês por TODOS os serviços Smart

Para os dois planos, você pode ganhar dois meses grátis se optar pelo plano anual. 

A Smart conta com seis unidades: 

  • Asa Norte e Asa Sul em Brasília, 
  • Candelária em Natal, 
  • No Shopping Rio Poty em Teresina, 
  • Niterói e Jacarepaguá (Rio de Janeiro). 

Quer saber mais? Clique aqui!

Para mais artigos sobre os benefícios do coworking e empreendimentos, continue acompanhando nosso blog.

Curtiu o conteúdo? Então compartilhe em suas redes sociais, e até a próxima! 

Categorias
Escritórios Reunião

SMART NITERÓI: WhatsApp lança ferramenta de videochamadas para versão de PC

As ferramentas de videochamadas possibilitaram o home office e as aulas online durante a pandemia; o WhatsApp também entra na lista das plataformas de reuniões pela internet.

A revolução digital vem sendo desenvolvida há muitos anos. De fato, quem tem entre vinte e trinta anos viu como a tecnologia avançou rapidamente em tão pouco tempo.

Na última década, vimos (e nos surpreendemos) com o  surgimento e aprimoramento de novas tecnologias da comunicação. 

Provavelmente, a chegada dos primeiros smartphones chamaram a atenção de quem, até naquele momento, estava acostumado com as funções elementares de um celular: fazer e receber chamadas e, os quase esquecidos, SMS.

Mas a humanidade não ficou por aí, e passos cada vez mais largos continuaram sendo dados. 

As ferramentas de videochamadas, por exemplo, foram pouco a pouco ganhando espaço.

Hoje, milhões de pessoas no Brasil e no mundo resolvem questões relacionadas a sua vida financeira, se comunicam com familiares e amigos, estudam, e até mesmo trabalham por meios digitais.

Todos já sabíamos que esse era um caminho rumo a um futuro cada vez mais online; contudo,  o que provavelmente ninguém imaginava era que tal desenvolvimento seria ainda mais apressado devido a uma crise sanitária mundial.

ferramenta de videochamadas

Coronavírus 

A pandemia causada pelo novo Coronavírus obrigou pessoas, empresas e países a dar consideráveis passos na aplicação de ferramentas digitais.

Com o começo da implementação das medidas sanitárias ao redor do mundo, no primeiro semestre de 2020, passou a fazer parte do uso cotidiano da nossa linguagem um termo em inglês, até então quase desconhecido para muitos.

O home office foi a opção encontrada por grandes e pequenas empresas e até mesmo por instituições estatais para evitar as viagens de ida e vinda de seus funcionários e a inevitável aglomeração nos escritórios e no transporte público. 

Mas apesar da mudança, o trabalho remoto tem seus prós e contras.

O isolamento social restringiu a possibilidade de circulação de muitas pessoas, e houve quem, embora pudesse trabalhar, optou ou foi obrigado a ficar em casa por ser parte do chamado grupo de risco e/ou portador de alguma comorbidade.

A possibilidade de executar as tarefas diárias na própria casa, sem a necessidade de estar todo o dia em um escritório, surpreendeu milhões de trabalhadores.

Para alguns, o desafio principal era organizar a própria jornada e não cair no risco de procrastinar pelo fato de estar em casa; outros, no entanto, ainda sofrem porque não conseguem distinguir bem o tempo que deve ser dedicado ao trabalho daquele que é pessoal. 

A gestão a distância também é um desafio.

Além disso, teve também quem sofreu para adaptar-se ao uso de algumas tecnologias ainda pouco usadas, embora já antigas.

As ferramentas de videochamadas já eram usadas há alguns anos. 

Pessoas utilizavam, por exemplo, o Skype, da Microsoft, para se comunicar com alguém em outra parte do mundo. 

A ferramenta – uma das mais antigas – já ajudava famílias a se comunicarem, e também já era ferramenta de trabalho para outros.

Contudo, a ferramenta de videochamadas que mais foi utilizada (amada e odiada) durante a pandemia foi, sem dúvidas, o Zoom.

A ferramenta foi criada pelo engenheiro Eric Yuan, em 2011, mas começou a funcionar em janeiro de 2013. A aplicação atingiu aproximadamente um milhão de usuários quatro meses depois.

Mas, o grande sucesso veio mesmo no ano de 2020. Só entre o começo do ano e meados de março, o Zoom teve um crescimento de 67%, graças à demanda surgida pelas aulas online e pelo trabalho remoto.

Com uma procura tão grande, a empresa passou a valer, em março de 2020, 38 bilhões de dólares.

Novas opções

Depois do êxito do Zoom – que também enfrentou problemas de estabilidade e segurança – um gigante da internet se moveu rapidamente para reestruturar sua ferramenta de videochamadas.

ferramenta de videochamadas

O Google já tinha o Hangouts, mas a plataforma da empresa deixava a desejar quando comparada ao Zoom

Em meados de 2020, o serviço foi substituído pelo Google Meet, que trouxe opções anteriormente ausentes no Hangouts, e aumentou o número de participantes nas videochamadas e possibilitou, por exemplo, a função de compartilhar com os participantes de uma reunião a tela do próprio computador.

Outra gigante das comunicações também se aventurou nos serviços de videochamadas em grupo.

Ferramenta de videochamadas do WhatsApp

Aproveitando a popularidade das ferramentas de videochamadas, o WhatsApp começou a disponibilizar para alguns usuários sua própria ferramenta de chamadas de voz e vídeo para desktops e navegadores web. 

O serviço começou a ser liberado gradualmente em dezembro de 2020.

A nova ferramenta do WhatsApp ainda está em fase de testes, mas permite que os usuários – que ainda são relativamente poucos com acesso à função – façam videochamadas por meio do WhatsApp Web.

  • O ícone para ter acesso à novidade aparece no topo da tela, ao lado da lupa de pesquisa.

Com o lançamento, o aplicativo de mensagens instantâneas entra na briga com Zoom, Skype (que agora também permite chamadas em grupo) e Meet.

Conclusão

As ferramentas de videochamadas já eram disponibilizadas por várias plataformas online. Os serviços possibilitam a comunicação usando áudio e vídeo com pessoas em qualquer parte do mundo.

Mas foi a partir da pandemia do novo Coronavírus que essas ferramentas possibilitaram uma verdadeira revolução no âmbito laboral e educacional. 

Os aplicativos de videochamadas facilitaram a realização de aulas e de reuniões nas quais os participantes podem estar em sua própria casa.

Na guerra por atrair usuários, o último a apresentar a sua ferramenta de videochamadas é o WhatsApp que começou a disponibilizar, em dezembro, sua ferramenta de chamadas de áudio e vídeo para desktops. 

O serviço é acessado pelo WhatsApp Web, está em fase de testes e o acesso ainda é restrito a alguns usuários selecionados.

Categorias
Coworking Produtividade Reunião Sala de Treinamento

O coworking se encaixa no seu negócio? Descubra!

Coworking já não é novidade há muito tempo, mas tem gente que ainda tem dúvidas, por isso vamos esclarecer algumas delas. 

Coworking, antes de tudo, é um movimento global. Tecnicamente, o coworking é um espaço para “trabalhar em conjunto”. Mas não tem nada a ver com aqueles trabalhos em grupo que você fazia no colégio. 

A ideia é compartilhar um espaço físico, seja ou não ao mesmo tempo que outras empresas ou trabalhadores autônomos. Você trabalha em um espaço junto a outros empreendedores, dividindo os custos de estruturas entre outros.

Como é trabalhar com profissionais de diferentes áreas e empresas?

Uma das principais características de um coworking é a variedade de profissionais, o que favorece a troca de ideias, experiências e até traz a possibilidades de novos negócios. 

É uma grande oportunidade de expandir seu networking, conseguir novos clientes e ouvir diferentes opiniões. 

Mesmo que você seja um profissional autônomo sentado ao lado de outro ou esteja com seu grupo de trabalho na fila do barzinho, sempre há uma oportunidade de interagir e descobrir novas opiniões.

Mas a privacidade? Não se preocupe. 

Você ou seu grupo de trabalho terão toda a privacidade que quiserem para focar na produtividade. Os melhores locais de coworking oferecem uma variedade de ambientes que vão desde salas executivas até auditórios!

O coworking é somente para autônomos e freelancers?

De maneira nenhuma! 

Embora os profissionais autônomos e freelancers tenham toda a autonomia para escolherem seus horários e agendarem suas horas de trabalho nas estações de coworking, pequenas e médias empresas também são frequentadores assíduos. 

Para diminuir os custos e para aumentar a rede de contatos, muitas empresas preferem alugar uma sala em um espaço de coworking do que ficarem fechados no seu próprio escritório. 

No espaço de coworking o grupo de trabalho pode otimizar a sua produção dentro das horas de trabalho, ao invés de estar em um escritório com aluguel diário, que você paga até os feriados e dias de descanso. 

Neste ambiente, as empresas também não precisam se preocupar com aquela avalanche de contas para pagar no início do mês! Você já sabe quanto vai gastar de acordo com as horas de trabalho e o espaço!

Além de utilizarem salas executivas, as empresas podem optar pelas salas de reuniões ou até pelos auditórios, dependendo da sua necessidade. 

Vale muito mais a pena ter aquela reunião de negócios com clientes importantes em um espaço amplo e profissional, pensando sempre na otimização do tempo e do espaço.

É possível usar o espaço coworking em tempos de pandemia?

Esta é uma das dúvidas mais frequentes do mercado.  

Os espaços de coworking contam com o seu próprio processo de sanitização de ambientes, mas você também pode (e deve) fazer a sua parte. 

Seus objetos pessoais devem ser trazidos de casa e depois levados. Seu material de cuidado higiênico (como máscaras, luvas, álcool em gel, etc.) deve ser utilizado e descartado corretamente.

Os espaços respeitam todas as regras locais de cuidado e limpeza, sendo assim uma excelente opção para os tempos de pandemia. 

Por outro lado, você também não precisa ficar se preocupando com a limpeza diária, já que os profissionais de higiene dos espaços de coworking fazem isso após cada vez que utilizada uma estação ou uma sala de trabalho compartilhado.

Qual a diferença entre trabalhar de casa (home office) e no coworking?

coworking

Ainda que o termo home office tenha sido muito citado nos últimos tempos, a diferença é enorme!! 

Primeiro que a sua casa não foi projetada para trabalhar em alto desempenho, receber clientes e fazer reuniões, certo? Sem distrações, você poderá trabalhar focado sem estar indo até à geladeira a cada cinco minutos. 

Além disso, quem nunca ficou sem internet em casa e teve que atrasar aquele projeto?

+ Veja também: Entenda Como Retomar Os Negócios

Pois é, no ambiente de coworking nada disso vai acontecer. 

Você conta com toda a infraestrutura para se concentrar apenas em fazer o melhor para você ou para o seu grupo de trabalho. 

Por ser este um ambiente que preza pela democratização dos escritórios executivos, ali você vai poder receber seus clientes sem problema algum, gerando uma boa impressão, otimização do tempo e foco no trabalho. 

Isso tudo sem ter aquela conta de luz e internet no fim do mês.

Como começar no coworking?

Se você percebeu que compartilhar tempo e espaço é uma ideia inteligente para a sua empresa ou para você, agora você deve procurar onde está o local mais próximo a você. 

Tenha toda a comodidade e nada da burocracia de trabalhar em um escritório executivo de alta qualidade. 

Na Smart Coworking você tem estações de trabalho individuais, escritórios, salas de reuniões e auditórios, todos com a funcionalidade que você e o seu grupo de trabalho precisam.

Venha conhecer uma equipe preparada para lhe atender e um ambiente para trabalhar com todas as vantagens citadas neste artigo! Fale já com a Smart Coworking e comece a trabalhar com inteligência!

Categorias
Coworking Produtividade Reunião

Quanto custa um coworking em Niterói?

Quando você decide abrir sua própria empresa e montar seu próprio negócio, precisa ter em mente quanto custa para manter um escritório. Precisa avaliar também os custos de um Coworking.

Com a popularização dos ambientes de trabalho compartilhados, os profissionais buscam cada vez mais lugares interessantes para estruturar suas empresas.

Sendo as assim, a Smart Coworking se apresenta como um dos principais locais para estação de trabalho em Niterói, com muita visibilidade e oferecendo pacotes capazes de gerar uma grande economia no final do mês.

Quanto custa um coworking

O que é coworking?

O coworking é um espaço de trabalho compartilhado, onde vários profissionais podem usar o mesmo ambiente, de várias áreas diferentes, sendo permitido, inclusive, dividir o local entre si.

Se tornou muito popular entre os profissionais, empresários e freelancers que precisam de um ambiente comercial para trabalhar. 

Além disso, muitas startups começam em coworkings que também possuem setores individuais e salas de reuniões.

O que é oferecido em um espaço de coworking?

A Smart Coworking oferece mesas de trabalho, espaços de convivência, salas de reuniões, além de uma forte rede de contatos em Niterói com internet banda larga.

São considerados verdadeiros investimentos para uma empresa, já que é uma forma do empresário e empreendedor economizar. 

Também pode ser considerado um conceito sustentável, de economia compartilhada e cocriação.

Quanto custa um coworking

Qual o valor de adotar o coworking para trabalhar?

Para saber quanto custa um coworking em Niterói, a Smart oferece vários planos para lhe atender da melhor forma. Que vai desde o pagamento por hora, até planos mensais.

Na Smart, os escritórios inteligentes conseguem atrair resultados reais para seus clientes que podem economizar até 90% com a redução dos custos que teria em uma empresa própria.

A Smart oferece salas de reuniões para 6, 9 e 12 pessoas.

Espaços modernos e sofisticados, utilidades para toda a sua equipe, salas personalidades e auditórios para treinamento que comportam até 25 pessoas.

Além disso, você pode alugar as salas por mês, com preços a partir de R$900,00. 

Você garante uma melhor localização, excelente custo-benefício, alto padrão e tudo isso muito mais barato do que montar o próprio escritório.

Os custos de um coworking podem variar de acordo com as suas necessidades, mas, as chances de economizar com segurança e infraestrutura são enormes.

Para saber certinho os valores de coworking, entre em contato conosco e conheça as nossas instalações inteligentes. 

Mostraremos os planos que cabem no seu bolso porque sabemos o quanto começar uma empresa é difícil. Estamos aqui para ajudar e oferecer um mundo de novas possibilidades.

Existe o jeito antigo de trabalhar e existe o jeito SMART!

Hoje a SMART é considerado o MELHOR COWORKING do BRASIL pelo melhor custo-benefício com alto padrão e contratação mais ágil.

Você pode até se dar ao luxo de pesquisar, mas, voltará a ele pela certeza de que não encontrou nada igual.

Aqui temos certeza que você consolidará a sua EMPRESA INTELIGENTE com MENOS custos e MAIS RESULTADOS!

Entre em contato com a SMART e faça sua empresa crescer!

SMART NITERÓI
Endereço: Av. Rui Barbosa, nº 87, Loja 103, 104 e 105, São Francisco, Niterói/RJ, CEP: 23360-440

Categorias
Coworking Empreendedorismo Escritórios Escritórios Virtuais Produtividade Reunião

Aluguel de Salas por hora

Entrar no mundo dos empreendedores não é uma tarefa fácil. Se você está começando o seu negócio agora, sabe que além dos “perrengues” burocráticos, precisa apresentar a sua empresa de uma maneira profissional para passar credibilidade aos seus clientes. Mas se você não tem um espaço para fazer isso, o obstáculo parece ainda maior. É aí que o escritório virtual pode ser uma excelente alternativa.

Para quem iniciou a vida de empreendedor recentemente, um dos maiores empecilhos para receber os clientes é a falta de um espaço apropriado, principalmente quando você faz home office. Se você não divide o ambiente com a sua família, provavelmente também não se sente confortável para receber pessoas importantes na sala da sua casa, mas também não sabe qual é a solução mais apropriada para o seu problema. Em situações como essa, muitos empreendedores acabam marcando reuniões em cafés ou restaurantes, deixando o clima bastante impessoal para tratar de assuntos profissionais. Hoje vamos falar um pouco sobre o aluguel de salas por hora, uma alternativa que pode te ajudar muito na missão de impulsionar o seu negócio.

Com planos de locação que cabem no orçamento de micro-empresas, as salas e escritórios virtuais já incluem mobília, serviço de atendimento telefônico e até mesmo endereço fiscal. Além disso, o aluguel de salas por hora costuma economizar até dois terços do dinheiro que seria utilizado para alugar um imóvel e arcar com as despesas recorrentes. Essas salas e escritórios virtuais também costumam ser localizadas em pontos estratégicos da cidade, como é o caso da SMART em Brasília, que está posicionada no centro da cidade e possui fácil acessibilidade.

“Quando eu decidi montar a minha empresa, estava procurando um local que tivesse qualidade no atendimento e um ambiente acolhedor. Meus clientes buscam exatamente isso no meu serviço, e pra mim é um grande prazer atendê-los em um espaço onde eles se sintam à vontade.”

Aluguel de Salas por hora
Úrsula de Miranda – CEO da Solutions MED, empresa de faturamento e credenciamento médico e cliente da SMART.

Alugando uma sala que já oferece todos os serviços para as suas necessidades, você deixa de lado as preocupações para focar no que realmente importa: o seu negócio. Um ambiente acolhedor é fundamental para dar credibilidade e profissionalismo à sua empresa, e também facilita a sua vida como empreendedor. Se você está com problemas no seu planejamento financeiro porque decidiu alugar um imóvel e não consegue administrar muito bem as despesas, o serviço de escritório virtual também pode te ajudar a sair dessa.

“A grande vantagem de escolher esse modelo de negócio é a flexibilidade de poder escolher salas adequadas. Quando eu preciso fazer uma reunião com um número maior de pessoas ou se eu precisar de um espaço mais reservado, eu tenho tudo à mão. Eu tinha um escritório em Águas Claras, e pra mim era mais complicado porque eu precisava manter aquela grande estrutura que não tinha tanta utilização.”

Aluguel de Salas por hora
Carlos Eduardo Cabral – CEO da Mundi Projetos Esportivos e cliente da SMART.

O aluguel de salas por hora pode ser o primeiro passo para o crescimento da sua empresa. Optar por facilidades para focar nos objetivos do seu negócio é uma escolha inteligente, e você pode recorrer a uma empresa que poderá te oferecer tudo o que você procura. Entre em contato com a SMART e conheça os melhores planos para suas necessidades! Tire suas dúvidas com os nossos consultores. Todo o processo de contratação pode ser online e sem burocracias.

Brasília – Asa Sul
​Av. W3 Sul CRS 502 Bl C Loja 37

Brasília – Asa Norte
Av. W3 Norte SEP/N 504 Bl A 3º Andar

TERESINA/PI
Av. Homero Castelo Branco, nº 383​, Jóquei​

CURITIBA/PR​
Rua Mateus Leme, nº 1245, São Francisco

Categorias
Coworking Escritórios Virtuais Reunião

Auditório em Brasília

Os eventos empresariais e profissionais estão ganhando cada vez mais espaço em Brasília. Empreendedores de todo o país estão de olho no movimento da capital, e procuram a cidade para realizarem palestras, eventos e workshops de treinamento. No entanto, acabam se deparando com a dificuldade de encontrar um local onde possam fazer um bom evento sem a burocracia dos contratos de locação. Em situações como essa, os coworkings são uma boa e rápida alternativa.

Em Brasília, espaços como estes estão abrindo por todos os lados, mas para fazer uma escolha inteligente, é preciso pesquisar. Muitos coworkings estão localizados em pontos pouco estratégicos da cidade, o que pode dificultar a acessibilidade e tornar o seu evento ou treinamento um grande fracasso. Por isso, se você quer alugar um auditório em Brasília, procure por um espaço bem localizado próximo ao centro. A SMART, além de estar perto dos principais pontos de referência da capital, já está no mercado há 5 anos oferecendo excelência na prestação de serviços às empresas que buscam esse tipo de espaço.

Além de oferecer o aluguel temporário de salas de treinamento e auditórios, você também poderá encontrar outros tipos de planos para alocar a sua empresa de acordo com as suas necessidades. Ao alugar uma sala de alto padrão na SMART para realizar o seu evento, você pode ter o desconto de 20% no contrato de locação e utilizar uma estrutura completa, com equipamentos de última geração, acesso ao Wi-Fi, serviço de copeira e, o melhor de tudo, começar as suas atividades logo após a contratação, sem burocracias e dores de cabeça. Todo o processo é realizado em apenas um dia!

Auditório em Brasília
Auditório da SMART Escritórios Inteligentes – Brasília/DF

Para realizar a contratação é muito simples. Você escolhe um dos planos que deseja aderir através do site ou com um de nossos consultores (por telefone ou através do chat). Depois de preencher a sua ficha de cadastro e enviar os documentos necessários, um de nossos analistas o auxiliará durante todo o processo, e em menos de 24h você já poderá utilizar a sala ou auditório desejado. Uma forma simples, eficaz e inteligente de resolver o seu problema em poucos passos!

Ao alugar um auditório na SMART, você não precisa se preocupar em contratar serviços de copa, alugar um projetor ou uma tela. Nossos espaços contam com uma tela de 102” e um projetor de alta definição para sua livre utilização durante o seu tempo de locação. Temos também profissionais especializados para te ajudar com os equipamento. Você só precisa se preocupar com o sucesso do seu evento! É possível alugar um auditório em Brasília sem burocracia e com uma empresa especializada e focada em todos os seus objetivos.

Auditório em Brasília
Sala de Treinamento – SMART Escritórios Inteligentes – Asa Norte, Brasília/DF

Se você ficou interessado, entre em contato com a SMART e conheça os benefícios que temos a oferecer para você e para a sua empresa. A adesão é 100% online, sem taxas escondidas, com total transparência e uma excelente localização no coração de Brasília. Tenha uma sala de alto padrão e comprove a credibilidade do seu negócio!

Brasília – Asa Sul
​Av. W3 Sul CRS 502 Bl C Loja 37

Brasília – Asa Norte
Av. W3 Norte SEP/N 504 Bl A 3º Andar

TERESINA/PI
Av. Homero Castelo Branco, nº 383​, Jóquei​

CURITIBA/PR​
Rua Mateus Leme, nº 1245, São Francisco

Categorias
Administração Coworking Empreendedorismo Escritórios Produtividade Reunião

Lógica do Compartilhamento: Coworking

Para estabelecer uma cultura de Coworking e entendermos sua lógica, devemos pensar em espaços abertos e compartilhados, como os de Hostels, e não em apartamentos convencionais, como os de grandes residenciais. Dessa maneira, independentemente das tendências, o Coworking é sobre fomentar a saída da zona de conforto para abrir oportunidades. Como participante de uma comunidade, você pode ajudar a desenvolver um ambiente inovador e muito competitivo. Portanto tudo gira em torno de como o grupo cria uma cultura, mais aberta, mais cooperativa.

Vamos pensar: Hostel vs. Apartamento

Os Hostels, alojamentos compartilhados, são projetados para serem privados o suficiente para dar a cada pessoa seu próprio espaço. No entanto, os usuários são incentivados a usar a área comum a vontade e se quiserem fazer um grande almoço ou assistir algum filme com os amigos, está tudo bem, será muito bem vindo para fomentar parceria na comunidade. Nesse sentido, é um ambiente intencionalmente produzido para permitir que as pessoas interajam e se conheçam. Dessa maneira, essa estrutura é algo que empresas que trabalham com coworking devem estar interessadas em desenvolver para que a comunidade possa replicar essa lógica.

Apartamentos Convencionais

Apartamentos são projetados para você ser controlado, tudo no lugar em que deveria estar. Isso faz com que as pessoas se escondam, se anulem, percam capacidade de improvisação. Por outro lado, vamos pensar em um hotel de luxo. São impessoais, padronizados, áreas comuns vazias e sem interatividade. E venhamos e convenhamos, há muitos prédios residenciais que são só um pouco mais pessoais por conta do seu apartamento, mas o restante é semelhante a um hotel.

Assim, todos vivem em um espaço confortável com todas as coisas de que precisam, teoricamente. A grande maioria das pessoas só saem do apartamento quando tem um objetivo claro: ir ao carro, à academia, ao trabalho, etc.       

Na verdade, saindo de casa, elas pegam uma das várias saídas e percorrem as áreas comuns com um espaço vazio com uma TV e uma mesa de sinuca. Esse cenário de comodidade para todos em um prédio grande e muito fechado não é convidativo, se pararmos pra pensar. Quem nunca ouviu a frase “tenho tudo no meu prédio, mas ninguém usa!”.

Essa cultura de corredores vazios, portas fechadas e comodidades reforçam a cultura de ser fechado, territorial e de permanecer na zona de conforto. É uma cultura extremamente cultivada e enraizada e, por tanto, pode ser muito difícil de desconstruir.

Porém hoje, com a onda de compartilhamento que estamos vivendo, compartilhando carro (Uber), compartilhando nossos lares (AirBnb), bem como os nossos espaços de hospedagem (Hostels), estamos aprendendo que o importante não é ter para si, mas ter acesso para si. Naturalmente, estamos aprendendo a compartilhar custos, insumos, a produzir menos materiais e produzir mais experiências.

Maneiras de incentivar a comunidade

Na Smart Escritórios Inteligentes, a visão é  incentivar o ambiente de trabalho cooperativo, aberto e fértil. Um ambiente onde ouvir uma gargalhada aqui e ali faz bem. Nossos clientes estão satisfeitos com o ambiente e nossa estrutura.

Todos os nossos clientes recebem acessos e estão convidados a participar no nosso espaço, em ser membros de uma comunidade. É para começar a pensar na nossa empresa como outra casa, em vez de um escritório comercial.

Temos vários benefícios como o Clube Smart para compartilhamento de experiências, não só de trabalho, mas enquanto comunidade. Desenvolver os negócios também faz parte, mas é preciso desenvolver também a qualidade de vida. Queremos que o nosso espaço seja um lugar de inovação e que dê vontade de sair de casa pela manhã e pensar: Hoje vou colocar aquela música para o pessoal ouvir… e ainda vou produzir bastante.

Ter expectativas definidas e estimular as trocas de experiência

Os ambientes de Coworking são ambientes de portas abertas e políticas definidas em prol do coletivo, da comunidade. Nesse sentido, esses ambientes abrem convites para desenvolver um grupo de pessoas que ouvem músicas e compartilham, assistem séries e criticam juntos, pensam e melhoram seus negócios em comunidade. Portanto, fomentam espaços de onde é gostoso fazer parte.

É fato: Espaços de coworking que fazem a diferença não só satisfazem as necessidades de espaço dos clientes, mas necessidades de qualidade de vida. Eles fomentam uma cultura onde as pessoas podem se sentir a vontade para conversar com estranhos, começar eventos na comunidade, falar sobre as notícias do dia a dia e aprender uns com os outros..

O espaço não é seu, propriamente dito, mas de todos que estão ali fazendo desse local uma agradável saída da zona de conforto e ao mesmo tempo um local de acolhida e satisfações.

Participe agora. Conheça nosso trabalho e nossos espaços.

Sendo assim, se você já tem um espaço próprio e já está percebendo que sua qualidade de vida diminui consideravelmente com as preocupações dele, padronizado, comum, padrão e sem novidades, você pode começar a fazer diferente hoje.

Venha participar de uma comunidade que incentiva a comunicação, eventos internos, mudança de pessoas e ambientes, e principalmente, desafios de interação e conectividade para fomentar o desenvolvimento do seu negócio.

Quanto mais você esperar, mais difícil vai ser para se acostumar depois. Não procrastine! Mude o quanto antes e veja as maravilhas da lógica de compartilhamento!

Seu trabalho é estar aberto a isso.

Categorias
Administração Empreendedorismo Escritórios Escritórios Virtuais Produtividade Reunião

Equipes remotas: dicas para uma gestão a distância de sucesso

Empresas com times distribuídos por diferentes partes do mundo (ou até na mesma cidade) já são uma realidade  para empresas sediadas em países como Estados Unidos, Japão, França e Suécia. Neste último, inclusive, o trabalho remoto faz parte do dia a dia de 51% dos negócios por meio da política do home office, segundo pesquisa da Organização Internacional do Trabalho (OIT).

Aqui no Brasil, sabemos que essa tendência ainda está seguindo seus primeiros passos, mas, ainda assim, já temos empresas sendo criadas e remodeladas considerando equipes remotas, desde os pequenos negócios, que atuam com times de freelancers, até as grandes organizações, que oferecem mais flexibilidade para seus colaboradores.

Os benefícios em se apostar no trabalho remoto são vários: redução de custos em escritório e deslocamento, maior produtividade e qualidade de vida, entre muitos outros. Porém, todas essas vantagens vêm também com um importante desafio: como adaptar sua gestão e liderança para conduzir a performance dessas pessoas, que muitas vezes sequer conhece pessoalmente?

Dicas para facilitar sua gestão de equipes remotas

Neste artigo, reunimos algumas dicas principais para você liderar equipes remotas, conduzindo os membros do time à melhor performance e garantindo que os resultados sejam positivos. Confira abaixo!

Usar ferramentas de gestão de projetos e de comunicação

O primeiro segredo para gerenciar uma equipe à distância é escolher as ferramentas certas para dar suporte a você. Pense em todas as reuniões de alinhamento e briefings que faria pessoalmente, como eles poderiam ser transformados para auxiliar o teletrabalho?

Provavelmente você precise focar em dois tipos de ferramentas principais: gestão de projetos e comunicação. Para gerenciar demandas diversas sem lotar as caixas de e-mail ou precisar fazer ligações com frequência, plataformas como Trello, Pipedrive ou BrigthPod podem ajudar. Na hora de escolher, o fundamental é que você defina muito bem os diferentes processos da empresa e os faça refletir em uma dessas ferramentas, tornando as interações entre a equipe simples e rápidas.

Para comunicação, o Skype já é um velho conhecido, mas você também pode contar com o Appear.in para videochamadas e com o Slack para troca de mensagens instantâneas, que podem ser divididas em tópicos de discussão.

Manter recorrência no contato

Já que falamos em comunicação, por mais que não haja uma pauta específica, é importante manter recorrência na comunicação com seu time. Pense que equipes remotas não costumam ter a oportunidade de “troca de ideias de corredor”, como acontece nos escritórios.

Por isso, defina horários pré-fixados para reuniões de alinhamentos gerais e também para falar sobre os principais projetos. Não há problema em fazer reuniões curtas, de 15 ou 20 minutos, desde que todo o time possa estar na mesma página.

Além da vantagem operacional, esta interação ajuda na motivação para quem trabalha “sozinho”, seja seu colaborador, seja você como empreendedor.

Focar na produção, não nos horários

Uma grande lição para líderes de equipes remotas é aprender a focar primeiro na produtividade e não nos horários de início e fim de trabalho. Com o tempo, você percebe que muito mais importante do que estar na frente do computador é entregar todas as demandas no prazo desejado.

E por que isso é importante? Muitas vezes, os gestores de equipes remotas ficam preocupados em garantir que os funcionários estejam realmente trabalhando e acabam esquecendo que, mesmo para quem faz home office, existem pausas necessárias, como o intervalo do almoço ou do cafezinho para distrair a cabeça.

Uma dica para dar segurança a você como líder neste sentido, é estabelecer metas de produção de acordo com o tempo médio de execução para cada atividade.

Compartilhar resultados

Outra realidade comum para os times que trabalham à distância é que os resultados ficam concentrados em áreas específicas ou, até mesmo, no próprio líder. Para que a motivação em relação às metas se mantenha alta, é fundamental que você encontre soluções para compartilhar os pontos positivos do trabalho.

Pode ser um momento da reunião com todo o time, pode ser um dashboard compartilhado ou até mesmo uma simples newsletter interna.

Promover integração e team building

Por fim, vale lembrar que pessoas que se conhecem melhor (mesmo que virtualmente), conseguem trabalhar juntas com mais facilidade. Busque alternativas para que os membros do seu time compartilhem entre si opiniões, projetos, hobbies e interesses. Essa integração ajuda, inclusive, o surgimento de grupos interdisciplinares e de lideranças secundárias, fundamentais para o sucesso do negócio.

E você pode promover isso de maneira formal também: que tal organizar um encontro anual com todo o time? Ou promover um team building virtual a cada mês? Use a criatividade para conectar as pessoas da sua equipe!

O sucesso para equipes remotas está na conexão!

Com base nas dicas deste artigo, você deve ter percebido uma palavra presente em todas elas: conexão. Seja para alinhamento de projetos, comunicação ou celebração de resultados, o que vai garantir o sucesso de uma equipe sempre será a interação entre as pessoas.

E não precisa se preocupar, esta não é uma missão impossível. Assim como você se relaciona com amigos e família de forma muitas vezes virtual, com certeza é capaz de liderar uma equipe remota que se mantém coesa e produtiva!

Você gerencia uma equipe remota? Então saiba como ser um líder de excelência!

Categorias
Administração Empreendedorismo Escritórios Escritórios Virtuais Produtividade Reunião

Você sabe o que são Escritórios Virtuais?

O empreendedorismo é um movimento que vem atingindo cada vez mais pessoas: ideias inovadoras para produtos e serviços úteis ao mercado e que, geralmente, não haviam sido criados ou pensados antes. No Brasil, essa tendência segue cada vez mais forte. Segundo a pesquisa Global Entrepreneurship Monitor (GEM), feita em 2015 pelo Sebrae e pelo Instituto Brasileiro de Qualidade e Produtividade (IBQP), o país é o terceiro no ranking internacional de empreendedorismo. O estudo também aponta que três em cada dez brasileiros adultos entre 18 e 64 anos possuem uma empresa ou estão envolvidos com a criação de um negócio próprio.

Mas montar seu próprio negócio pode não ser tão simples assim. A burocracia brasileira é famosa mundo à fora por ser extremamente complicada. Além disso, a falta de capital inicial pode atrapalhar quem está começando. Foi pensando em solucionar essas questões que nasceram os Escritórios Virtuais.

Quando se abre uma empresa é necessário ter uma estrutura física (para receber clientes ou fazer reuniões), endereço fiscal para registro comercial, suporte tecnológico, atendimento telefônico personalizado, dentre vários outros serviços. Os Escritórios inteligentes vêm para suprir essa demanda. Neles, são oferecidos tudo o que o empreendedor precisa para começar: além de salas executivas, de reuniões e de videoconferência totalmente mobiliadas e decoradas, há também uma central de atendimento e de serviços – incluindo recepção, secretaria, mensageiro, telefonia, internet, equipamentos e manutenção.

No Brasil, o serviço é normatizado pela Associação Nacional de Coworking e Escritórios Virtuais (ANCEV). Também conhecidos como Business Center, Centro de Negócios, Escritório Inteligente, Centro de Apoio, Escritório Terceirizado e Escritório de Conveniência, estas organizações contam ainda com espaço de coworking (compartilhamento de espaço e recursos de escritório), salas de treinamento com infraestrutura de equipamentos e serviço de coffee break, agendamento de compromissos, recebimento e redirecionamento de encomendas e correspondências.

Com essas facilidades, o empresário pode iniciar suas atividades imediatamente, dedicando sua energia integralmente ao seu trabalho. Além disso, há uma redução dos custos uma vez que o empreendedor pagará apenas pelo serviço que utilizar.

Em Brasília, a Smart Escritórios Inteligentes atende a essa demanda. Associada ANCEV, oferece às empresas e aos profissionais liberais uma solução completa e integrada para aumentar a capacidade produtiva, a agilidade e a lucratividade dos negócios.

Categorias
Administração Empreendedorismo Escritórios Escritórios Virtuais Produtividade Reunião

Você sabe o que são Escritórios Virtuais?

O empreendedorismo é um movimento que vem atingindo cada vez mais pessoas: ideias inovadoras para produtos e serviços úteis ao mercado e que, geralmente, não haviam sido criados ou pensados antes. No Brasil, essa tendência segue cada vez mais forte. Segundo a pesquisa Global Entrepreneurship Monitor (GEM), feita em 2015 pelo Sebrae e pelo Instituto Brasileiro de Qualidade e Produtividade (IBQP), o país é o terceiro no ranking internacional de empreendedorismo. O estudo também aponta que três em cada dez brasileiros adultos entre 18 e 64 anos possuem uma empresa ou estão envolvidos com a criação de um negócio próprio.

Mas montar seu próprio negócio pode não ser tão simples assim. A burocracia brasileira é famosa mundo à fora por ser extremamente complicada. Além disso, a falta de capital inicial pode atrapalhar quem está começando. Foi pensando em solucionar essas questões que nasceram os Escritórios Virtuais.

Quando se abre uma empresa é necessário ter uma estrutura física (para receber clientes ou fazer reuniões), endereço fiscal para registro comercial, suporte tecnológico, atendimento telefônico personalizado, dentre vários outros serviços. Os Escritórios inteligentes vêm para suprir essa demanda. Neles, são oferecidos tudo o que o empreendedor precisa para começar: além de salas executivas, de reuniões e de videoconferência totalmente mobiliadas e decoradas, há também uma central de atendimento e de serviços – incluindo recepção, secretaria, mensageiro, telefonia, internet, equipamentos e manutenção.

No Brasil, o serviço é normatizado pela Associação Nacional de Coworking e Escritórios Virtuais (ANCEV). Também conhecidos como Business Center, Centro de Negócios, Escritório Inteligente, Centro de Apoio, Escritório Terceirizado e Escritório de Conveniência, estas organizações contam ainda com espaço de coworking (compartilhamento de espaço e recursos de escritório), salas de treinamento com infraestrutura de equipamentos e serviço de coffee break, agendamento de compromissos, recebimento e redirecionamento de encomendas e correspondências.

Com essas facilidades, o empresário pode iniciar suas atividades imediatamente, dedicando sua energia integralmente ao seu trabalho. Além disso, há uma redução dos custos uma vez que o empreendedor pagará apenas pelo serviço que utilizar.

Em Brasília, a Smart Escritórios Inteligentes atende a essa demanda. Associada ANCEV, oferece às empresas e aos profissionais liberais uma solução completa e integrada para aumentar a capacidade produtiva, a agilidade e a lucratividade dos negócios.