Categorias
Administração Finanças

Entenda como as pequenas empresas podem reduzir custos/despesas

Atualmente, em meio a crise, é ainda mais importante para pequenas empresas e profissionais independentes, reduzir seus custos/despesas, para dessa forma maximizar os ganhos e obter lucro.

De forma geral, lucro é todo o valor acima dos custos. Para uma empresa ter lucro, ela precisa ganhar o suficiente para cobrir todos os seus gastos e ainda ter um ganho acima.

Entendemos que existem duas formas de obter mais lucro: ganhando mais dinheiro ou reduzindo os custos/despesas. No artigo de hoje vamos entender como reduzir os custos da sua empresa ou do seu trabalho (para autônomos, freelancer, consultores, etc.).

Reduzindo custos/despesas no prática

Reduzir custos ou cortar despesas são pontos importantes para qualquer empresas, ainda mais em momentos de dificuldades, pois dessa forma a pequena empresa ou profissional independente ganha um “ar” e poderá superar as dificuldades com maior facilidade ou maximizar seus lucros.

Vamos te dar algumas dicas valiosas para pôr essa ideia em prática.

Foque na administração inteligente

Importante! Antes de mais nada, é preciso saber que tem diferença entre custos e despesas, caso não saiba, leia este artigo. Nesse artigo vamos tratar os dois juntos, para poder ser melhor entendido. 

Quando falamos de administração inteligente, falamos também em administrar em prol de um objetivo maior, nesse caso, em reduzir custos/despesas. Além disso, tenha um orçamento empresarial completo e de acordo com seus ganhos e gastos.

Utilize de todas as ferramentas necessárias para maximizar os lucros e reduzir os custos/despesas, além disso, saiba aproveitar as oportunidades para evitar gastos, pequenas empresas e autônomos, em geral, possuem margens pequenas de lucros, por isso, da criatividade e competência do administrador, para poder subir cada vez mais essas margens.

  • Negocie com os fornecedores:

Esse ponto pode ser utilizado tanto por empresas, quanto por profissionais independentes. Da mesma forma que você e/ou sua empresa precisam de lucro, os fornecedores também irão precisar. Por isso, negocie valores (ou até prazos com juros menores) com seus fornecedores, ou procure orçamentos com novos.

É importante, se ater a qualidade de produto, baixo custo sem qualidade, não é indicado, dessa forma é importante encontrar a qualidade pelo menor preço e/ou conseguir um desconto com seu fornecedor atual.

  • Otimize os processos:

Muitas funções dentro de uma empresa, poderão ser substituídas ou melhoradas com algum aplicativo ou sistema, dessa forma, você poderá liberar valores de pagamentos e/ou ganhar tempo para focar em outros pontos e realizar outras atividades. Por mais que envolva um gasto, gastar com um aplicativo ou sistema, poderá trazer uma economia no médio a longo prazo, que fará o investimento valer a pena.

  • Cuidado com o aluguel:

O aluguel, tanto no pessoal quanto no profissional, representa um valor significativo em qualquer orçamento, dessa forma, certifique-se de estar em local de acordo com seus rendimentos. Mudar de rua, ou de bairro, poderá trazer diferenças gritantes no valor do aluguel.

Uma alternativa para escritórios, são os Escritórios Inteligentes da SMART, onde você poderá trabalhar (para trabalhadores independentes) e/ou levar a sua empresa. Os escritórios são completos e minimalistas (além disso, fornecem um endereço fiscal para a sua empresa/serviço), trazendo uma economia no aluguel, sem perda de qualidade para a sua empresa/serviço. Acesse o site, e saiba mais.

  • Capacite a sua equipe:

Quando surgirem novas funções ou especificações técnicas para a sua empresa, pode ser interessante capacitar seus colaboradores, ao invés de contratar novos colaboradores. Dessa forma, você investe nos seus colaboradores, e no fim das contas, estará economizando dinheiro e ganhando pontos com o colaborador.  

Para o profissional independente: ainda mais do que no caso da empresa, invista em capacitação para si mesmo, dessa forma, você poderá agregar valor ao seu trabalho e ampliar seu leque de habilidades.

  • Demissões:

É um ponto delicado, ainda mais por envolver pessoas, mas em alguns casos a empresa precisa lidar com demissões, para garantir a saúde financeira da empresa. Ainda mais se a sua empresa for pequena e tiver poucos funcionários, com a saída de um, poderá baixar consideravelmente a folha de pagamento.

Caso seja esse o caso, procure ser justo e profissional, foque no que é melhor para a empresa e saiba quais funções e colaboradores poderão ser desligados, sem a empresa sofrer grandes perdas.

  • “Pequenas” despesas:

É necessário avaliar todas as despesas e custos, para não deixar passar nada relevante, é comum as empresas/profissionais independentes tratarem alguns gastos como pequenas despesas ou que não valem a pena serem revistos, porém muitas vezes essas “pequenas” despesas vêm acompanhadas de aspas. 

Dessa forma, pode ser interessante olhar para: quantidade de folhas usadas para impressão, uso de copos descartáveis, planos telefônicos, serviço de internet, entre outros gastos secundários, para que se possa gastar de uma forma mais inteligente e sem desperdícios (com reaproveitamento de rascunho, imprimindo apenas o necessário e uso de canecas próprias pelos colaboradores, por exemplo). Por menor que seja a economia, se for possível e aplicável, sem comprometer a empresa, será uma economia bem-vinda. 

  • Dicas extras:
  1. A terceirização de serviços, desde que não influencie na qualidade dos serviços e produtos e traga economia, pode ser uma manobra interessante para algumas funções. 
  2. Certifique-se que você ou sua empresa estejam no Regime de Tributação correto, para evitar gastos extras. 
  3. Invista em marketing barato: utilize das redes sociais, além de abranger uma quantidade gigante de pessoas, as redes sociais são incrivelmente mais baratas que divulgações em mídias tradicionais. Em alguns casos, o custo pode ser perto de zero.

Conclusão

No artigo de hoje, entendemos como autônomos e pequenas empresas poderão reduzir os custos dos seus empreendimentos. Dessa forma, ganhando mais dinheiro para poder superar momentos de crise, como o que estamos passando hoje.  

Para mais informações relevantes sobre como, não só reduzir custos, mas como também aumentar as vendas e muitas outras dicas, acesse o nosso blog.

Agradecemos a sua leitura e esperamos que consiga pôr em prática o que foi ensinado.

Nos vemos em um próximo artigo!

Saulo Da Rós

Por Saulo Da Rós

Saulo Da Rós é Autor do Método O Empreendedor Smart, CEO e Founder do Coworking SMART. Pós-graduado em Planejamento e Gestão pela Universidade Federal do Paraná – UFPR e Master Coach FEBRACIS. Criador do Método Empresa Smart, ensina um passo a passo detalhado e comprovado para reduzir os custos e a burocracia dos negócios de seus clientes.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *