Categorias
Empreendedorismo

Smart Brasília: Como se tornar um nômade digital? Quais as vantagens?

Descubra no texto de hoje como se tornar um nômade digital, além de detalhar todas as suas vantagens.

O nomadismo digital cresce a cada dia, sendo bastante impulsionado pela pandemia de Covid-19, onde muitos profissionais viram que ficar preso em uma empresa, pode não ser a melhor saída.

Os nômades digitais buscam acima de tudo a liberdade de poder trabalhar dependendo apenas de conexão com a Internet. Indo desde pessoas que trabalham em vários lugares do mundo, quanto pessoas que passaram a trabalhar apenas em home office.

Inclusive, estudos mostram que 30% das empresas devem manter o home office mesmo após o fim da pandemia. Impulsionando o trabalho remoto e garantindo que seus colaboradores e profissionais possam trabalhar do endereço que acharem conveniente.

É claro que o home office tem seus prós e contras, porém para quem busca viver do nomadismo digital, seus prós são muito maiores, valendo a pena apostar nesse estilo de vida, de trabalhar de casa (seja seu endereço onde for) através da internet. 

No texto de hoje, vou falar sobre as principais vantagens e como se tornar um nômade digital.

Principais vantagens em se tornar um nômade digital

Para você que busca como se tornar um nômade digital, veja quais são:

  • Mudanças em seu estilo de vida: sendo um nômade digital, você só vai precisar de acesso à internet para poder trabalhar, com isso você não precisa ficar preso a um local. Sendo nômade digital, você vai depender apenas de você e da sua profissão.

Pessoas que gostam de ter certas garantias, podem não se adaptar a esse estilo mais livre, dessa forma, fica evidente que a vida como nômade digital é para quem gosta de se aventurar.

  • Você poderá escolher a estação do ano que irá viver: se você for um nômade digital, você pode viver no clima que você gosta. Por exemplo: se você gosta de clima quente com pouca chuva, você poderá viajar para os países com esse clima.

Com isso, você é dono do seu destino e da estação do ano que quer viver. Podendo mudar de endereço sempre que o clima não lhe agradar mais. 

  • Possibilidade de trabalhar em local que lhe inspire: ser nômade digital não significa necessariamente trabalhar sozinho, você poderá buscar lugares inspiradores com pessoas que irão te ajudar a dar seu melhor.

Uma excelente forma de encontrar isso é trabalhando em ambientes de coworking, onde além da liberdade, você poderá ter contato com dezenas de outros profissionais, que estão tão focados e motivados quanto você a buscar o sucesso.

Esses ambientes são muito bons, pois você pode usar apenas pelo tempo que necessitar, sem precisar estar todos os dias nesse endereço. Porém, sempre que precisar de um local completo para reuniões ou trabalhar lado a lado com outros profissionais, você terá essa opção. 

  • Poder ser um cidadão do mundo: muitas pessoas sonham em viajar, porém, acabam ficando presas a rotinas e acabam nunca vivendo esse sonho, ou vivendo apenas em temporadas de férias.

Entretanto, se você for um nômade digital, você poderá viver desse modo, indo de país em país e conhecendo o mundo todo. A globalização é tamanha que apenas com a internet (dependendo da sua profissão, inclusive falarei mais sobre isso no próximo tópico) você pode desempenhar sua função de praticamente, qualquer lugar do mundo.

Dessa forma, você irá unir o útil com o agradável, podendo aproveitar a vida da maneira que sempre desejou. Sendo um nômade digital, você não precisa ficar preso em local fixo, mas sim, terá a liberdade de escolher onde irá passar seus dias. 

  • Conhecer pessoas de diferentes estilos: quando estamos em vários lugares, isso aumenta nosso leque de experiências e de pessoas que conhecemos.

Sendo um nômade digital, você irá conhecer centenas de pessoas com histórias e experiências iguais e diferentes das duas. Onde você poderá aprender e ensinar essas pessoas. 

Então, se você procura pessoas diferentes ou pessoas iguais a você, com ideias e pensamentos semelhantes, para abrir um leque de possibilidades profissionais, sendo um nômade digital isso será muito mais fácil.

O foco aqui foi mostrar características e vantagens descritas por quem teve a experiência de ser um nômade digital. Como dito acima, é um estilo de vida diferente do padrão, por isso, é preciso avaliar se esses pontos são vantajosos para você.

Então, se você é do tipo que gosta de ter sua casa, gosta de ter uma rotina, gosta de ter garantias e um emprego de carteira assinada, mudar para o mundo dos nômades digitais, certamente, poderá te tirar da sua zona de conforto.

A zona de conforto não necessariamente é algo ruim, apenas se você não gosta de estar nela. Muitos justamente buscam conseguir estar em uma zona de conforto.

Desse modo, fica claro que não existe um certo ou errado, mas sim pessoas com objetivos e sonhos diferentes. Dessa forma, cada um poderá se encontrar onde melhor se adapta e sente-se melhor.

Agora, se você leu todas essas vantagens e viu que realmente é isso, que você busca para sua vida pessoal e profissional. No próximo tópico vou te ajudar a entender como se tornar um nômade digital. Vamos a adiante! 

Dicas para se tornar um nômade digital

Agora que já falei sobre as principais vantagens, é hora de trazer dicas para quem quer entender como se tornar um nômade digital. Sem mais delongas vamos a elas!

Escolha sua profissão

Antes de mais nada, é preciso deixar claro que ser uma nômade digital nem de longe é para todas as profissões. Por isso é fundamental que você escolha uma profissão que permita a você trabalhar de forma remota utilizando apenas um aparelho conectado à internet.

Tendo em vista, que muitas empresas permitem o home office, mas fazem reuniões presenciais de forma bastante repetitiva. Dessa forma, a melhor opção para ser um nômade digital é ser um profissional autônomo. Porém, é claro que algumas empresas darão essa possibilidade. Cabe a você deixar isso claro na hora da entrevista.

Atenção a parte burocrática

Se for de seu objetivo, tornar-se um nômade digital, do tipo que viaja o mundo. Fique muito atento a questões como passaporte, vacinas e exames, para poder se deslocar facilmente de um local para outro. Fique sempre atualizado com tudo, para evitar surpresas desagradáveis.

Toda essa atenção ficou ainda mais acentuada por conta do Covid-19, sendo que muitos países liberam apenas para situações especiais a entrada de pessoas. E embora a pandemia esteja perto do fim, essas questões burocráticas devem continuar por algum tempo. 

Organize-se financeiramente

Por mais que seja empolgante sair pelo mundo, é preciso ter um dinheiro para poder se estabelecer e conseguir os primeiros passos. Dessa forma, organize seu dinheiro de modo a ter uma boa quantia para poder usar, caso seja necessário.

Aprenda idiomas

Se você busca ser um cidadão do mundo, nada mais justo do que aprender línguas novas, e quando falo de línguas novas, não falo apenas do inglês, que já deve ser regra para quem busca ser uma nômade digital. Mas também de idiomas dos locais que você irá ficar.

Como o inglês é muito falado e praticamente a língua oficial do mundo (ocidental, pelo menos), com ele na ponta da língua, você já vai poder se comunicar com muitas pessoas. Porém, dominar a língua local também irá te ajudar muito, quando não estiver falando com alguém que domine o inglês.

É claro que não precisa se tornar totalmente fluente em todas as línguas de lugares que passar, mas sim entender e conseguir falar frases chaves que vão te ajudar muito no dia-a-dia. Saber, frases como: “onde fica o mercado?”, “onde fica o hospital mais próximo?”, entre outras, por exemplo.

Invista sempre na sua qualificação profissional

Essa dica é para quando você já é um nômade digital. Então, mesmo que você já seja um nômade digital é importantíssimo continuar investindo na sua capacitação profissional.

Porque um nômade digital deve estar sempre com seu currículo atualizado, para que novas oportunidades apareçam. Dessa maneira, aposte em cursos e busque sempre ser um profissional mais completo. O mercado irá se abrir muito mais para você.  

Não é porque está fora do Brasil que você deve deixar de estudar mais sua área de atuação. “Aposte em cursos de capacitação online e busque se qualificar o máximo possível para estar apto a novos desafios e para conseguir preencher os gaps do mercado”, pontua Cristiano Soares.

Conclusão

No artigo de hoje te mostrei como se tornar um nômade digital, além de mostrar as principais vantagens atribuídas a quem escolhe esse estilo de vida. Mostrando que quem busca liberdade e poder viajar todo o mundo, se escolher ser um nômade digital terá grandes chances de sucesso.

Para mais textos sobre empreendedorismo de maneira geral, continue lendo o blog da Smart. Vou deixar um artigo excelente como indicação para você continuar aprendendo, o texto é muito importante e fala sobre procrastinação, o quanto ela é danosa e pode acabar com um empreendimento

Compartilhe esse texto nas suas redes sociais, para que seus amigos aprendam também como se tornar um nômade digital. 

Agradeço a sua leitura e nos vemos novamente em breve.

Saulo Da Rós

Por Saulo Da Rós

Saulo Da Rós é Autor do Método O Empreendedor Smart, CEO e Founder do Coworking SMART. Pós-graduado em Planejamento e Gestão pela Universidade Federal do Paraná – UFPR e Master Coach FEBRACIS. Criador do Método Empresa Smart, ensina um passo a passo detalhado e comprovado para reduzir os custos e a burocracia dos negócios de seus clientes.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *