Categorias
Marketing

Smart São Paulo: Já ouviu falar em neuromarketing? Entenda o conceito e como aplicar em seu negócio

Se você possui uma empresa, e ainda não conhece o neuromarketing, você está perdendo tempo. No texto de hoje você vai aprender sobre o conceito, seus benefícios e como aplicá-lo no seu negócio.

O marketing é uma poderosa ferramenta, que revolucionou o capitalismo. Na verdade, o marketing foi uma resposta à crescente habilidade humana de produzir e comercializar coisas, sendo algo que remonta ao início da humanidade (não da forma “científica” de hoje, de uma forma embrionária).

Porém, atualmente o marketing é visto como uma arte, e sua evolução levou até o neuromarketing. Que vai fundo na psicologia humana, para entender o que nos motiva a buscar um produto e consequentemente, gastar dinheiro.

No artigo de hoje, vou te levar para uma análise completa de como o neuromarketing será uma poderosa ferramenta, se aplicado do jeito certo, no seu negócio. 

O que é o neuromarketing?

O neuromarketing é uma ferramenta de marketing que estuda e compreende alguns fatores que podem influenciar os clientes na hora de efetuar uma compra. Através desses fatores, uma empresa ou profissional independente poderá desenvolver estratégias visando o aumento considerável das vendas. 

O termo neuromarketing é uma palavra que junta neurologia e marketing, dessa maneira, é um estudo de formas para estimular a mente dos clientes e possíveis clientes a buscarem a sua empresa.

Entender a mente dos consumidores é fundamental para conseguir instigá-los a comprar cada vez mais. Estimulado da maneira certa, com diferentes técnicas (que vou citar logo mais á frente) é possível conseguir o resultado esperado: a maximização de vendas.

As grandes empresas levam esse conceito muito a sério e sempre estão buscando formas de melhorar a relação com seus clientes, através do neuromarketing. Sendo que toda sua divulgação é baseada na forma que isso vai afetar a mente dos consumidores.

Como aplicar o conceito, na prática?

Agora, que entendemos o conceito, precisamos entender os benefícios que ele pode trazer e depois vou mostrar exemplos de como o neuromarketing pode ser aplicado.

Benefícios do Neuromarketing

Ajuda a potencializar as vendas: de forma bem clara, quando você encontrar o “gatilho” certo na mente dos seus clientes, ficará muito mais fácil tocá-lo e realizar muito mais vendas, seja de produtos ou serviços.

Dessa maneira, as suas campanhas de marketing devem ser trabalhadas para que a sua empresa consiga explorar os aspectos que realmente, motivam seus clientes e gastarem.

Ajuda no desenvolvimento de produtos direcionados aos desejos do público: na hora de desenvolver um produto novo, muitos aspectos são analisados. Porém, um dos mais importantes é se esse produto tem um alto grau de apelo junto ao público alvo. 

Com o neuromarketing, você vai entender melhor o que o cliente espera e consequentemente, poderá trabalhar em cima disso, para fornecer um produto que supra os seus desejos e dores. Além é claro de estimular a felicidade dele ao adquirir o seu produto/serviço.

Melhora a experiência dos clientes com a sua marca: você, certamente, deve ter a sua marca preferida, seja de roupas, calçados, veículos, até produtos do supermercado. Só de ver essa marca seu cérebro já associa a coisas boas (o inverso também é válido).

Por exemplo: a Nike e a Adidas, ambas têm praticamente a mesma qualidade e faixa de preço em produtos semelhantes. O que faz a diferença na hora de escolher entre elas é puramente uma questão de gosto. 

Esse “gosto” é o que o neuromarketing vai entregar para sua empresa poder trabalhar e desenvolver os produtos certos que sejam do “gosto” dos clientes. São pequenos detalhes que podem parecer bobos à primeira vista, mas que se mostram determinantes para os clientes.

Como é possível aplicar o neuromarketing no seu negócio?

Vou apontar alguns aspectos que o neuromarketing considera mais importante na hora da sua empresa conquistar os clientes:

As cores

Talvez você nunca tenha parado para pensar, mas as cores presentes em uma marca ou propaganda tem um significado. De acordo, com o neuromarketing, as cores influenciam muito na escolha dos clientes e cada uma (ou junção de algumas) passam subliminarmente uma sensação para o cliente.

  • O azul passa uma mensagem de segurança e confiabilidade;
  • O vermelho demonstra paixão e emoção
  • O laranja passa um sentimento amigável
  • O verde transmite tranquilidade
  • O roxo tem a ver com inteligência e inovação;
  • O rosa escuro passa uma mensagem de jovialidade e coisas boas
  • Já o rosa claro traz toda a delicadeza e um ar de romance;
  • O preto passa a impressão de luxo,
  • E o branco traz uma mensagem de transparência e confiabilidade

Esses são exemplos de cores e significados que você pode aplicar na sua logo, propaganda e outras formas de marketing, da sua empresa. Trazendo um significado que vai direto para o subconsciente dos seus clientes.

Os gatilhos mentais

Se estamos falando de influência sobre a mente dos clientes, não poderia esquecer dos gatilhos mentais. Acredito que todos já tenham ouvido falar dos gatilhos mentais, porém nem todos entendem o que ele significa realmente.

Como seu nome sugere, é um “gatilho”, isto é, uma frase, palavra, imagem ou todas juntas que causam no cliente aquele “clique” do preciso comprar. Geralmente, demonstram que o produto é excelente, está com o preço baixo e você precisa comprar agora.

Promoções com frases como: “…por tempo”, “… são as últimas unidades”, “só hoje!” e “compre já!” são muito usadas nesse contexto. Que demonstra que a pessoa precisa comprar agora mesmo. Os gatilhos mentais são muito responsáveis pelas famosas “compras por impulso”.

Sendo que muitas vezes a pessoa nem precisa desse produto, mas compra pelo estímulo causado na sua mente. Se você tem uma empresa, empregue essa técnica e descubra o poder da influência.

Repetir, repetir e repetir

Uma das melhores formas de reter e criar um público é gravar na mente dele a sua empresa. E qual a melhor forma de aplicar isso, na prática? A repetição. Dessa forma, você deve desenvolver uma mensagem clara sobre sua empresa e empregar isso no máximo de lugares possíveis.

Uma das formas que o neuromarketing faz isso, é desenvolvendo um slogan que acompanha a sua marca, onde essa frase é repetida tantas vezes em tantos lugares diferentes que gruda e não sai da mente.

Tem exemplos famosos (alguns não são mais usados, mas marcaram gerações):

  • Skol… a cerveja que desce redondo!
  • Havaianas (as legítimas)… recuse imitações!
  • Se o bar é bom… o chopp é Brahma!
  • Omo: se sujar faz bem!
  • Embratel… faz um 21!

Os jingles (música para divulgar a marca ou produto/serviço) também cumprem muito bem essa parte. Ou você nunca se pegou cantando uma música de alguma marca?! Então…

Nosso cérebro sempre procura padrões, sejam visuais ou auditivos. Dessa forma, a repetição é uma excelente forma do nosso cérebro associar uma música ou frase a determinada marca. Com o nome dela sempre em nossa mente, inconscientemente, vamos comprar essa marca.

Então, se você tem uma empresa, trabalhe com a repetição em seus slogans e jingles, para fixar cada vez mais na mente dos consumidores. Seja original, a criatividade é tudo nesse ponto. Seja a sua empresa e não uma cópia de outra.

Design é tudo!

Sim, quando falamos de propagandas, não tem para onde fugir, o visual/design fala muito alto. Você já viu alguma empresa que tem um logo e/ou um site com um template dos anos 90 e isso te causou um estranhamento com essa marca, e você simplesmente deixou ela de lado e buscou outra? 

Você não sabia se essa empresa era boa ou ruim, você apenas tinha a informação visual do design, e isso já te fez “julgar” a marca como ruim. Então, nem sempre, você terá o melhor produto ou serviço, vai fazer grande diferença, se ele não vier em uma “embalagem” bonita.

Esse é um excelente exemplo de como o neuromarketing funciona, ele cria uma “ilusão” de superioridade apenas com publicidades e escolhas de estilos. Trazendo a importância da sua empresa/marca ter um design diferenciado e bonito. 

Conclusão

No texto de hoje, aprendemos sobre o conceito do neuromarketing, além de mostrar vários exemplos de como trabalhar ele no marketing da sua empresa.

A mente humana é poderosa e ela busca sempre coisas que nos dê alegria e prazer. Entender como fornecer isso com produtos e/ou serviços é fundamental para o sucesso de qualquer empresa. Felizmente, o neuromarketing ajuda a entender a psique humana.

Se você gosta de temas relacionados à mente e como isso afeta positivamente pessoas/empresas, temos três artigos incríveis para você: 

Conte para nós (para mim e toda a equipe Smart), o que achou do artigo, deixando um comentário. Sua opinião é muito importante para nós. 

Agradeço a sua leitura e nos vemos em breve.

Saulo Da Rós

Por Saulo Da Rós

Saulo Da Rós é Autor do Método O Empreendedor Smart, CEO e Founder do Coworking SMART. Pós-graduado em Planejamento e Gestão pela Universidade Federal do Paraná – UFPR e Master Coach FEBRACIS. Criador do Método Empresa Smart, ensina um passo a passo detalhado e comprovado para reduzir os custos e a burocracia dos negócios de seus clientes.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *