Categorias
Empreendedorismo Produtividade

Mãe e empresária: Como conciliar a vida de mãe com a de empresária?

Você é empresária e pretende ser mãe? Ou quem sabe é mãe e pretende ser empresária ou já é mãe e empresária? Para todos esses casos, o artigo de hoje vai trazer dicas importantes para conciliar tudo isso, da melhor forma.

Mulheres já enfrentam grandes desafios na sociedade, desde machismo e assédio, até situações geradas por pessoas preconceituosas e sexistas, com um pensamento atrasado e doente. 

Isso também reflete no mercado de trabalho, principalmente se as mulheres decidirem ser empreendedoras, os desafios e machismo são ainda maiores na maioria das empresas. 

Porém, o foco hoje será de outro desafio para as empreendedoras: ser mãe e empresária (no blog existem vários artigos sobre a vida de mulheres líderes e empresárias, vou indicar no final do texto, para enriquecer ainda mais a sua leitura).

No texto de hoje, com ajuda do contato que tive com mães empresárias, vou trazer dicas importantes para você poder conciliar a vida de mãe com a de uma empresária de sucesso. Isso é extremamente possível, diria que um filho pode ser uma motivação extra, para as mulheres terem ainda mais êxito nesse meio.

Vida de mãe empresária

Quando falamos em ser mãe e empresária, isso pode significar várias etapas entre conciliar a vida empresarial com a vida de mãe. Muitas mulheres decidem empreender tendo uma criança pequena, com os filhos na adolescência, com os filhos já na fase adulta e longe de casa, enquanto outras decidem ter filhos enquanto estão empreendendo.

O importante é entender que ser empresária não deve ser um impeditivo para ter uma vida de mãe. As mulheres que têm ou desejam ter filhos e são ou pretendem ser empreendedoras, podem muito bem conciliar isso, tendo o melhor de dois mundos. 

É claro que assim como qualquer mãe de outra área, existe o período da licença maternidade, que deve ser respeitado. Dessa forma, caso a mãe já seja empresária, o indicado é organizar a empresa e deixar alguém de confiança, seguindo sua metodologia, com você cuidando do seu filho e recebendo feedbacks. 

Porém, tudo na dose certa. Não pode deixar os problemas da empresa influenciarem demais na sua vida de mãe. Devem influenciar ainda menos nos primeiros meses de desenvolvimento da criança. Conforme a criança for crescendo e ganhando mais autonomia, o processo vai ficando mais fácil.

Vou focar em mostrar que é possível conciliar a vida de mãe com a vida de empresária, através de algumas dicas, que acredito que irão ajudar muitas mulheres que são ou pretendem ser mãe (e/ou empresárias)

Importante: Vou usar como base, mães de crianças dos 0 aos 7 anos, que acredito ser um período de maior dificuldade. Porém, as dicas vão ajudar mães com filhos de todas as idades.

Gestão de tempo

O foco é mostrar que é possível organizar o tempo para você ser mãe em tempo integral e empresária em tempo integral. O segredo aqui é dividir o seu tempo de forma a atender seu empreendimento e ter o tempo necessário para cuidar e aproveitar seu filho (ou filhos).

Existem creches e escolinhas muito boas, que cuidam dos seus filhos durante o dia, no período comum de funcionamento de empreendimentos. Essa é uma saída muito boa, que ajuda no desenvolvimento da criança, ao interagir com crianças de idades próximas e te deixa segura e confortável que seu filho está sendo cuidado.

A saída acima, funciona bem para mulheres que precisam estar na empresa de forma presencial. No período de amamentação, uma saída é levar seu filho para seu escritório, organizando um espaço para ele na sua sala, garantindo esse cuidado importante no desenvolvimento da criança. 

Com a tecnologia cada vez mais em alta, trabalhar em home office durante os primeiros meses de vida da criança, pode ser uma saída excelente. Dessa forma, é possível conciliar ainda melhor e dar uma atenção extra para a criança. 

Cuidando (igualmente) da criança

O bebê precisa de cuidados extras nos primeiros anos de vida. No começo o bebê não sabe se alimentar, se vestir, tomar banho, isso é algo que precisa ser feito pelos pais. 

Quando falo dos pais, estou falando que os mesmos desafios que a mãe enfrenta devem ser enfrentados pelo pai, dividindo entre ambos a responsabilidade de cuidar do filho. Se os dois se ajudam as dificuldades se dividem e tudo fica mais fácil. Enquanto um dá banho na criança, o outro prepara o almoço, por exemplo.

Ter o pai presente e empenhado em ajudar, vai tornar a vida de mãe empresária bem mais fácil e menos desafiante. Cuidar dos filhos e da casa é dever tanto da mãe quanto do pai.

Caso o pai não esteja na vida diária da criança (como ocorre com muitas mães), pode ser recomendado que a mãe tenha um apoio, tanto de familiares, quanto de babás e empregadas. A rotina de cuidar de uma empresa pode ser bastante desgastante. Não tente carregar o mundo sozinha, caso seja necessário, ter uma ajuda irá fazer maximizar seu tempo.

Rotina

Nesse ponto é o momento de pôr em prática as dicas acima, criando uma rotina que torne possível cuidar da criança, conciliando com ser empresária. 

Os filhos também têm a sua rotina, principalmente quando começam a ir em creches e escolas. Ter isso claro, vai ajudar as mães (e os pais) a organizar a sua própria rotina. Com isso, terá horários para acordar, para se alimentar, para estudar, para tomar banho e para dormir.

Já as mães empresárias também tem sua rotina, hora de acordar, hora de trabalhar, hora de se alimentar, hora de cuidar dos filhos e da casa. Criar o encaixe perfeito entre esses horários será fundamental para conciliar essa vida de mãe. 

Alguns fatores vão depender de como é a vida da mãe, se ela empreende remotamente ou na empresa, se ela pretende contratar uma babá e/ou uma empregada para ajudar. Isso são coisas que você tem que decidir, a sua rotina é única, tem detalhes que só você sabe.

A idade da criança também vai influenciar bastante nos cuidados. Crianças pequenas vão demandar de mais tempo e cuidado, enquanto crianças maiores terão rotinas próprias como ir à escola e cursos, por exemplo.

O ideal é adaptar a rotina às diferentes fases da criança, sempre ficando atenta para dar atenção e carinho para seus filhos. E enquanto empresária, deve sempre buscar um padrão na forma de empreender, criando um processo que seja rápido e fácil de entender como está a empresa. 

Crie uma rotina, de modo que quando estiver trabalhando, foque 100% nisso. E quando estiver sendo mãe, foque 100%. Não deixe problemas e preocupações de ser empresária atrapalhar no contato com os filhos, ser mãe é algo único e incrível, viva intensamente esse momento.

Como empreendedora, busque sempre aprender sempre, capacitando-se cada vez mais, para trazer excelência ao seu empreendimento. Não é apenas sobre empreender e ser mãe, é sobre ser uma excelente mãe e ainda assim uma empresária de sucesso.

Conclusão

No texto de hoje, trouxe três passos importantes para mulheres que têm uma vida de mãe e uma vida de empresária. Evidenciando que a gestão de tempo e divisão de tarefas será primordial para conciliar às duas missões.

Como prometido na introdução, vou listar alguns artigos que têm por intuito ajudar mulheres empreendedoras: 

Para mais dicas sobre empreendedorismo, continue acompanhando esse blog. Conheça também o canal da Smart no YouTube e inscreva-se

Gostou do conteúdo? Não deixe de compartilhar em suas redes sociais, dessa forma, mais pessoas terão acesso a ótimas dicas. 

Nos vemos em breve. Obrigado pela sua leitura! 

Saulo Da Rós

Por Saulo Da Rós

Saulo Da Rós é Autor do Método O Empreendedor Smart, CEO e Founder do Coworking SMART. Pós-graduado em Planejamento e Gestão pela Universidade Federal do Paraná – UFPR e Master Coach FEBRACIS. Criador do Método Empresa Smart, ensina um passo a passo detalhado e comprovado para reduzir os custos e a burocracia dos negócios de seus clientes.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *