Como reduzir custos em Facilities?

Publicado em 5 de abril de 2019
Coworking, Empreendedorismo
Por:
reduzir custos em facilities
Fonte:

Diminuir as despesas é uma meta comum a qualquer pequeno ou médio empresário. Este tipo de objetivo é essencial, pois ajuda a garantir que os investimentos aconteçam onde efetivamente precisam estar: inovação, desenvolvimento de produtos e serviços e crescimento. Para isso, um bom começo é entender como reduzir custos em Facilities, que compreende todas as operações administrativas e de infraestrutura.

Neste artigo, iremos explicar porque você deve reduzir os gastos neste departamento e apresentar práticas que pode adotar já a curto e médio prazo. Boa leitura!

Por que otimizar despesas em Facilities?

As despesas associadas às áreas de Facilities e Administrativo costumam representar uma importante fatia do orçamento de um negócio. Para muitas empresas, inclusive, elas ocupam o segundo lugar entre os maiores centros de custo, ficando apenas atrás de Recursos Humanos e todas as suas despesas com salários e impostos.

Porém, ao contrário do RH, em Facilities já se pode contar com facilidades trazidas pela tecnologia e pela economia de compartilhamento para reduzir drasticamente os gastos, sem comprometer a qualidade em atendimento, nas operações e no produto ou serviço oferecido ao mercado.

Dicas para redução de custos em pequenas e médias empresas

Abaixo, separamos algumas dicas importantes para quem deseja começar a reduzir custos em Facilities a partir de medidas relativamente simples de implementar. Confira!

1.Do escritório para o coworking

Sem dúvidas, manter um escritório próprio é um dos maiores erros que uma empresa de pequeno porte pode cometer em seus primeiros passos. Apesar da relevância de se ter o próprio endereço, os custos vão às alturas quando se soma aluguel, condomínio, manutenção, limpeza, segurança e outros gastos envolvidos na administração de uma sede.

O ideal é buscar um espaço de coworking adequado para o seu perfil de negócio. Existem escritórios compartilhados com ambiente bastante profissional e com todos os serviços necessários para que a sua empresa entregue os serviços e produtos com excelência.

Neste modelo, os custos ficam bastante reduzidos pois são compartilhadas as despesas entre todas as empresas residentes e, ainda, não existe a necessidade de manter um colaborador próprio responsável pela administração do escritório.

2. Terceirização de serviços

Com a nova legislação trabalhista, são muitas as atividades que podem ser terceirizadas. Quando falamos em Facilities, elas estão relacionadas, principalmente, aos serviços de limpeza e copa, ao atendimento telefônico e ao recebimento e envio de correspondências.

Além destas, que inclusive fazem parte da maior parte dos planos oferecidos por espaços de coworking, também se tem terceirizado outras operações, por meio do chamado BPO (Business Process Outsourcing, ou terceirização de processos do negócio). Entre eles estão atividades relacionadas aos departamentos financeiro e de Recursos Humanos, que costumam ter demandas que exigem especialização, mas nem sempre justificam manter colaboradores próprios.

3. Compras em grupos de empresas

Outra forma de reduzir custos em Facilities é relacionada ao poder de negociação na compra de insumos e suprimentos. Como empresas de pequeno e médio porte costumam fazer pedidos menores, uma saída é fazer algum tipo de parceria para determinadas compras, como os conhecidos clube de compras.

Para tanto, networking é essencial! O relacionamento com empresas similares e que possam ser parceiras pode acontecer em grupos de empresários, em escritórios compartilhados e também com auxílio de organizações patronais.

4. Revisão periódica de contratos

Por fim, a última dica de ação para reduzir custos em Facilities que pode ser implementada a curto prazo é a revisão de contratos fixos, com seus diferentes fornecedores. Você pode tanto avaliar se está usando no máximo potencial determinado serviço, como os planos de telefonia, por exemplo, quanto buscar opções mais baratas, em novos modelos de contratação.

Neste caso, está, por exemplo, a possibilidade de trocar o contrato de contabilidade com seu escritório atual por um modelo de contabilidade online, muito mais econômico. Ou, se fizer questão de manter o atendimento atual, pelo menos renegociar valores para estar mais próximo desta nova opção.

Economia que faz seu negócio crescer!

Quando falamos sobre o orçamento de Facilities, é essencial entender o que realmente importa para o crescimento de um pequeno ou médio negócio. É claro, infraestrutura e serviços administrativos são fundamentais. Mas há muita qualidade em serviços terceirizados, que podem trazer economia e também praticidade para a vida do empreendedor. E, assim, sobra tempo e energia para investir em alavancar os resultados!

Saulo Da Rós

Saulo da Rós é CEO da Smart Escritório Inteligentes. Especialista em gestão e finanças, tem mais de 10 anos de experiência em empreendedorismo. Siga-me no Instagram.
Saulo Da Rós